segunda-feira, abril 08, 2013

A Magia da infância

Recordo-me que também na minha infância tivemos em Portugal um período de grande crise. 
Mas eu queria mesmo era passar o dia a andar de bicicleta, cozinhar grandes petiscos feito de terra da nossa quinta, subir às árvores, ler " Os Cinco" depois de uma manhã de praia ou desenhar. 
Aquilo tudo de que se falava nos noticiários passava-me ao lado.

Por vezes, dizia-me o meu pai em forma de desabafo que a vida era difícil. 
E eu respondia-lhe: "é mesmo, Pai ? Eu não acho...acho tão fácil !".

Hoje ao ver o JP ir tão feliz para a escola, recordei-me daquela minha infância mágica. 
Fico mesmo feliz e grata por algumas coisas ainda serem o que eram. Através dele, senti-me novamente aquela miúda.


Depois regressei à realidade...



Facto: 
Os cientistas constataram que os níveis de felicidade têm a forma curva de um U, com o ponto mais alto no início e final da vida e o mais baixo na meia-idade. 

Com base numa amostra de um milhão de pessoas no Reino Unido, os investigadores concluíram que os picos de depressão são mais prováveis por volta dos 44 anos, tanto nos homens como nas mulheres. 


3 comentários:

CláudiaMG disse...

Também me lembro dessa altura, mas realmente para nós que erámos crianças as nossas preocupações eram outras.
Agoras as nossas preocupações são as que os nossos pais passavam ou até piores e por isso hoje dou por muitas vezes a imaginar o que os meus pais sentiam naquela altura.
Que bom é ser criança.....

Beijinhos

Mina disse...

A magia da inocência é pura!
Todos transmitimos esses valores e era feliz a brincar com os cacos dos pratos que se partiam e fazer papinhas com terra e ervas :)
Talvez por isso dê tanto valor aquilo que tenho, a maior riqueza é saúde o amor e os amigos e com essencial para viver
beijinhos

Helena Barreta disse...

Uma das nossas prioridades enquanto pais é que os filhos sejam felizes e não tenham preocupações, essas ficam para nós. Por isso agora olhamos para trás e vemo-nos a brincar num mundo despreocupado, numa infância feliz, de brincadeiras e muitos risos.

Que as nossas crianças continuem a ser felizes e a terem sonhos.

Um beijinho