segunda-feira, junho 19, 2006

Atestei o depósito das emoções

Não sou uma pessoa pessimista. Será possível perante toda adversidade da minha vida me achar uma pessoa com sorte? É. Eu dou graças, nem sei bem a quem, porque ainda não consegui fazer as pazes com Deus, pela minha vida. E pela minha família, amigos, realizações...
Mas o tempo que apanho em férias é sempre o mesmo...muito mau e também fica sempre bom no dia de volto para casa. Por isso, se não quiserem tirar férias com mau tempo...perguntem-me quando vou ! Ok, digo já. Este ano vou na segunda quinzena do próximo mês. Não tirem férias nessa altura...
Mas tirando essa parte, que para mim não foi de grande importância, foram exactamente como pretendia, calmas, tranquilas, reparadoras e "enchi-me" do meu pequenino que está cada dia que passa, mais fascinante. O mundo está cheio de objectos, pessoas, actividades engraçadas e ele não quer perder pitada. Por isso dou comigo a pensar no que ele já faria se pudesse andar. Grande erro.
Na verdade, às vezes apercebo-me do longo caminho que ele ainda tem pela frente .... As aquisições demoram a aparecer...quando aparecem nem dou por elas ! A caminhada vislumbra-se longa, por isso mantenho o passo contante e contorno os obstáculos. Começo a pensar que o caminho é tão interessante quanto o objectivo.
Algo mais que estas férias me trouxeram foram convicções sobre a educação do meu JP. Ainda me dividia entre poupá-lo ao máximo às frustrações, ou deixá-lo encarar as mesmas. Optei pela segunda via. Sempre soube que o devia educar como todos os outras crianças, sem distinção, mas perante a possibilidade de vê-lo sofrer ao se aperceber de algumas limitações ainda existentes, eu receava. Agora acredito que ele deverá ser exposto ao que tiver de ser (embora que ainda pondero atenuá-las ligeiramente...). As crianças têm formas muito positivas de encarar as dificuldades. E eu estarei ao seu lado para o acompanhar na caminhada e o motivar.
Hoje começa a nossa deliciosa rotina. Voltei cheia de vontade de recomeçá-la. Venha a natação, a fisioterapia, a hipoterapia e os minutos ao final do dia juntos, sós a deliciarmo-nos um do outro e com o papá, venham os habituais problemas para solucionar no trabalho, soluções engenhosas ou improvisadas e arriscadas...estou novamente pronta!
Adenda: Não me considero uma mãe coragem. A coragem que tenho "teve" de ser arranjada. Perante as dificuldades ou enfiamos a cabeça na areia ou encaramos de frente. Eu optei por encarar de frente e expôr a nossa história porque eu acho-a diferente e deliciosa . É também encorajador derrubar tabus relacionados com mães de meninos diferentes. Perante o que a vida nos oferece, podemos retirar experiências maravilhosas, cheias de emoções e gratificação. Mas agradeço muito a quem me considera como "mae coragem". Obrigado pela admiração. Não vou contestar mas de facto não me sinto merecedora de tal título. Acredito que muitas de vós teriam atitudes como a minha caso se viessem a ser confrontadas com problemas semelhantes.

24 comentários:

rutebruno disse...

não podia estar mais de acordo!
Na vida precisamos de encontrar pedras, de atravessar rios, de escalar montanhas e de cair...
Claro que tudo depende da queda..
Devemos sujeitá-los à queda, mas há queda controlada, como tu pp referes, atenuando-as ligeiramente.
bjs enormes

Sandra J. disse...

Sabes, acho que os miúdos se sentem muito motivados a superar as dificuldades e se esforçam mais.
Claro que atenuá-las um pouco também não deve fazer muito mal...
Ainda bem que vens cheia de energia!
Segunda quinzena de Julho? Opá, vê lá isso do mau tempo que o meu irmão casa no dia 15 por minha causa e se está mais tempo ainda diz que a culpa é minha eh eh eh!
Bjs

Filipa disse...

Ola amiga.
Tenho pena que tenhas apanhado mau tempo, mas vais ver que da proxima vez esta melhor.
Quanto ao teu menino como vai indo?
Eu não sou a favor de por os miudos numa redoma de vidro, mas acho que se os pais podem evitra certas coisas que o devem fazer, ou pelo menos minimizar o "estrago".
Mas como eu digo sempre és uma mãe excelente, uma pessoa especial e sei que sabes o que fazer e quando fazer...por isso
Beijokas e boa semana

S&M disse...

Olá Mãe Coragem :)
Ainda bem que vens cheia de energia para a rotina que nos envolve os dias....sendo mãe, sei perfeitamente o que isso é!! :)
Dá um pulinho ao meu Blog se quiseres, o post que publiquei hoje é dedicado a vocês Mães Coragem!!
Beijoquinhas Grandes

Ana Paula disse...

Um beijinhos muito grande.
E continua com essa força de vontade e esse optimismo. É isso que faz a diferença!

Beijinhos e um bom regresso

Pensamentos Felizes disse...

Olá
Que bom que estás de volta, já tinha saudades de ler os teus post's e fico feliz por saber que vens com energia.
tenho pena que tenhas apanhado mau tempo... eu também não tenho sorte nenhuma quando vou de férias, ou chove ou (como aconteceu na minha lua de mel) fico doente... mas não vm aqui falar de mim. Vim matar saudades :D
Gostei de saber de ti e do JP e vejo que optaste pela via certa, não podia estar mais de acordo do que estou contigo em relação (como diz a amiga Cláudia) a ajudá-lo a afastar as pedras do caminho.
Beijinhos
Cris

Sorrisos da minha Alma disse...

Ainda bem que optaste pela segunda via, com toda a certeça que ele se vai orgulhar de ti um dia e te agradecer por o teres feito.

Uma boa caminhada é o que te desejo do fundo do coração.
Beijoca grande

Mixikó disse...

és muito gira grilinha...tens o humor dentro de ti e isso é sempre uma boa terapia...para enfrentar o dia-a-dia...
Seja qual for a via...será certamente a melhor...por ser escolhida por ti...beijos

cloinca disse...

Que feliz que eu estou com a tua volta!...
E que feliz que eu fico quando te leio!
Fazes muito bem em deixar o teu JP aprender com as dificuldades... muito bem mesmo!!
Sempre a ampara-lo, sempre atenta... mas deixa-lo viver a vida, como qualquer criança!
Ainda hoje vi um texto a falar sobre isso... vou mandar-to por mail.
Um beijão grande para vocês,
Cláudia

Pais eficientes disse...

Cara Grilinha,

Visite-nos! Terá uma boa surpresa!

www.paiseficientes.blogspot.com

Patrícia disse...

Eu não sei se te deves considerar ou não uma mãe coragem! Aquilo que eu sinto quando te leio, é que aquela teoria(na qual me custa muito a acreditar) de que os bebés escolhem a mamã e o papá que querem ter, começa a fazer todo o sentido!
Acredito piamente que o JP não quereria mais ninguém no mundo que não tu para seres a mamã dele!
Parabéns pelo excelente trabalho, cada vez mais me convenço que vais conseguir com que o JP seja muito feliz pela vida fora!
Segue o teu instinto!

Beijinhos!

docinho disse...

Grilinha ; )
já voltaste... e sempre com as palvras certas... a coragem certa... o amor certo...
És digna de títulos e de admiração... pelo menos para mim és!

Beijinhos ainda no solinho

PS só vou de férias em Agosto... tou safa da chuca ; )))

vania disse...

obrigada pela dica eu vou de ferias na primeira quinzena de julho, lool
eu admiro-te muito apesar de nem saber quem tu és, mas sei que no fundo és uma grande mulher e uma mae super dedicada e nunca me esqueço que me podia ter acontecido a mim e que eu tamb+em is ter que arranjar força nao se sabe onde.
beijinhos

http://icecream.blogs.sapo.pt/ disse...

Acho bem que não ponhas o jp numa redoma de vidro, mas sabes que mais? Eu acho que és uma mãe coragem sim, e sem duvida uma optima mãe. Desejo te tudo de bom, mesmo, admiro te como mulher e como mãe. Bjokas grandes

DIV de divertida disse...

Todos os dias me pergunto "deve ser mais firme ou deixar andar?"
A minha tem 22 meses, mas desde bebezinha leva com regras (às vezes esqueço-me da idade dela...), mas acho que à minha frente me manda dar banho ao cão. Engraçado é que me disseram hoje q ela se porta super bem (ficou com umas colegas enquanto eu estava numa reunião, num dia a que a fui buscar mais cedo).
Quanto a não evitarmos as suas quedas, confesso que é mto complicado (e nã me considero mãe galinha).
Desde sempre não suporto ouvi-la chorar, mesmo que seja de birra.
beijocas mtas do tamanho da tua capacidade de amar!!!

alexandrachumbo disse...

sem palavras... obrigada...

ternura disse...

Já estava com saudades tuas e do JP...para mim tu és uma "mãe coragem" e muito mais...estou sem palavras...adorei o que li :)

Beijinhos quase de férias

Lígia disse...

este blog tem uma nova leitora :) parabéns pelos 2 meses de blog e pela força sobrehumana que só uma mãe pode ter. Beijocas

Mãe Frenética disse...

Grilinha, gosto mto de ti... não te conheço, mas revejo-te mto numa das pessoas que eu mais amo.

Um beijinho mto grande para ti.

Anita disse...

Olá Amiga:
Estou muito feliz com a tua volta, e renovada de forças.
Eu tambem te considero uma mãe coragem, é verdade que há que erguer a cabeça e seguir e frente, mas tu segues em frente com muita dignidade e muita coragem.
Obrigado por estares aí.
Beijinhos
Anita

Suzy disse...

Olá Grilinha :-)
Ainda bem que vieste revigorada das férias. Quanto à tua opção de teres optado pela segunda via em relação à educação do JP acho que não podias ter optado melhor. Com certeza que com o teu apoio e o de todos os que o rodeiam e amam, que o JP saberá enfrentar de cabeça erguida e contornar da melhor maneira todas as dificuldades que surgirem. Sentindo-se amado, apoiado e motivado a lutar, será mais forte e feliz. Porque considero, que neste caso, não resulta enfiar a cabeça na areia e esconder as crianças do mundo que têm lá fora, do mundo que as espera, para triunfarem com confiança e de cabeça erguida!
Beijinhos para vocês.

Aninhas disse...

Ola Grilinha é a primeira vez que te escrevo um comentario. Tenho visitado o teu cantinho sempre que escrevo um novo post do meu filho Martim. Se quiseres saber um pouco da sua historia convido-te a visitar o nosso blog. Soube de ti e do JP pelo Blog da Anita sobre a Perola Preciosa, fiz um comentário logo a seguir ao teu e li o que tinhas escrito. Não me lembro o que foi ao certo mas deu a curiosidade de te visitar. Li tudo com muita atenção e se não és Mae Coragem és uma mãe cheia de coragem. Tens um filho lindo, como os nossos filhos é um bébé especial, que vai dando lições a todos os que vos acompanham e principalmente esperança a quem lê o vosso blog. Tenho a certeza que com a estimulação e o facto dos pais acreditarem no filho que têm o JP vai superar todos os obstáculos. Graças a Deus a medicina está muito desenvolvida e com o tempo vais ver que tudo se vai encaminhar da melhor forma...

continua com força e apesar de ainda não teres feito as "pazes" com Deus, Ele está sempre do vosso lado... Por vezes quando não vemos as pegadas Dele juntas às nossas é na altura que ele nos está a pegar ao colo...

1 garnde beijinhos
Aninhas e Martim
http://blog.portaljunior.com/post_it

Ck in UK disse...

Olha vou-te dizer uma coisa q o Elvis me costuma dizer, e eu detesto ouvir. Nao e o destino que importa, e a viagem....
beijos

Zuza disse...

:)))

(Zuzinha??? :D)