segunda-feira, outubro 06, 2008

Dias menos bons

Os primeiros sinais do Inverno chegaram e com ele trouxeram melancolia e receios.
Há agora menos euforia.
Novamente muitos receios de não ser capaz de dar conta de tudo.
De não cumprir os nossos objectivos.
A vida cada vez se complica mais.
E apesar de tentar sempre olhar para o lado do copo meio-cheio, nem sempre consigo.
Sinto-me muitas vezes só, apesar de ter bons amigos.
Sinto-me triste porque o meu menino adora um menino na escola que não tem tido interesse de brincar com ele. O menino é muito mexido e já gostou mais de estar junto do JP do que agora, o que é bem compreensível. A mamã dele já falou com ele, mas bem sei que nada disso resulta.
Esta sensação triste só desaparece quando encontro as melhores coisas da minha vida, pelo final de um dia...
Acho que às vezes precisava de um sinal.
Algo animador, que me desse outro alento.

18 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

Que seja apenas uma fase desse menino, fico a torcer para que volte a brincar com JP muito em breve
Beijos grandes

Sofia Paço disse...

"A confiança em si próprio é o primeiro segredo do êxito."
(Ralph Waldo Emerson)

Tudo vai correr bem e voltar à normalidade... tempo... é uma questão de tempo!

:o))

Kiss

Mamã sofia

Anónimo disse...

Grilinha, não fiques triste...Às vezes, os meninos, sem querer, magoam as pessoas. Outros fazem-no por mal, porque alguém os ensinou a serem assim. Mas esse menino amigo do JP não o faz por mal... Compreendo o teu coração de mãe amorosa e dedicada. Força! Melhores dias virão, acredita.
Um beijinho,
Márcia Silva

Anónimo disse...

O J.P. vai ultrapassar tudo isso faz parte do crescimento e os meninos mais mechidos costumaram ser assim não param.Á dias em que parece que não vamos conseguir fazer tudo o que queremos , mas acredita vais ter força como sempre tiveste e vais conseguir fazer tudo ,...beijocas para o J.P. e toda a família ,o Outono costuma trazer melancolia é da estação amanhã o sol vai brilhar muito e tudo é ultrapassado GRIlINHA! Força.... a Mãe da Claúdia

sil disse...

Isso acontece com todas as crianças... Ainda ontem quando fui buscar o Afonso, um amiguinho dele veio fazer-me queixas que o Afonso já não brinca com ele...perguntei ao Afonso o porquê, ao que ele me respondeu que o menino só tinha 3 anos e como ele já tem 4 só gosta de brincar com os crescidos...claro que pelo caminho vim a conversar com ele... mas os miudos são mesmo assim...
Vais ver que hoje ou amanhã o amiguinho vai brincar outra vez com ele...

E quanto a ti... claro que tens o direito de te ires abaixo...todas nós vamos e tu sendo uma mulher de coragem ainda mais tens esse direito... mas anima-te... tens um filho lindo fruto (claro do teu amor) da tua coragem...

Bjos
Sil

Isto nem parece normal, eu a tentar dar-te força...quando tens sido tu, ao ler os teus post, que por vezes me fazes ver o copo meio cheio...

Vera Raquel disse...

isso é do tempo, só pode!!
vá lá a arribar que o teu JP precisa de ânimo!!

jcas

luisa disse...

Olá Grilinha
Não fiques triste ...
Vais ver que esse menino vai brincar muito com o JP

Um beijinho para uma mãe muito especial...

Luisa

GE disse...

Com a chegada dos dias cinzentos nós ficamos assim a ver tudo menos positivo... olha para mim, na semana passada fiz um drama de todo o tamanho com o comportamento do Pedro, se calhar eu é que não estava mto bem, embora ele tenha o seu feitio dificl... isso é uma fase menos boa... logo logo o menino volta a brincar com ele.

Bjinhos

Mãe Sisa disse...

Chico Buarque escreveu:
"A vida é aquela dança
Aonde não se escolhe o par
Por isso às vezes ela cansa
E senta um pouco pra chorar"

Às vezes é mesmo imprescindível pararmos e termos capacidade de nos sentirmos tristes, revoltadas, magoadas e chorar...
Para que depois consigamos ver o Sol que desponta no horizonte.

Não escolhemos o par mas podemos controlar a dança, não achas?!?
A tua vida é prova disso.
Abraço forte

mother_24 disse...

Gaja, então?
Tás preocupada com as amizades do JP pra quê melher? Achas que ele não sabe dar conta do recado? achas? olha pra ele, ainda tens duvidas?

Tu tás é a precisar de animo, larga lá as tristezas e estrafuga os teus homes até á exaustão, os problemas mais cedo ou mais tarde resolvem-se, por isso não desconfies das tuas capacidades...
Vai passear com eles, faz um jantar especial, olha compra um bolo e festejem a chegada da chuva sei lá, mas tu não te desgraces :)

jocas grilinha de estimação

Cristina disse...

Um beijinho grande.

Cristina

Mocas disse...

Olé …

Acho que és mamã protectora como eu. O Rodrigo é mexido, mas é muito “mariquinhas” e de vez em quando “comem-lhe as papas na cabeça”. Outro dia, no parque, levou um empurrão de um menino que era metade dele e veio logo ter comigo a chorar (até me ri, tadinho …). Outras vezes vem ter comigo todo triste a dizer que este ou aquele menino fogem dele e não querem brincar com ele … enfim … pudéssemos nós guardá-los de tudo isso amiga. Mas não podemos. O crescimento vai trazer-lhes muitos dissabores que nos ultrapassam, mas também lhes vai pintar a vida com cores que nós não temos. ;)

Falo para ti e para mim, que sou mais galinha que “sei lá o quê”.

Um bj apertado e ternurento :)

Mocas

Palavras Soltas disse...

bj grd, vai correr td bem.

Anónimo disse...

Recordo muitas vezes as primeiras palavras que trocámos em que me dizias: deixa as angústias de lado, neste nosso papel não há lugar para elas! Haverá momento mais oportuno para devolver este conselho? Os nosso meninos vão crescendo. Infelizmente as suas diferenças começam de facto a fazer diferença e a serem notadas e sentidas. Qualquer coração de mãe aperta nestas situações. Mas tal como alguém disse em cima, não os podemos proteger nem esconder de todas as adversidades que surgirão mas sim e isso sempre, ajudá-los a contorná-las, ensiná-los a lidar com elas da maneira mais saudável possível para que possam, e é só isso que desejamos, sejam FELIZES! Posto isto, não conheço (sem conhecer) ninguém que desempenhe melhor esse papel do que tu e menino mais feliz que o JP. Estas nuvenzinhas negras aparecem de vez em quando...mas não deixes que te tapem por muito tempo o sol que muito brilha atrás dela.

Beijos grandes
Salomé

lobitas disse...

Minha linda vou dar-te um colinho virtual e um abracinho muito muito apertadinho e dizer-te que gosto muito de ti e o JP, e que és muito fofinha e querida.
ADORAMOS-TE
Eu sei o que sentes, na semana passada conversava com a psicologa precisamente isso e chegamos á conclusão, quer dizer ela é que disse que eu sinto-me assim porque estou sempre com o coração com muito esperança e com muita fé e acredito piamente nas melhoras, por isso é que ficamos tão magoadas em situações como essas, ou outras que sou confrontada com as limitações físicas da lobita.
MUITA força e vamos continuar a ter fé e coragem neste nosso caminho.

Grilinha disse...

A verdade é que as vossas palavras me confortam bastante. Dias são dias. Melhorou por aqui...mas ainda continua tudo incerto a muitos níveis.

Salomé: Devolver o conselho foi engraçado !

D. disse...

Olá, Olá

Primeiro quero agradecer a tua sms,e desculpa não ter respondido mas, para além do Afonsinho estar doentinho, também tive uns dias menos bons (depress mesmo) no meu caso com atitudes do meu próprio filho.

Quero dizer-te que no nosso dia a dia vamos ter que enfrentar situações em que os nossos meninos são magoados e nós ficamos magoadas e em que os nossos meninos magoam e nós somos magoadas.

Alguém disse, que os filhos não são nossos, não nos pertencem... claro que quem disse isto não tinha filhos com dificuldades e que possivelmente vão ser dependentes de nós durante toda a vida mas, é verdade, no sentido que tem que caminhar sozinhos e têm que aprender a cair e a levantar-se para seguir em frente.

Não podes, não podemos pensar como será o futuro, temos que viver o dia a dia dotando-os de educação e valores mas, garanto-te que os "nossos" filhos, vão pela vida fora surpreender-nos positiva e negativamente.

Eu sei que o tempo passa, as limitações tornam-se mais evidentes, queremos subir degraus, e não conseguimos, o tempo passa tão depressa e nós vamos tão devagar...

Mas, eu tenho mais 2 filhos e também não sei qual será o futuro deles, vão, concerteza dar-me muitas alegrias mas, vão também (como ainda agora aconteceu) desiludir-me, e ter comportamentos que eu nunca esperaria deles...

Por isso amiga, chora quando tiveres que chorar, grita quando tiveres que gritar, ri quando tiveres que rir mas, não sofras por antecipação, porque simplesmente não vale a pena...

Ah e não te esqueças que depois de um dia de chuva e frio, um novo dia volta a nascer e com ele um céu azul com um sol radioso...

Beijinhos

Mãe Frenética disse...

Querida Grilinha,

O q se passa com o teu filhote pode acontecer com qq um. Embora possas pensar q nao, qq criança pode nao ter vontade de brincar com outra...

Claro q isso é só a ponta do iceberg, não é?
Quer dizer, noutra altura nem darias tanta importancia nem sofrerias tanto com isso, penso eu...

Sabes, estas chuvas trazem tristezas a todos.
O q vale é q sabemos a unica coisa certa do mundo actual: depois da chuva vem sempre o sol. Pode demorar mais tempo, mas esse é certo q acab sempre por chegar!

Beijos