quinta-feira, junho 29, 2006

Dia de São Pedro

Hoje é dia de São Pedro. De todos os santinhos, é o que mais gosto. Abre as portas do céu, não é? Se eu for para lá, vou conhecê-lo, mas oxalá que seja daqui por muito tempo...

Tenho sempre receio de contar as novidades boas, com medo que elas não perdurem, mas estou feliz. Há muito que o JP apontava com a mão o que queria...mas não o fazia com o polegar...Agora faz !!! Para grande parte das mães, isso é vulgar acontecer a partir dos 8 meses...mas o meu menino tem a "máquina" a refazer os circuitos, fará tudo com muito atraso. Para mim, estas pequenas conquistas dele , têm sabor de vitória. E fico muito orgulhosa e feliz.
Noto também que ele já entende quase tudo. Entende as conversas, as histórias....está um espertalhão ! Um verdadeiro menino.

Bebé? NÃO HÁ... :-( mas é também uma fase encantadora.

Cheia de trabalhinho para despachar para ir de férias descansada, ando um pouco ausente...mas deixo aqui uma nota: o fundo preto felizmente não reflecte o meu estado emocional. Foi uma opção estética.

ADENDA 1: Deve ser do cansaço. Qual polegar !!!Indicador....ai,ai , a minha cabeça!!!

terça-feira, junho 27, 2006

Os mistérios das amizades da Blogoesfera

Será a blogosesfera superficial? Estas amizades quanto valem ? Entre tanta gente que conhecemos, há algumas que pela maneira de se expressarem que nos tocam. E porque nem nos conhecemos, até nos abrimos muito mais....
Expressamos muitas vezes os nossos sentimentos mais lamechas, mais "patetas".
A minha vida profissional obriga-me a ser uma mulher "dura". Onde não há lugar para lamentações, nem medos, nem lamechices....e de facto ninguém me conhece sensível...nem devem.
Então o meu escape são os amigos e aqui a blogosesfera onde leio as vossas palavras doces comentando assuntos tão patetas como sejam os chichis e os cocós e as fraldas, os feitos dos vossos amores, etc ( eh,eh !!!)
No entanto posso dizer que duas das minhas mais recentes amizades e mais fortes foram feitas aqui na blogosfera. Um beijo do tamanho do mundo para elas, pois já não passo sem uma e nem sem a outra. E para mim, já são bem reais. Felizmente deixaram de ser virtuais.
Inspirada nos post de duas meninas que não dispenso visitar...uma delas fui eu, como ela já referiu, que a incentivei a fazer um blog sobre a vida dela (agora já sei que eu estava errada, devia ter aconselhado a fazer um filme de suspense...) e outra é uma mãe como todas nós apaixonada pelo seu docinho....Esta mamã deixou-me sem mais nada para dizer. Leiam...está lindo e revejo-me muito neste post tão doce !!!

Um dia bom como os outros


Um bom dia para mim, para além do fim de semana, é aquele em que eu vou buscar o meu amor pequenino ao colégio, ele vê-me e lança-me aquele sorriso feliz e apaixonado. Quando não consigo ser eu a ir buscá-lo, encanta-me chegar a casa e ouvir, mal meto a chave na porta, um grito de alegria do JP e quatro olhos brilhantes a olharem para mim...os dele e os do papá. E depois aproveitarmos os 3 aquelas 2 a 3 horinhas que nos restam até ele ir para o seu soninho.
A ausência aviva o amor, a presença, fortalece-o !

domingo, junho 25, 2006

sábado, junho 24, 2006

Mudança

Há dias em que me apetece mudar.
Pode ser de visual, de mobilia,
mas não de marido, muito menos de filho.... :-)
Mudar só alguns pormenores. Para não ser sempre igual. As minhas grandes vitímas costumavam ser os meus cabelos...desta vez foi aqui o nosso Cantinho.
Hoje já nadámos, 1 hora...o JP anda eufórico com os mergulhos. Derreto-me toda que nem manteiga ao sol quando oiço as suas gargalhadas !
E porque ainda o fim de semana está a começar e por aqui não há grandes ressacas do S. João, vamos brincar muito e relaxar.

quinta-feira, junho 22, 2006

Coração Aberto


Confio na intuição de uma mãe. Conseguimos escutar tanto o nosso interior, quanto o interior do nossos meninos. Passamos muito tempo a procurar fora respostas às nossas inquietações e um dia descobrimos que as respostas sempre estiveram connosco. Aprendemos a ler no silêncio, a descrutinar os sinais, a viver as inquietudes e a sentir as alegrias.

Eu estou feliz. Porque a minha intuição de mãe, me diz que estou no bom caminho. O meu JP é feliz. E também eu. Tenho usufruído de muito mais calor nos relacionamentos, enorme emoção nas vitórias e uma força esmagadora para esmagar as contrariedades.

A todos que me dão o calor humano e uma palavra de carinho, ou me criticam de forma positiva, ou simplesmente dão a sua honesta opinião....eu agradeço do fundo do meu coração. Ajudam mesmo muito !

quarta-feira, junho 21, 2006

Orgulhosa



Ontem foi um dia delicioso. O JP tinha marcada uma avaliação na APPC- Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral. Foi acompanhado dos papás e da sua fisioterapeuta. O objectivo desta avaliação pedida pela Fisiatra do JP, seria a de vir ter acesso a recursos importantes menos disponíveis nos hospitais, tais como software lúdico e brinquedos adaptados, para que não haja prejuízo da capacidade cognitiva por falta de experiências motoras, nem excessivas frustrações no acto da brincadeira.
Assisti à avaliação e até eu fiquei surpreendida com o que ele demostrou saber e com a alegria e vontade de comunicar demonstrada. Fiquei com a sensação que ele "enfeitiçou" as terapeutas. Foi com muito orgulho que ouvi: Ele é um menino com grande potencial. Vale muito a pena começar desde já a desenvolvê-lo ao máximo. Temos de o ajudar a não ter frustrações comunicativas. Ensinar outras formas de comunicar enquanto não fala, por recurso a software, simbolos, Isto não irá fazer que ele atrase a verbalização, mas naturalmente demorará também a fazê-lo. Começará a vir aqui 2 vezes por semana...(ao que parece é raro surgirem estes convites ). Nem pertencemos áquela zona.
Sabe tão bem, ouvir coisas assim positivas. Foi música para os meus ouvidos. Sabemos que o problema dele normalmente atrasa a aquisição da fala e muitas vezes impossibilita-a. Acredito que ele apenas se atrasará e que eventualmente venha a precisar de uma terapia da fala. Mas sou optimista !
É um facto que ele já tem actividades a mais....mas esta é importante. Muito. Possivelmente terei de equacionar suprimir uma outra.
O meu coração de mãe transborda. Eu achar o JP inteligente é normal. Sou mãe dele. As mães são sempre suspeitas. Mas dito por outra pessoa com qualificações para fazer um juízo mais fundamentado.... Deixou-me mesmo feliz !

segunda-feira, junho 19, 2006

Atestei o depósito das emoções

Não sou uma pessoa pessimista. Será possível perante toda adversidade da minha vida me achar uma pessoa com sorte? É. Eu dou graças, nem sei bem a quem, porque ainda não consegui fazer as pazes com Deus, pela minha vida. E pela minha família, amigos, realizações...
Mas o tempo que apanho em férias é sempre o mesmo...muito mau e também fica sempre bom no dia de volto para casa. Por isso, se não quiserem tirar férias com mau tempo...perguntem-me quando vou ! Ok, digo já. Este ano vou na segunda quinzena do próximo mês. Não tirem férias nessa altura...
Mas tirando essa parte, que para mim não foi de grande importância, foram exactamente como pretendia, calmas, tranquilas, reparadoras e "enchi-me" do meu pequenino que está cada dia que passa, mais fascinante. O mundo está cheio de objectos, pessoas, actividades engraçadas e ele não quer perder pitada. Por isso dou comigo a pensar no que ele já faria se pudesse andar. Grande erro.
Na verdade, às vezes apercebo-me do longo caminho que ele ainda tem pela frente .... As aquisições demoram a aparecer...quando aparecem nem dou por elas ! A caminhada vislumbra-se longa, por isso mantenho o passo contante e contorno os obstáculos. Começo a pensar que o caminho é tão interessante quanto o objectivo.
Algo mais que estas férias me trouxeram foram convicções sobre a educação do meu JP. Ainda me dividia entre poupá-lo ao máximo às frustrações, ou deixá-lo encarar as mesmas. Optei pela segunda via. Sempre soube que o devia educar como todos os outras crianças, sem distinção, mas perante a possibilidade de vê-lo sofrer ao se aperceber de algumas limitações ainda existentes, eu receava. Agora acredito que ele deverá ser exposto ao que tiver de ser (embora que ainda pondero atenuá-las ligeiramente...). As crianças têm formas muito positivas de encarar as dificuldades. E eu estarei ao seu lado para o acompanhar na caminhada e o motivar.
Hoje começa a nossa deliciosa rotina. Voltei cheia de vontade de recomeçá-la. Venha a natação, a fisioterapia, a hipoterapia e os minutos ao final do dia juntos, sós a deliciarmo-nos um do outro e com o papá, venham os habituais problemas para solucionar no trabalho, soluções engenhosas ou improvisadas e arriscadas...estou novamente pronta!
Adenda: Não me considero uma mãe coragem. A coragem que tenho "teve" de ser arranjada. Perante as dificuldades ou enfiamos a cabeça na areia ou encaramos de frente. Eu optei por encarar de frente e expôr a nossa história porque eu acho-a diferente e deliciosa . É também encorajador derrubar tabus relacionados com mães de meninos diferentes. Perante o que a vida nos oferece, podemos retirar experiências maravilhosas, cheias de emoções e gratificação. Mas agradeço muito a quem me considera como "mae coragem". Obrigado pela admiração. Não vou contestar mas de facto não me sinto merecedora de tal título. Acredito que muitas de vós teriam atitudes como a minha caso se viessem a ser confrontadas com problemas semelhantes.

sexta-feira, junho 09, 2006




Hoje espera-me um dia muito intenso. O último de trabalho antes de ir de férias de uma semana para a praia. Mas vou trabalhar com muito afinco, deixar tudo pronto...para ir muito tranquila. Quero estar com os meus dois homens despreocupadamente. Saborear cada minuto.
Constatei ontem que o JP está a fazer grandes progressos, mesmo a nível motor. O seu equilíbrio está a melhorar de dia para dia, e cada vez mais consegue fazer pequeninas coisas...rebolar, aguentar-se mais tempo sentado, virar as páginas do livro...São pequenas Grandes vitórias para nós. Pois já dizia o outro: Devagar se vai ao longe, não é?

quarta-feira, junho 07, 2006

Viver o presente

Hoje, depois de uma hora de estimulação cognitiva com a terapeuta da Diferenças dei por mim a pensar que continuo sem saber até que ponto estará o destino traçado...
Mas uma coisa é certa ! Não pude ficar parada a vê-lo desenrolar-se. Não abdico do que sei que faz bem ao meu filhote. Dispus-me a dar pequenos passos de cada vez, envolvi-me neste sonho do meu filho vir a recuperar o melhor possível e aprendi a cultivar diariamente os meus objectivos. Todos os dias tenho novas ideias, novas descobertas...Honro cada instante e o único momento que tenho é o Agora ! O "Agora" é ainda melhor quando estou com o meu filho. Estou sempre diponível para brincar pelo prazer da brincadeira tanto como vivo pelo prazer de viver. Estou muito apaixonada pelo JP e ele por mim. A cereja no topo do bolo é o Papá que é incrivelmente meigo e atencioso connosco. A nossa vida está repleta de luz , força e amor . Que perdurem para que o meu JP cresça em harmonia é o meu desejo.

terça-feira, junho 06, 2006

Balanço de 2 meses de Blog



Hoje , faz 2 meses que coloquei o primeiro post. Confesso que foi por brincadeira, pois tinha sido necessário criar uma identidade no blogger para comentar o blog de uma amiga...acabei por aproveitar e postar qq coisa. Nem pensei que viesse a ter comentários.

Olho para trás e descubro muita coisa positiva. Embora que as evoluções do meu JP não sejam muito notórias (diz mais uma ou duas palavras e tem um pouquito de mais força nas costas, que é bastante importante) , fiz amigos. Alguns amigos da Net...sabemos um pouco uns dos outros e é giro, mas outros fiz que considero Amigos de verdade. No caso amigas. Mães como eu. E tenho retirado muita coisa positiva. De facto, há casos que os blogs podem até ajudar muito. Eu terei sempre prazer em conhecer e elucidar no que for capaz outras mães que venham aqui parar por problemas semelhantes aos meus. Gosto de ajudar. Temos de nos ajudar uns aos outros , já que a medicina não está assim tão evoluída e nem os médicos sabem pelo que passamos. Por outro lado acaba por ser uma forma de desabafar, trocarmos experiências ou até de ajudar. E é isto que eu queria dizer. Sobre a ética dos Blogs...pouco sei. Faço o que me apetece. Mas uma coisa sei: Se para uns é para brincar e ser divertido (incluo-me aqui) , outros há que são sérios. E que nós espreitamos para saber se tudo corre bem e dar uma força e um pouco da nossa amizade. Mas depois vemos cada uma...

segunda-feira, junho 05, 2006

Ciúmes- mais uma cena

Encontrei esta imagem num blog bem interessante ! De arte só sei dizer que gosto ou que não gosto. Depois de eleger a imagem preferida, vi que se intitulava "Reviravolta". Que pontaria. Acertei em cheio. Tem tudo a ver comigo. E esta, heim?
A uma semana de tirar umas mini-férias, só posso estar bem disposta ! Vamos para a praia e vamos interromper as rotinas e terapias por uma semana.
O JP ainda não está 100 %. Os dentinhos estão mesmo a incomodá-lo. Porém, quando está bem, rir é a palavra de ordem.
Este fim de semana voltou a fazer "uma cena de ciúmes" à mamã. Desta vez por causa de um cão que a mamã segurou no colinho. Um autêntico bonequinho- um Yorkshire terrier bebé que a mamã anda a negociar com o papá trazer para a nossa casa...pelos visto tenho mais um a opôr-se: O ciumento !

sexta-feira, junho 02, 2006

Salvos pelo Noddy

A comemoração dos 18 meses não correu como planeado. Tinhamos pensado em oferecer um piscina pequena cheia de bolas lá dentro como a que ele tem no colégio e onde ri à gargalhada, tinhamos outra prenda- o volante bilingue da Chicco, enfim...o grilinho chegou do colégio com uma neuro...passou todo o dia bem lá, mas chegou a casa, ou eram queixinhas surgidas no caminho, ou sente-se mais à vontade para se queixar em casa. Rangia os dentinhos e desatava a chorar. Estes queixais, ou lá o raio que se chamam andam mesmo a incomodá-lo. Resultado: a mamã a tentar adormecer o menino (uma sesta tardia por volta das 19,30 h) , ainda dormiu primeiro que ele e só acordou quando ele estava deitado (tb adormeceu cedo...) Valeu o papá. Cada vez penso mais que isto de criar expectativas com os acontecimentos....não vale muito a pena. O dia da criança é todos os dias. E todos os dias ele comemora um dia a mais neste mundo. Vamos é comemorar todos os dias!!!
Notinha de rodapé: Para deixar de chorar, passeamos com ele, vimos livros juntos...(a do livro é tiro e queda, acalma-se logo, mas não resultou), dei-lhe carinhos e nada resultou. Segundo contou o papá, bastou pôr o Noddy que o puto calou-se e nunca mais se queixou. Esqueceu-se que lhe doiam os dentinhos. Não sou nada fã de os pôr a ver TV com esta idade, só uso o noddy de de manhã para me despachar sem o ter à perna (não passam de 15 minutinhos diários)...Vocês o que acham?

quinta-feira, junho 01, 2006

18 meses do Grilinho


Hoje é um dia muito especial para as mães dos pequeninos seres a que chamamos crianças!
Eu tenho outra razão para comemorar: o meu grilinho faz hoje 18 meses. E é com orgulho que prepararei as suas surpresas.

Espero que estes 18 meses tenham sido muito felizes para ti, meu filho. Ser mãe foi a maior e mais emocionante aprendizagem da minha vida e o amor que tenho por ti cresce de dia para dia. Mais uma vez te enalteço, mais uma vez te digo que quero que vivas esta aventura da vida por muitos e muitos anos e que sejas muito feliz.