segunda-feira, novembro 17, 2008

Há dias em que o copo está definitivamente meio-vazio

A minha vida tem sido uma montanha russa de emoções.

Já é difícil gerir todo este turbilhão de pensamentos...e por vezes tenho a sensação de que tudo se conjuga para não nos ajudar.
Neste momento só quero uma vida pacata, normal e monótona...
Não quero o bem para mim, nunca foi para mim.

Quero-o para o meu filho.

Quero tanto poder dar-lhe alguma qualidade de vida.

Por regra não gosto nada de lamentações e desabafos, mas por vezes é mesmo muito difícil esquecer que há um copinho meio-vazio...
Não estou a conseguir dominar toda a situação. Nunca consegui, mas começa a piorar. Por vezes não sei se fiz as escolhas certas e ponho tudo em causa. As inevitáveis mudanças naturalmente destabilizam-me. Fico à deriva.

Entre as surpresas menos boas, sempre surgem outras perspectivas mais optimistas, mas mesmo assim este não deixa de ser um daqueles dias muito difíceis...
Preciso mesmo de mais um sinal positivo !!!

10 comentários:

sorrisos da minha alma disse...

Caminha com positividade em teu pensamento. Pensamento positivo traz-nos coisas boas.
Confia!
Bjs grandes

Anónimo disse...

Mãe Grilinha!

Tente desabafar mais vezes, pois mesmo que isso não resolva, alivia.
Não tenho palavras para a confortar, somente um pequeno gesto de uma amiga para dizer-lhe: FORÇA! Eu estou a torcer por vocês, para que realizem tudo aquilo que desejam.
Beijinhos, Zita.

Anónimo disse...

Então priminha, que desalento é esse?!...
Eu não faço ideia o que é um dia mau para ti, porque os teus desafios são bens maiores que os meus.. Na verdade ao pé de ti, sinto-me pequenina, porque tu és GRANDE!
Apenas sei que as grandes pessoas também têm direito a fraquejar, porque é isso que nos torna, a todos, mais humanos!
Tu dás bem mais do que aquilo que recebes, mas todos nós nascemos não só para dar, mas também para receber, sem essa necessidade seriamos frios e insensíveis...
Apenas posso te mandar, de bem longe, todo o meu amor imenso, carinho e admiração, que não só eu mas todas as tuas primas da familía da tua mãe, sentimos por ti!
Um grande grande beijinho para ti

PS Não te chamo de ninfa, porque senão ainda era acusada de ser gay!

Ana - www.nascerprematuro.org disse...

sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
sinal positivo aparece rápido!
vezes um milhão...
aparece, sim? rapidinho!!!!
bjs valentes,
Ana
www.nascerprematuro.org

Cristina disse...

Então, e o copo meio cheio?
Há sempre dias piores...

Bjo grande

Cristina

Mocas disse...

um bj amiga.

porque não sei mesmo o que dizer, a não ser que os dias menos bons são normais. mas compreendo-te.

muita força. o sol vai brilhar!

D. disse...

Olá, olá

Sempre te achei corajosa e lutadora mas, hoje ainda te dou mais valor.

Conseguir admitir para nós próprias que por vezes nos desesperamos, que temos vontade que tudo não passe de um sonho, que temos vontade pura e simplesmente de desaparecer, de ficar quietinhas, sossegadinhas, no nosso canto, em silêncio... já é muito dificil e muito corajoso, quanto mais admitir para os outros...

O meu melhor conselho: DESABAFA, FALA, CHORA, GRITA... limpa a alma.

Eu, sei e sinto as tuas palavras, sei como doem, como são sentidas, como os dias passam, tão rápido, a alta velocidade e nós caminhamos tããão devagar, todos os dias é mais uma luta, mais um problema, mais um obstáculo...

Eu amiga, SEI!!!

Mas, também sei que a seguir voltamos a respirar fundo, profundamente, tão profundamente que o amor invade os nossos pulmões, se tranforma no ar que respiramos, olhamos para um sorriso dos nossos meninos, para uma palavra mal pronunciada, para uma mão que cabe pequenina, macia e doce na nossa e voltamos a encher-nos de CORAGEM para lutar e enfrentar tudo e todos...

Beijinhos cheios de força, coragem e muita, muita energia positiva e um abraço apertado, muito apertado...

ClaudiaMG disse...

Olá minha "mãe coragem", se existe pessoa cheia de força e cheia de coragem és tu. Se existe alguém preocupada com o futuro do JP e dedicada com ele és tu.
Agora ninguém é de ferro, nem tu nem ninguém e por isso não faz mal demonstrar que nem todos os dias são felizes, que nem todos os dias são excelentes e maravilhosos. No entanto eu sei que tu irás ver esse sinal, que de momento não encontras, sei que vais ver que tudo o que estás a fazer é o certo e o correcto, porque tu melhor que ninguém enquanto mãe do JP sabes que estás no caminho certo.
Nada melhor que o sorriso dos nossos filhos para nos darem forças e alento para continuarmos na nossa caminhada.

Um grande beijinho carregado de muita energia positiva.

Anónimo disse...

Há dias assim em que as coisas nos parecem todas más... Estranho seria que não te sentisses assim de vez em quando. As escolhas? foram certas ou erradas? Foram as TUAS escolhas, não há escolhas certas, nem escolhas erradas pois na vida real nunca podemos saber o que tinha acontecido se tivéssemos optado por outra opção.
Não me lembro do nome do filme, mas uma vez vi um filme em que uma mulher por uma escolha insignificante que fez perdeu o metro para ir para casa mais cedo, tudo parecia correr mal nesse dia, mas em paralelo via-se o mesmo filme em que ela tinha tomado a opção contrária tinha apanhado o metro e tinha chegado mais cedo a casa. Numa das opções acontecem coisas que lhe mudam a vida toda (divorcia-se por exemplo porque ao chegar mais cedo encontrou o marido com outra). São duas histórias completamente diferentes, a vida dela seria totalmente diferente só porque ela tomou a decisão de apanhar o metro. Mas a "moral" que eu tirei do filme é que nenhuma das opções era a correcta, eram diferentes e tiveram consequências diferentes... mas como teria sido se tivesses tomado outras opções? seria talvez diferente (só isso) não sabes se para melhor se para pior ou (o mais provável) não seria nem melhor nem pior. Por isso acho que nunca te deves arrepender, lamentar ou pensar se tomaste as decisões correctas, foram as TUAS decisões, a pensar no melhor para o JP, e isso faz delas as melhores decisões do mundo.

Muitos beijinhos
Cristina
http://blogs.clubedospais.pt/ccsantos

Maria disse...

A partir da altura que nos tornamos mães estamos sempre em dúvida conosco com nossas decisões, com as nossas escolhas para os nossos filhos,quer eles sejam "ditos normais que já não sei bem o que é" quer eles sejam especiais ás vezes minha quiducha temos um bébé dito normal,e aos 3,4,5,e por ai foram passamos a telos especiais,e as dúvidas são sempre iguais em qualquer fase da vida deles vai haver sempre imensas dúvidas!Mas a vida tem coisas giras,resta-nos a nós tirar partido delas umas vezes melhor outras pior assim vamos avançado caíde hoje,levantando amanhã equando te disserem que é tudo rosas não acredites,as rosas são lindas mas também têm muitos ispinhos.QUe quando leres este post.já um Sol enorme e brilhante brilho no teu coração. Beij. muitos com Carinho.