terça-feira, maio 19, 2009

Revolta - Carta ao Hospital do Barreiro

Na semana passada o JP quase partiu um pe porque o carro de bebe esta pequenino demais para ele, que mede cerca de 1,10 m. Os terapeutas recomendam vezes sem conta que tenha um meio de transporte adequado.
A vulgar cadeira de bebe provoca um posicionamento errado que o impede de realizar com eficacia as actividades e o deforma.
Apesar dos inumeros pedidos, (2006, 2007, 2008) formulados, esta situaçao arrasta-se ha tres anos o que nos origina grandes preocupacoes e descontentamento, pois as tao desejadas melhorias tem sido em parte travadas pela ausencia do meio transporte e posicionamento adequado.
O fornecimento do pretendido meio de transporte tem sido sucessivamente protelado pela administracao do hospital do barreiro (Nossa Senhora do Rosario), facto que tem vindo a criar inevitaveis prejuizos. Foi tambem dado conhecimento a ministra da saude e IPSS em 9 de Abril de 2009. Continuamos sem resposta.

Este impasse torna-se insustentavel pelos graves prejuizos para o JP gerando ainda um quadro de angustia no seio da nossa familia .
Viemos a Cuba porque amigos nos ajudaram e o estado nao paga infelizmente estes custos.

Vivemos exclusivamente do fruto do nosso trabalho. Em 11 anos de trabalho nunca estive de baixa (gracas a Deus nao precisei e quando tinha de faltar punha ferias ) e nunca estive desempregada. Sempre cumpri as obrigações legais que me são impostas.

Porque nao fornecem ao meu filho o que legalmente tem direito ?

Porque nos ignoram ?

Porque nos desprezam ?

Este ano, a semelhança do que aconteceu em anos anteriores, foi requerido o fornecimento da cadeira, sem que ate a data nos tivesse sido comunicado o despacho objecto da nossa pretensao.
Apesar dos sucessivos apelos de solidariedade social e de compreensao feitos ao Hospital do Barreiro (Nossa Senhora do Rosario) sobre a nossa ansiedade de pais continuamos a assistir,
impotentes, sem resposta e sem o apoio desejado para esta situação que nao desejamos a ninguem.
Faremos chegar a carta que enviada a administracao do Hospital de Nossa Senhora do Rosario, (a ministra e ainda ao IPSS) a todos os meios de comunicacao social que se interessem . Estou triste, revoltada com esta situacao. Feliz por o meu filho estar a melhorar, mas triste com o que nao muda. So contamos com a ajuda dos amigos, que muito nos alegra, porem o estado tambem tem obrigacoes. Nao somos so nos ! Não acham ?


Ao que temos direito, nao abdicamos. Porque tenho de estar a implorar ?
Para que pago os meus impostos ? Para que pago a segurança social ?
PS: Quem tem contactos na comunicacao social ? O meu marido e jornalista mas nao queria ir por essa via...aceito tudo e todas as dicas. Tenho de divulgar e fazer MUITO BARULHO !!! Vao conhecer um nova faceta desta grilinha que está mesmo chateada.

18 comentários:

Maria disse...

Neste País não podemos ser Portuguêses!
Acredita "G" que estou tão revoltada como tu, nem tenho comentário, sem palavras!

Força que tudo irá correr bem.
Beij. com muito carinho.
:) Maria

Magnólia disse...

Amiga,
Devias era ir à SIC, contar o que se passa. Àquele programa da Fátima Lopes.

Beijinhos!
Joana

Estranha pessoa esta disse...

Espero que consiga tudo o que sonha para o JP.

As suas palavras são a força vida do amor puro e desprendido. Merecem tudo de bom e de verdadeiramente bonito.

Um abraço grande.

Dina disse...

Olá, olá

Quando tivemos necessidade de comprar o standing frame para o Afonsinho, recorremos a uma empresa que o comprou ao abrigo da lei do mecenato e o ofereceu.

Obviamente que não deviamos ter que recorrer à ajuda de particulares e devia ser o estado e os nossos impostos a financiar estas situações mas, como os nossos meninos não podem esperar, tenta recorrer a uma empresa privada, vais, de certeza, conseguir ajuda.

Espero que tudo esteja a correr bem com o JP.

Força, a seguir a este periodo mais dificil, tudo vai melhorar e o sol vai sorrir...

Beijinhos

mother_24 disse...

Oh miga este nosso pais pá porra não há meio de fazer alguma coisa de jeito... tu reclama, vai á tv, faz trinta por uma linha, mas esta ministra tem de saber ouvir!

Força sabes que podes contar conosco que te lemos!

jocas grilinha de estimação

p.s. o Jp está um menino grandão e lindo :)

lobitas disse...

Pois é a situação mais frequente e é de uma revolta enorma.
Vou encaminhar-te o novo DcL 93/2009 em que vem legislar o que só estava em decretos e basicamente vem dizer5 que todas as pessoas com deficiencia têm direito a 100% dos produtos de apoio (antigas ajudas técnicas), e tem que ser tudo pago num prazo máximo de 3 anos, o que acontece é que as seguranças sociais tentam fazer acordos com as pessoas, tipo a segurança social pagar uma parte e os utentes outra, mas isto é ilegal e as pessoas não devem aceitar e exigir o pagamento da totalidade.
Alguma coisa dispõe.
Tudo de bom
As lobitas

Anónimo disse...

Bom dia a todos :)

Estamos muito Contentes pelos progessos do JP e mt mt mt tristes pq infelizmente estas situações continuam a arrastar-se indefinidamente e as pessoas não têm os seus direitos assegurados.
Não me quero alongar mas espero que possamos remediar a situação, se a cadeira que temos der para o JP... Só quando voltarem podemos experimentar.. mas até lá Bons Progressos e Bom Trabalho, com muitas Saudades

Inês fe

Margarida disse...

É muito revoltante!!!
Concordo com o "barulho" e "pó" que penses fazer! Em tempos tinha falado com a Isabel sobre falarmos no caso do JP ao programa Fátima Lopes, tenho um contacto por lá, mas ele disse-me que não te querias expor, nem expor o JP dessa forma.
Se quiseres essa ajuda da minha parte, sabes onde me econtrar, farei tudo ao meu alcance para te ajudar.
Beijinhos grandes e continuação de progressos.

Gi disse...

Infelizmente a maneira mais fácil de obter as coisas é denunciando, é triste que assim seja, mas parece que assim funciona melhor.
Vai em frente, porque o JP tem direitos e vais conseguir, assim espero.

Palavras Soltas disse...

Este pais tem td de bom para quem vem de fora, para os jogadores da bola, para os politicos, para esses sacanas filhos da p..... que não sabem fazer nada a não ser pôr o pobre cada vez mais pobre.
E para quem precisa, para quem luta todos os dias por uma vida melhor, este pais infleizmente não se preeocupa e tapa o sol com a peneira.
É triste mas é o pais que temos.
Vai em frente, luta, és uma lutadora.
Força.

bj grd

Helena disse...

É de facto muito revoltante e triste.
Por outro lado, fico muito feliz com os progressos do seu menino.
um beijinho

Tita disse...

Muita força para vós!
Bjs grandes

Beta (Dokas) disse...

Minha querida
Infelizmente é esta a realidade em que vivemos, enfim...
Espero que tudo V/ esteja a correr bem por aí e que o JP esteja gostar
Beijos
Beta & Beatriz

ClaudiaMG disse...

Olá amiga

Situações como esta são mesmo muito revoltantes, a única coisa que te posso dizer neste momento é que te desejo força para mais uma luta que irás travar com o nosso Estado.
Expor a situação? Porque não? Não é assim que se consegue algo no nosso País????
Um conselho, escreve uma carta anexando toda a troca de correspondência, nomeando a legislação em vigor e começa a espalhar a carta, em blogues, em sites, envia para todos os sitios que conheças (Associações, Centros, etc), aproveita e envia também para a Assembleia da Républica, para todos os Blocos Partidários.

Beijinhos

P.S.: Se precisares de mais alguma ajuda, diz qualquer coisa

Vanessa disse...

Linda, o meu irmão recebeu a dele do Centro de PC da Calouste Gulbenkien. A minha mãe sugere que peças uma avaliação no Centro da Gulbenkien.
A minha mãe ainda tem uma que já não está a uso. Ainda temos uma que já não estamos a usar.
Se te puder ajudar em mais alguma coisa, avisa.
Beijocas

Fernanda Ferreira disse...

Amiga e J.P.

Coragem e força... não desistam nunca, há gente neste país com coração e disposta a ajudar.

Diga-me como melhor a posso ajudar, por favor. Quero apoiar de forma eficaz.

Beijinhos e um grande xi-coração para o J.P.

Fernanda Ferreira

Anónimo disse...

Olha a forma como a Cláudia tratou o caso do Gui não ter IP foi eficaz. Na minha opinião essa é a atitude que devemos seguir, se ela tinha direito à IP espalhou por todo o lado que tinha um direito que não lhe estava a ser dado com prejuízo do seu filho.
Com isso ela conseguiu o que tinha direito e deu mais um passo para que no futuro as pessoas nas mesmas situações não tenham que passar pelo mesmo.

Infelizmente entre os nossos governantes em geral, não há ninguém que pense a longo prazo e que entenda que dando apoio às crianças que dele necessitam estão não só a ajudar essas crianças em particular mas também a ajudar a sociedade no futuro. Porque ajudando-as enquanto crianças vão ajuda-las a tornar-se úteis à sociedade mais tarde. Mas eles entendem que se sair no telejornal uma noticia ou se for colocada essa questão na assembleia da republica isso dá menos votos e então tentam resolver os problemas.

Enfim isto tudo para dizer que acho que se tentares mandar a tal carta aos grupos parlamentares e vários partidos políticos e espalhares a carta por todo o lado, internet incluído, eles vão querer resolver o problema, e se todas as pessoas com esse problema fizessem isso eles iam ter mais cuidado.

boa sorte
Cristina
http://blogs.clubedospais.pt/ccsantos

InêsN disse...

e porque não fazerem uma carta de protesto que seja colocada aqui no blog para que todas as pessoas que por aqui passam a enviem para o Hospital e Ministério da Saude? Acredito que se receberem umas centenas de cartas a coisa avance com um bocadinho mais de celeridade...

um beijinho, força!!