quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Ter um filho é divino !

Ouvi falar de um filme de um casal que não podia ter filhos e por isso, contrataram uma "barriga de aluguer". Eles diziam que queriam muito ter um filho e que isso era muito importante para eles. A "Mãe de aluguer" já tinha três filhos seus e apenas aceitara o "trabalho" por precisar de dinheiro. Às tantas, num exame mais minucioso, o médico constata que a criança é portadora de uma determinada síndrome, embora aparentemente não apresente nenhuma mal formação dela decorrente.
Imediatamente o casal declina da criança (????) dizem que não querem pois estavam à espera de uma criança perfeita e que por isso não ficariam com ela.
A "mãe de aluguer" já tinha sua família e até por uma questão ética não havia desenvolvido nenhum vínculo afetivo com aquela gravidez.
A criança nasce e é examinada (virada do avesso) e nada de anormal nem mesmo uma mínima alteração é encontrada. O médico, perguntando à "Mãe-barriga de aluguer" se queria avisar aos pais que seu filho nascera normal, ela respondeu que não pois se quem quer um filho para amar, quer um filho e ponto. Não interessa se ele é assim ou assado. É seu filho e o amará incondicionalmente. Em outras palavras quando se quer um filho, quer-se um filho e não um filho "perfeito" ou loiro ou inteligente ou isso ou aquilo. O médico achou que ela tomou a decisão acertada e completou: digamos que os pais, sabendo que a criança não apresenta alterações, queiram ficar com ela, e por exemplo aos três anos de idade ( Deus o livre) , a criança sofre um acidente e torna-se especial, o que eles farão ? O amor transcende o quem, ou seja, nós amamos o nosso filho seja ele quem, ou como, ou o que for. É nosso filho...E isso é divino...

Apeteceu-me partilhar esta história que ouvi. Na verdade, eu também não estava preparada para ter um filho que não fosse 100 % perfeito. Mas hoje sei que estava muito errada. A vida é muito mais rica com a diferença. Aprendi, da maneira mais radical...mas aprendi !

domingo, fevereiro 25, 2007

TOP 10 da Felicidade do JP

Há poucas coisas que nos façam sentir tão bem, como saber que as pessoas de quem gostamos estão felizes.
Apesar de algumas frustações e contrariedades, o JP é uma criança feliz. Entre as coisas que ele mais gosta, estão:


- Ter assistência de vários familiares nas suas actividades
- Estar com a familia toda reunida
- Brincadeira do mais radical possível
- Receber elogios
- Receber beijinhos
- Comer chocolate
- Receber uma prolongada Massagem
- Cães e Gatos
- Experimentar todo o tipo de comida
- Ver os meninos correrem à sua volta
Tudo isso o faz muito feliz. E nós abusamos de todos estes ingredientes na nossa vida (mas vamos tentar controlar o chocolate, não pelo peso, mas pela saúde e dentinhos). Prontinhos para mais uma semaninha atarefada.

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

O JP adora as suas actividades

Pois é, se de início foi complicado habituá-lo a tanta actividades , fisioterapia, hipoterapia e até a piscina...agora, é como o velho ditado: Primeiro estranha-se e depois entranha-se ! O JP ao fim da tarde terá uma das que ele mais gosta: A hipoterapia. Ele fica doido quando usa aqueles cavalinhos de balanço próprios para crianças...agora imaginem a felicidade em cima da "Alentejana", a sua égua. Dizem-me lá que já não falta muito para que ele possa andar sózinho em cima dela. Até sei que é bom para a sua segurança e autonomia, mas nesta questão, vou dar numa de super-protectora mesmo...Não deixo, não deixo, não deixo !!! Talvez quando ele tiver 4 para 5 anos...e já vão com sorte...
Adoro tirar-lhe fotos, registar cada fase sua...aqui tem um gorro Winnie the Pooh com que fica muito querido.
Esperamos ter um fim de semana fantástico e que vocês também .

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Estou no Mundo à PC

Mais um testemunho meu...ainda daqueles de introdução. Fiquei feliz de ter sido convidada a participar neste blog que há já algumas semanas faz parte das minhas consultas diárias e é com orgulho e entusiasmo que contribuirei com as minhas histórias. Espreitem.

quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Mini-Férias

Este Carnaval foi tempo de recuperação de energias e de relax. Algum tempo passado em casa, alguns passeios, cavalos, piscina. O habitual.
O meu Noddy dormiu 2 noites não seguidas em casa da avó, pois apesar de valorizar cada segundo passado com ele, não deixo de ser mãe de um menino de 2 anos, muito exigente, muito curioso e absorvente. Ele quer ver, espreitar, percorrer a casa e aprender...e quando não tem o que quer, pede, reclama, refila e tudo o mais que estiver ao seu alcance para satisfazer as suas necessidades de pesquisa do mundo. Dou o meu melhor, mas não é tarefa fácil. Dividir o trabalho com a avó é bom para ambas. Ela adora, ele delira, os papás descansam e passeiam. E após alguns minutos de separação, damos por nós a jantar a sós, mas a falar sobre o nosso menino e com outra disposição para nova avalanche de exigências. Assim se passaram 4 dias e prevejo "teatrinho dramático" mais logo, na hora de deixá-lo na escolinha.
Souberam-me bem estes dias. Nada como alguns dias descontraídos para recuperar a boa disposição e a energia necessária para um dia a dia muito exigente.

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

É CARNAVAL !!!

Sim, mascarei o JP de Noddy...que mais haveria de fazê-lo tão feliz? Nada original, eu sei !!! Mas ao puto não lhe interessou nada essa coisa de originalidades ! Estava eufórico esta manhã e mal chegou à fisioterapia fez sucesso. Trouxemos de lá um lindo andarilho apropriado e a juntar à vestimenta diferente, hoje deve ser só um dos dias mais felizes da sua curta vidinha...
A fisioterapeuta dele não é defensora do evitar andar. Pelo contrário, garantindo um bom posicionamento das pernas (estes andarilhos proporcionam isso e o JP funciona muito bem em pé ) , ela acha que ele deve mexer-se muito. E eu tenho a certeza que isto lá em casa vai ser uma revolução... Não dou seis meses para ter que pensar em mandar pintar a casa, arranjar as portas, etc...mas como é para a felicidade dele, que importa? Toca a percorrer tudo filhote...Se Deus quiser qualquer dia não precisas desses artefactos para nada... BOM CARNAVAL, MALTA !!! Voltamos com fotos !

terça-feira, fevereiro 13, 2007

Desabafo do JP

Hoje roubei o computador à minha mamã e sou eu que escrevo !!!

- Mamã, não sei se já reparaste, que muito embora fale pouco, entendo tudo muito bem. E já deves ter reparado que "me incomodas" quando muito naturalmente falas com outras pessoas sobre "os meus problemas"...Bem sei que só valorizas o que eu faço, blá, blá, blá...mas sabes, eu DESATINO com isso...e é por isso que faço "birrras" nessas alturas. É que eu não vejo nenhum problema em mim. Bem sei que às vezes não consigo fazer tudo o que quero, mas é porque ainda não chegou o meu tempo...lá chegarei e não vale a pena "falares do assunto". Ou melhor podes falar do assunto, desde que eu não oiça, ok? Já reparaste que apesar de doce, sou um bocadinho do tipo "narizinho empinado" e IRRITAS-ME com algumas coisinhas ? Adoro-te, claro, és tudo para mim...por isso peço-te que me entendas...


Resposta da mamã: Desculpa-me meu filho, ainda te estou a conhecer e ainda estou a aprender a ser mãe...mas prometo sempre "escutar" o teu coração e respeitar os teus sentimentos. Amo-te.
lllllll
lllllll
llllll
Lembram-se de eu ter falado da minha ex-colega de faculdade, neste post ? Ela retomou o seu blog, agora que o seu lindo Guilherme está com 9 mesinhos. Parabéns porque és uma lutadora e tens uma maneira de estar na vida fantástica. Tens um filho com uma patologia com um nome assutador, mas que está francamente bem desenvolvido e ainda por cima lindo ! Ainda bem Cláudinha, que retomaste o teu blog, porque a nossa vida pode ser mais preenchida, mais difícil e imprevisível (mas não são todas?), mas é linda...e vou poder acompanhar-vos agora também na blogoesfera !

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Um Estímulo chamado Avó

Ao fim de semana passamos muito tempo em casa da minha sogra. O JP não só a adora, como "nos troca" sem pestanejar para ficar com ela. E ela gosta dele de uma forma bonita de se ver. Aliado a um gigantesco desejo de ser avó, vem um grande "jeitinho" para lidar com crianças, de tal modo que não há uma que não goste dela. E ela é a avó típica, que deixa fazer tudo e que tudo larga, só para dar toda atenção ao seu Reizinho...
Apesar dos mimos, ela é excelente a promover a autonomia do meu pequenino. Ensina-o a comer com a colher e a rabiscar papel com a caneta. Simplesmente esquece que há dificuldades e ensina assim mesmo. E ele aprende, pois então !!! É linda de se ver, a alegria resultante da realização da aprendizagem, dos rabiscos gerados pela caneta na sua mão ! Ainda bem que contamos com ela... E eu ? Como Mãe...tenho tanto para aprender...

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Desafio de persistência

Eu me confesso: Quantas vezes perantes as dificuldades, encontrava outros caminhos a seguir, tomava atitudes radicais, cortava o mal pela raiz, ou muito simplesmente DESISTIA? Até a minha relação de tantos anos "sofreu" pela minha mania do tudo ou nada...a mania da perfeição.
Veio o JP para me ensinar: Mãe, tens de deixar de ser assim...as coisas não são sempre perfeitas e não será por causa disso que "se encostam ao canto", ou se desistem delas.

Pois não, filho...há quem pense que sou uma super-mulher, mas não...Antigamente muitas vezes desistia antes de ser derrotada. Contigo não. Poderemos não ir tão longe como gostariamos , filho, mas de ti, nunca desistirei...nunca, mesmo. A persistência é um dos maiores trunfos que temos. Não abdicaremos dele. Por mais que seja doloroso para mim, esperar tanto tempo por resultados, por mais que o tempo passe e a impaciência me se apodere dos meus pensamentos...concentro-me nas nossas rotinas, nas nossas brincadeiras ternurentas e a viver contigo a deliciosa descoberta do mundo. Todas as impaciências se esvanecem no momento em que estou contigo. A tua alegria enche esta nossa casa. Sempre comentamos entre familia: com todos os problemas que tens, é incrível como a tua presença enche uma casa e traz tanta alegria !
P.S: O Layout do Blog está a ser reestruturado (devagar ) por causa do novo Blogger me ter "desarranjado"...aos poucos os meus amigos irão aparecendo nas barras laterais...

domingo, fevereiro 04, 2007

Todo o burro come palha

Nestes 2 últimos aninhos tive que aprender tanto, sobre tanta coisa...
Cuidar de um recém -nascido, depois de um bebé, estimulá-lo convenientemente de acordo com os seus problemas, as melhores opções onde ficar, estabelecimento de rotinas, as terapias que existem...enfim, aquilo que aprendi quase equivale a um curso superior em regime intensivo.
Descobri que agora estou num estágio prático de psicologia.
O JP resiste a algumas das rotinas diárias, como sejam os alongamentos que lhe faço de manhã e à noite.
Compreende-se bem porquê: É que doem ligeiramente. São suportáveis,, mas nem por isso muito agradáveis. Porém são para o bem dele e mesmo necessários. Já tentei várias coisas, como sejam, fazer ao mesmo tempo ao "Noddy", levar para a brincadeira, etc, para não ser tão dramático...nada funciona à excepção de fazer também ao papá. Aí, ele desata-se a rir e pede para lhe fazer também. E apesar de custar à mesma, até se ri...
Sádico ou Imitador ?
Bem, lá diz o outro: Todo o burro come palha...é preciso é saber-lha dar.

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Cuidar da Mãe do JP

No meio de tantas actividades do meu pequenino e do dia-a-dia de mamã cheia de trabalho até às orelhas, nunca tem sobrado tempo para cuidar de mim...
Decidi que eu também tenho de me pôr em forma. No intervalo das correrias de um lado para o outro, encontro uma horinha durante a pausa de almoço para me cuidar e manter em forma, comer algo leve, 2 dedos de conversa com uma amiga e desanuviar dos stresses constantes. Eu própria não sei como aguento tanta coisa...acho que é o JP me dá toda esta energia logo ao acordar de manhã. Mas a ginástica tem me dado uma boa-disposição extra. Sinto-me bem.

Filhote, mereces ter uma mamã bem disposta, cuidada e em forma. Até porque eu quero chegar a velhinha para passar muitos aninhos contigo.