quinta-feira, maio 28, 2009

Muito empenhamento

A mais maravilhosa característica do meu amor pequenino é a sua vontade.
Está tão feliz por estar a melhorar. As saudades dos amigos e dos entes queridos não o demovem da sua determinação de progredir e de ficar no país que o acolhe com tanto amor. Acho que por ele ficava mais tempo. Pena não estarmos a conseguir.
Mas vou querer que volte a Cuba e pelo máximo tempo possível, apesar de serem tratamentos realmente duros para as crianças. Mas já não é bebé e tem aguentado bem. A consciência, a vontade de colaborar e a maturidade é neste momento a ideal e aproveita bem todo o seu tempo e investimento.
Há muito que ele queria fazer tratamentos em Cuba.
E eu admiro-me da sua consciência e responsabilidade. Porta-se bem, aproveita bem, as enfermeiras são suas namoradas e anda doido por gelado !
Mesmo assim é tudo muito devagarinho embora existam melhoras bastante evidentes.
Muitas vezes não me sinto tão forte quanto ele . Menino maravilhoso que me dá tanta força...
A opinião dos médicos é mais segura e consistente do que em Portugal:
- Andar ? Sim, com certeza. Continuando o trabalho, é de crer que sim.
E vai depender do seu próprio empenhamento. Mas preparam-me para ser paciente e perserverante. Ok. Como se já não soubesse o que isso é...
Por agora estou tranquila. Só terei de o "manter" nesta rota.
Nota: Foto tirada em Fevereiro ainda em Portugal

terça-feira, maio 26, 2009

Vamos para frente !!!

Já tenho contactos com alguns orgãos de comunicação social !!!
Interessaram-se pela história e agora é seguir em frente !!! Mesmo assim continuem a mandar-me sugestões que fico eternamente agradecida.
Vamos então tentar saber porque ignora o Hospital Nossa Senhora do Rosário (porque ainda nada comunicou), as necessidades de um menino tão especial como o JP ?
Sim, porque o dinheiro acabar no momento logo a seguir que o recebem, durante 3 anos seguidos não ....não dá para acreditar. Se assim fosse, muito terá de mudar neste país ! Urgentemente.
Esqueçam estádios, TGVs e pontes. Primeiro percebam que temos de gastar dinheiro em manter a nossa saúde e dignidade pessoal.
Mas sei que não é isso.
Supostamente acredito que tem a ver com o facto de eu ser licenciada. Nunca olharam para o IRS, mas como tenho um curso...acham que posso. Acham mal...infelizmente.

Por algum motivo

Nao estou a receber comentarios ao post anterior que sei que foram deixados...
So por essa razao nao sao publicados. Uma partida do blogger ?
A quem ja aconteceu e porque?

Logo neste post anterior que e TAO importante para nos, ter feed back !!! Quem me anda a boicotar ???? lol
Quem tiver algo a dizer importante sobre o asunto abaixo, peço que repita, neste post, por favor. É mesmo muito importante para nós. Sorry !!!

terça-feira, maio 19, 2009

Revolta - Carta ao Hospital do Barreiro

Na semana passada o JP quase partiu um pe porque o carro de bebe esta pequenino demais para ele, que mede cerca de 1,10 m. Os terapeutas recomendam vezes sem conta que tenha um meio de transporte adequado.
A vulgar cadeira de bebe provoca um posicionamento errado que o impede de realizar com eficacia as actividades e o deforma.
Apesar dos inumeros pedidos, (2006, 2007, 2008) formulados, esta situaçao arrasta-se ha tres anos o que nos origina grandes preocupacoes e descontentamento, pois as tao desejadas melhorias tem sido em parte travadas pela ausencia do meio transporte e posicionamento adequado.
O fornecimento do pretendido meio de transporte tem sido sucessivamente protelado pela administracao do hospital do barreiro (Nossa Senhora do Rosario), facto que tem vindo a criar inevitaveis prejuizos. Foi tambem dado conhecimento a ministra da saude e IPSS em 9 de Abril de 2009. Continuamos sem resposta.

Este impasse torna-se insustentavel pelos graves prejuizos para o JP gerando ainda um quadro de angustia no seio da nossa familia .
Viemos a Cuba porque amigos nos ajudaram e o estado nao paga infelizmente estes custos.

Vivemos exclusivamente do fruto do nosso trabalho. Em 11 anos de trabalho nunca estive de baixa (gracas a Deus nao precisei e quando tinha de faltar punha ferias ) e nunca estive desempregada. Sempre cumpri as obrigações legais que me são impostas.

Porque nao fornecem ao meu filho o que legalmente tem direito ?

Porque nos ignoram ?

Porque nos desprezam ?

Este ano, a semelhança do que aconteceu em anos anteriores, foi requerido o fornecimento da cadeira, sem que ate a data nos tivesse sido comunicado o despacho objecto da nossa pretensao.
Apesar dos sucessivos apelos de solidariedade social e de compreensao feitos ao Hospital do Barreiro (Nossa Senhora do Rosario) sobre a nossa ansiedade de pais continuamos a assistir,
impotentes, sem resposta e sem o apoio desejado para esta situação que nao desejamos a ninguem.
Faremos chegar a carta que enviada a administracao do Hospital de Nossa Senhora do Rosario, (a ministra e ainda ao IPSS) a todos os meios de comunicacao social que se interessem . Estou triste, revoltada com esta situacao. Feliz por o meu filho estar a melhorar, mas triste com o que nao muda. So contamos com a ajuda dos amigos, que muito nos alegra, porem o estado tambem tem obrigacoes. Nao somos so nos ! Não acham ?


Ao que temos direito, nao abdicamos. Porque tenho de estar a implorar ?
Para que pago os meus impostos ? Para que pago a segurança social ?
PS: Quem tem contactos na comunicacao social ? O meu marido e jornalista mas nao queria ir por essa via...aceito tudo e todas as dicas. Tenho de divulgar e fazer MUITO BARULHO !!! Vao conhecer um nova faceta desta grilinha que está mesmo chateada.

quinta-feira, maio 07, 2009

Havana

Faz quase um mes que aqui estamos. A adaptacao nao podia ter sido melhor. O JP foi elogiado pelos medicos e terapeutas pela sua capacidade de integracao, simpatia e motivacao. De vez em quando as saudades do pai e da familia falam mais alto e tem alguns minutos de choro pelo final do dia. Falo com ele e sossego-lhe o coracao.
Vivo uma experiencia como nunca tinha pensado ter. Amigos de todo o mundo. Gente como nos, criancas maravilhosas. Historias de vidas bem mais dificeis que a nossa. Um clima de grande amizade se fortalece em cada dia. Entre os meninos e os pais.

O JP progride, ao seu ritmo. Ainda esta a ganhar resistencia, mas esta globalmente mais forte, falador e usa melhor as maos. Os medicos dizem que o ideal seria ficar os tres ciclos, pois ele e uma crianca que aparentemente aguenta a pressao e o esforco (digo vos ja que isto e um bocadinho violento para as criancas). Nao recomendaria a nenhum com menos de 4 ou 5 anos.

Nao sabemos se conseguiremos ficar. Ainda temos alguma esperanca de arranjar tempo e dinheiro.

Ele trabalha fundamentalmente de pe. Faz muitos exercicios de "incorporacion", ou seja de sentado passar a ficar de pe.

Ontem tivemos um primeiro acidente. Caiu da cama porque gatinhou tao rapido que nao tive tempo de o apanhar. Ainda nao o faz constantemente por isso, apanha-me desprevenida. Levei um ralhete dos medicos e com razao. Felizmente ele esta bem.

O tempo sempre maravilhoso. As pessoas simpaticas. O JP sempre cheio de fome. Aqui e sempre frango e arroz, arroz e frango. Omelete...e o resto e preferivel nem vir. Ele come tudo. Nao se importa e ja engordou. Talvez uns dois kilos.


Desculpem a falta de pontuacao. Aqui tem de ser assim. Saudades de saber de vos. Em breve mais noticias.