terça-feira, julho 27, 2010

Fim de um ciclo

Quinta feira passada- aplicação do Botox nas perninhas. Nota-se neste momento mais relaxamento. Correu tudo bem. Prontinho para ser trabalhado, para alongar e relaxar...
Quando encerro ciclos, fico quase sempre com uma boa sensação. Neste momento passo pela excepção que normalmente confirma uma regra...
O JP frequenta a última semana do colégio.
Depois "férias" ou melhor, muito trabalhinho. Em Setembro, novas alterações no nosso dia a dia, com entrada na nova escolinha.
Tento manter-me optimista sobre o futuro, mas há sempre aqui uma ou outra lágrima prontinha a saltar ao menor pretexto...

Na semana que vem, espera-nos uma nova e grande aventura.
Queremos trazer um JP mais forte, motivado e feliz. Aqui registarei todos os acontecimentos interessantes no nosso dia a dia.
A todos quanto ajudaram o nosso eterno agradecimento...


sábado, julho 17, 2010

Uma nova forma de comunicar muito sofisticada

O JP sabe que o Sábado é dia de ir à avó. Há pouco fui surpreendida por uma nova e sofisticada forma de comunicar, que já há muito vinha a ser iniciada por iniciativa do próprio JP...soletrar letras até escrever a palavra pretendida. Hoje soletrou "AVÓ MARIA". Não o fez no computador. Fez, ditando para mim...com o meu varrimento.

Não o acho um génio por saber fazê-lo. Afinal já fará 6 anos em Dezembro. No fundo nem precisava que o fizesse para saber que já era capaz de o fazer, mas é bem melhor ter a certeza.

sexta-feira, julho 16, 2010

Paz

Hoje estou bem e feliz como há muito não me lembro. Se o meu estado de humor está ligado ao do JP com um cordão umbilical ainda muito estreito, então, estas 3 semaninhas de praia com a escolinha fizeram-lhe bem e consequentemente a mim também.

Anda com atitudes e posturas melhores, cheias de força, muito bem disposto e novamente a mostrar sinais de motivação.
Está neste momento a brincar em 2 pontos à beirinha do sofá e a mexer no telemóvel da mãe.
O Relax é importante para todos. Ele mostra que está a recuperar de um ano cansativo como todos.
Eu respiro fundo. Cds quase todos vendidos. Uma multidão de amigos a apoiarem-nos e sentimo-nos muito gratos e acarinhados. O JP tem a sua música a "subir-lhe à cabeça" e continua a querer ouvi-la em looping...
Respiro a brisa nocturna, respiro fundo e abençoo vida...como ela é.



sexta-feira, julho 09, 2010

As pedrinhas e os pedregulhos do meu castelo

Estou a passar por uma fase menos boa. Sei que vem agora um período em que estaremos os três mais juntos e tudo melhorará. As esperanças não são como as de outros tempos e tudo se reflecte no JP. Sinto que esta disposição tem vindo a afectar todos os seus progressos. No outro dia disse "Basta" e adoptei uma atitude antiga, de treinadora com muita garra. Notei logo grandes diferenças. Mesmo que não pareça, ele precisa da minha constante alegria.
Mas ela não aparece do nada. E tudo se conjuga para eu estar muito sensível.
Ou porque me dificultam a compra dos bilhetes de avião por causa da cadeira do JP, ou porque simplesmente os pequenos obstáculos e pedrinhas de outrora , assemelham-se agora a grandes pedregulhos.
Quero continuar a ser forte e hei-de conseguir.
Consegui atingir o patamar de boa saúde física, o que é óptimo...
Vem a seguir o da boa saúde psíquica e depois tudo o resto espero que se componha rápido...

quinta-feira, julho 01, 2010

FAZENDO EM CADA DIA A INCLUSÃO

Todos nós sabemos que as crianças podem ser cruéis na sua sinceridade. Mas não me tenho deparado com muitas situações assim. Pelo contrário. Quanto mais crescem, mais sensatez noto e grande capacidade de se entusiasmarem e interagirem com o JP.

No fim de semana passado, numa festa de uma escola, conhecemos um grupinho de meninos que em minutos aprenderam a comunicar com o caderno do JP e que me pediram para levar o JP a passearem com eles. Não tiveram medo nem estranheza...tinham outro menino assim na escolinha.

Como o recinto era fechado, lá deixei ele sair debaixo da minha asa. Fiz prometer que o trariam se ele por algum motivo choramingasse. Pois não o vi tão cedo. Vieram ter comigo só para dizer que iam ver um teatrinho com ele noutra zona da festa.
E o JP muito feliz e contente. Em tudo igual a um menino da sua idade, mesmo com as suas limitações motoras e comunicativas.


Hoje fomos mostrar à Médica o audiograma e outros exames dos ouvidos (felizmente está tudo 5 estrelas) e na sala de espera encontramos outras crianças. O JP segue quase sempre os nossos rituais com elas e com adultos:
- Olá
- Como te chamas ?
- Quantos anos tens ?

e depois vai dando respostas às conversas que se fazem e sempre utilizando adequadamente a comunicação.
Se quer muito algo, repete como todos os meninos, 30 vezes o tópico até levar a água ao seu moinho. Aqui é uma verdadeira melga ...
Hoje um menino com os seus 10 anos conversou com ele e no fim disse-lhe que tinha gostado muito de o conhecer e que ele era muito esperto !!!
Ele fez o maior dos sorrisos (quem não gosta de um elogio?). Gosto de o sentir feliz e realizado.