sexta-feira, outubro 31, 2008

Pensamentos

Toca o despertador. Mais um dia de correria.
Olho para o pequenino adormecido e só penso que este miúdo tão pequenino trabalha mais que muitos adultos.
Tão cedo se levanta, tanto se esforça, para conseguir o que para todos os outros é oferecido. E ainda está tão longe...
Mas sei que o fazemos é o que tem de ser feito.
Como poderei baixar os braços e dizer-lhe que não pense na bicicleta que nunca andará nela?
Não. Não consigo.
É cansativo, mas feito com muito amor.
Ele fica feliz de se ver a fazer coisas novas. E nós mais ainda.
Tenho de estar ao lado dele. Puxando por ele.
Dando-lhe confiança...sendo a sua Mãe.
Depois chega o fim de semana. E fazemos coisas divertidas que todas as crianças fazem.
É um menino apaixonante. O meu querido JP.

Já temos saudades !

Seja qual for a tua decisão, ficarás no nosso coração para sempre...e estaremos sempre gratos pela luz que trouxeste ao nosso caminho.

Ti quieremos mucho !
Queriamos ter a tua companhia para sempre, mas se não for possível, então que sejas muito feliz !!!

quarta-feira, outubro 29, 2008

Doi-me pensar

Doi-me lembrar-me que houve pessoas que se "afastaram" de nós...não por mal, mas na verdade nem sei explicar porquê e talvez seja isso que mais me faz doer !
Como eu olho sempre para a parte meio-cheia do copo: Houve outras, bem mais maravilhosas, que em vez de se afastarem, pelo contrário, aproximaram-se !
E valeu bem a troca !!!

Nunca estamos bem...

Apesar da correria e da azáfama constante, das lamentações da falta de tempo de lazer e de estar com os amigos...eu sei que estamos bem.
Estamos novamente num possível ponto de viragem das nossas vidas.
E agora sei: estávamos lindamente !!!
Não queremos mexer em nada. Queremos que tudo continue exactamente como está !
Não depende desta vez de nós. Por isso resta-nos aguardar.
Torcemos que tudo se mantenha como até aqui. E que todos sejamos felizes.

domingo, outubro 26, 2008

Aniversário e Fim-de-semana

Na passada sexta-feira, apesar de ser o aniversário aqui da mamã-grilinha, pensámos em ir à hipoterapia e passear um pouco depois.

Nós gostamos muito daqueles fins de tarde na quinta e picadeiro. É sempre uma maravilhosa forma de iniciar o fim-de-semana em família.
Afinal o trânsito ditou uma alteração de planos. Acabámos por optar por um jantar familiar.
A Vovó do JP acompanhou-nos ao Rodízio e o miúdo estava vibrante com tudo.
Isto de aniversários fascina o meu pequenino.
Não havia carne que ele não quisesse experimentar. O empregado estava embasbacado ( é que até aos 6 não pagam ! ;-) ).
Depois começou a música e eu estava receosa que estivesse muito alto e ele ficasse incomodado. Mas não.
Como sempre, louco por música. Puxava-me insistentemente para ir junto do Mini-Palco.
Num instante Aquele-Sr-muito-simpático-que-tocava-e-cantava começou a dar troco ao JP e foi uma alegria ver a interacção entre os dois. E ainda tive direito ao "Parabéns a Você" .
No fim todos pediam para voltarmos depressa. Acredito que pela alegria do JP e não por nós.


Sábado e Domingo, não tivemos terapias. Precisávamos mesmo de uma pausa.
Mas tivemos os passeios à beira-rio na nossa bonita terra, visita ao parque e o já habitual rebolar na relva.
Se o JP vê uma bicicleta, fica doido: quer uma.
E se fico triste por estar a anos-luz dessa fase (sem as certezas de lá chegarmos), por outro fico confiante.

Um dia, um fim-de-semana, uma semana de cada vez e devagarinho tudo de compõe...

Este miminho foi-me oferecido pelas minhas amigas Cláudia, Mãe Sisa e D.
Obrigada.
O vencedor recebe o prémio e deverá colocá-lo no seu Blog;
Deveremos fazer referência à pessoa que nos endereçou;
Enviar o mesmo prémio para 7 pessoas cujos os Blogues nos inspiram;
Deixar um comentário nos Blogues que selecionamos, para que a pessoa saiba que foi presenteada e quem a presenteou.
Os meus Blogues de Inspiração:

Baunilha e Chocolate
O Principezinho
Águas Furtadas
Partilhar Ombro amigo
Lobitas
Anjo da Luz
Viver Devagar


Vocês enriquecem a blogoesfera !!!
Existem outros que já não passo sem espreitar, mas só pude escolher 7. :-(

sexta-feira, outubro 24, 2008

Hoje sou bebé !!!


Faz 35 aninhos que despertava para a vida...

E que saudades de ser criança !!!

Mas se o fosse não tinha sido presenteada com um inesperado telefonema da minha sobrinha de 8 aninhos, logo cedinho, ainda o sol despertava, desejando um super-dia à super-tia e muito menos ouviria as gargalhadas do JP...mesmo ensonado e acordado à força pelas 7 da manhã.
Logo, forçosamente , terei de arranjar 2 velinhas para apagar, pois não há nada que entusiame mais o JP que ouvir cantar os parabéns e todas as coisas associadas a este ritual de fazer aninhos...


e também porque hoje me apetece ser MUITO infantil e mimada (pois também temos direito, não?) !!!

terça-feira, outubro 21, 2008

Acolchoados de Amor

Recebemos a nossa !
O tema é o Ruca e o JP ficou eufórico. Os bordados estão lindos, feitos com muita ternura, para dar um miminho aos meninos e meninas muito especiais.

Se o objectivo é fazerem sorrir uma criança, não podiam ter sido melhor sucedidos.

Obrigado, Acolchoados de Amor.

quinta-feira, outubro 16, 2008

Exercícios novos - É o JP que escreve


Hoje tanto na fisioterapia como na Comunicação Aumentativa portei-me 5 estrelas.
Estou a ficar crescidote e não me apetece arreliar o pessoal por tudo e por nada.

Gosto de ver a minha mãe babada e faço um esforço por me portar melhor.

Na fisioterapia fiz um exercício novo, "muito mais à frente".
Colocar-me em 2 pontos (de joelhos de rabo levantado) sem ajuda das mãos ! Fiz várias séries sem grande dificuldade.
Depois disto, já não quis fazer o mais fácil !

Na comunicação aumentativa expressei o meu desagrado por não ter nenhum "JEEP", pois eu sou fã de veículos todo o terreno motorizados e a minha mãe ainda não adquiriu nenhum exemplar para eu brincar.
Também disse que tenho camiões, tractores e comboios, mas Jeeps mesmo que eu gosto, Népia.

Mamã, espero que tenhas entendido a dica. ;-)

Assinado: JP

Actividades Desportivas Adaptadas- Margem sul

Participaremos mais uma vez...sempre activos, sempre em convívio .

Obrigado por organizarem eventos tão divertidos e estimulantes.


segunda-feira, outubro 13, 2008

Pequenas coisas que aprendi

Volta e meia faço um balanço do que foram estes tempos de maternidade de uma criança muito especial.
Há 3 anos e 10 meses não fazia ideia do que me reservava o futuro. Hoje já sei parte desse futuro, porque já aconteceu.
  • Os primeiros meses de vida, apesar de um bocado deprimida, estava muito apaixonada pelo meu bebé e isso foi fundamental para nós criarmos uma relação muito forte. Uma relação que lhe permitiu desenvolver-se em segurança.
  • Eu olhava para o meu bebé de ar perfeitinho e pedia a Deus que ele me viesse a "entender". Graças a Deus, entende tudo. Por vezes até demais.
  • Não sabia se viria a falar. Ainda não se pode dizer que o faça, mas chama pela mãe, pelo pai, pelos Avós, pede água, pão, diz sim e não, diz o nome dos animais e pede o que lhe interessa (só não é muito perceptível) e faz um esforço para repetir quando lhe pedimos (mesmo que seja difícil). Quando menos esperamos faz pequeninas frases. Mas também há dias que parece que o gato engoliu a língua e não fala quase nada.
  • Se houve meses em que não existiam evoluções, hoje percebi que ele estava a guardá-las numa "caixinha" e um dia eu veria o nosso esforço vir ao de cima, juntando tantos e tantos exercícios que eu afinal acreditava que podiam ter sido perda de tempo.
  • Tive medo que o JP fosse de desistir facilmente. Hoje sei que tenho um teimoso. Ainda temos de trabalhar a tolerância à frustração...mas seremos com certeza bem sucedidos.
  • Por isso e por tudo o mais: Amar, acreditar e não desistir durante muito tempo é fundamental ! O JP é um caso bem grave...mas está a evoluir, devagar, devagarinho, mas com muita vontade. Hoje é outro menino. Nem sei como estaria se não tivesse tido tantos estímulos e intervenção precoce, E por tudo isto, apetece-me dizer-valeu e vale mesmo a pena !

quinta-feira, outubro 09, 2008

Dia de Sol

As semanas passam num ritmo frenético. E depois de um dia de chuva, mesmo que demore, sempre chegam estes dias de sol. (Obrigado M !).
É no seu sorriso certinho e branquinho que me concentro. Sorridente, astuto , enche-se de orgulho ao verificar que já faz mais coisinhas que não fazia. Ele é feliz assim.
Está sempre a perguntar por tudo, mesmo sem pronunciar palavras. Um espírito naturalmente curioso, como se quer.
Gosta de passar a mão na nossa cara para nos fazer uma festinha.
Gosta de seduzir um desconhecido com que engraça.
É simpático, bem-disposto, mas com muito orgulho próprio.
É um tesouro. O nosso tesouro.

O meu menino mostra finalmente a sua personalidade, que é exactamente como a adivinhava desde os primeiros mesinhos.

Tens da mãe e tens do pai, meu filho...mas és bem melhor- És tu ! Um amor de menino.


"As coisas simples são as mais extraordinárias e só os sábios conseguem vê-las".

quarta-feira, outubro 08, 2008

Direito ao Ensino especial- Intervenção Precoce

Fico feliz por saber que por vezes há posts ou cartas que têm algum impacto.
Aconteceu com a C. Hoje noticia no Público e no jornal das 13 h da TVI.

Eu ainda gostaria de ter resposta a isto.

Quem sabe um dia.

Obrigado pelos vossos comentários e miminhos. Já estou em forma...mas ainda muito receosa da actual conjectura.
Não quero que falte nada ao meu menino e não gosto mesmo nada de me sentir insegura...mas mais uma vez...Um dia de cada vez !

segunda-feira, outubro 06, 2008

Dias menos bons

Os primeiros sinais do Inverno chegaram e com ele trouxeram melancolia e receios.
Há agora menos euforia.
Novamente muitos receios de não ser capaz de dar conta de tudo.
De não cumprir os nossos objectivos.
A vida cada vez se complica mais.
E apesar de tentar sempre olhar para o lado do copo meio-cheio, nem sempre consigo.
Sinto-me muitas vezes só, apesar de ter bons amigos.
Sinto-me triste porque o meu menino adora um menino na escola que não tem tido interesse de brincar com ele. O menino é muito mexido e já gostou mais de estar junto do JP do que agora, o que é bem compreensível. A mamã dele já falou com ele, mas bem sei que nada disso resulta.
Esta sensação triste só desaparece quando encontro as melhores coisas da minha vida, pelo final de um dia...
Acho que às vezes precisava de um sinal.
Algo animador, que me desse outro alento.