domingo, janeiro 04, 2015

A realidade de uma criança que nunca andou...


Está descrito na psicologia todas as fases que os pais de crianças especiais atravessam.

Elas não são regra, nem são estanques entre umas e outras. 

A verdade é que a aceitação sempre esteve mais ou menos presente mas tudo fazia para a mudar a realidade que tinha, por isso não era obviamente genuína.
Sonhei tanto vir a ter um menino que andaria, com dificuldades mas que seria "autónomo". 
Para lhe dar mais hipóteses de não ter tantas limitações.
Isso não vai acontecer.
Eu só tenho de dar graças pelo que tenho. Um menino de sorriso maravilhoso. 
Que apesar de todas as dificuldades, consegue se expressar, consegue aprender. 
Um menino que tem um grande coração. Sabe amar e adora ser amado. 
Ele anda feliz. A felicidade para ele não é andar pelas perninhas dele. 
É ter esta cadeira e poder andar todos os dias nela. 

Eu de o ver feliz, só tenho de pensar que isto tem de me bastar para estar feliz. Complicar para quê ?




Sem comentários: