quarta-feira, maio 25, 2011

De pequenino se traça o crescido

Volta e meia leio registos antigos e é incrível como tudo aquilo que o JP transmitia com a idade de 16 / 18 meses é ainda o que o caracteriza.
Teimosia. Força de vontade. Perspicácia. Boa disposição.
A única coisa que revela mais agora do que antes é a capacidade de mostrar a quem ele gosta, os seus sentimentos e de exteriorizar gostos. Também é muito mais decidido. Sabe muito bem o que quer e raramente hesita. Ao mesmo tempo tem a humildade de pedir "desculpa" se errou. E fá-lo espontaneamente.
Diz agora com frequência que tem saudades  e que adora o pai, a mãe,  ir nadar...e mostra realmente que assim é.
A mãe está há 2 semanas quase imobilizada por causa de uma lesão na rótula e ele revela estar muito preocupado ( e eu também). Para além disso, amiúde surgem alguns problemas mais e só me vêm relembrar como a vida é bela e que temos de a aproveitar mesmo com condições realmente adversas.
O puto continua por fases. Agora tem algumas pancadas e durante algum tempo só fala disso. Aniversários, bebés, etc.
Um temperamento um bocadinho obsessivo. Mas acho que é tudo da idade.
Preocupa-me ele aperceber-se de quem gosta realmente dele de uma forma tão simples e intuitiva. É que depois mostra clara preferência por essas pessoas, magoando e alimentando o fosso dos que não lhes ligam tanto.
Esta manhã veio com uma conversa estranha que queria voltar para a antiga escola dele. Já tinha mostrado que tinha saudades e já lhe tinha prometido que faríamos uma visita. Depois conversámos e juntos reflectimos como todos que estavam agora com ele também gostavam dele e como ele também gostava dessas pessoas. Ficou mais aliviado. 
Mas eu continuo com imenso receio do ano que vem. Não pelas capacidades do JP. Estou muito tranquila sobre isso, mas por todos os obstáculos que virão e que teremos de derrubar. 
Já um destes dias o JP não pôde ir a uma visita de estudo por não ter auxiliar que o acompanhasse. Não consegui arranjar quem o pudesse fazer, porque não é fácil e a tristeza dele partiu-me o coração.
Por outro lado sei que estarei aqui para o que der e vier e para incomodar quem for caso disso. 

3 comentários:

Helena Barreta disse...

Um abraço muito apertadinho para todos.

As sua melhoras.

Beijinhos

Maria disse...

:-)

Beijosssssssssssssssss

Maria disse...

:-)

Beijosssssssssssssssss