segunda-feira, maio 14, 2007

O meu método

Desde que o JP nasceu que percebi que a estimulação e o trabalho diário, seriam o caminho para a busca de um desejável bom desenvolvimento motor e cognitivo. O cognitivo não está a ser exaustivamente trabalhado, pois o meu pequenino é, felizmente desde sempre, muito atento e interessado , o que resulta numa aprendizagem rápida. Já o motor, todos os dias tem de ser trabalhado, preferencialmente várias vezes por dia.
Porém como só disponho do final do dia com ele e como mãe não deve ser sinónimo de "terapeuta", tento escutar-me (saber se tenho disposição) e escutá-lo a ele, para perceber se há condições para "trabalhar". Muitas vezes ele está cansado e eu não forço muito. Faço alguns exercícios mais lúdicos e leves, utilizando brinquedos que ele adora. Tento que o exercício esteja naturalmente associado ao nosso divertimento. Não é justo, não estando todo o dia com ele, que passe 80 % do tempo a obrigá-lo a fazer "fretes". Então uso a observação e escuto-me também.


Outro segredo é ser rotineira e disciplinada, pois o que é esperado, é mais fácil de aceitar.

Continuo aprendendo sobre diversos métodos, principalmente através de livros e da net. E não consigo ser adepta de um só. Acho que todos eles têm algo de positivo, mas opto por fixar algumas ideias ou conceitos que me pareçam mais relevantes e fundamentadas e adapto-as a nós...Tento também usar muita imaginação para que o "tratamento" seja divertido e motivante, pois anseio por ouvir gargalhadas e não protestos. E sinto agora , na maior colaboração do meu menino (que faz já parte dos exercícios na minha ausência) que a motivação dele é o melhor indicador que sigo pelo bom caminho. Se bem que muitas vezes temos de forçar "um pouquinho", continuo a achar que senti-los, curti-los e relaxar também é fundamental. O tempo dirá.

15 comentários:

Quicas disse...

Sabe-se que as rotinas são, além de muito importantes, securizantes na vida de uma criança. Ao fazer do exercício uma rotina diária, o JP estará a "juntar o útil ao agradável".
Acho que quando falas em escutar (a ti e ao JP) falas em intuição materna. Escutar aquela vozinha que nos diz o que fazer, que nos "ensina" a ver e a conhecer os nossos filhos. Ninguém melhor que nós os conhece, os escuta e vê com olhos de Mãe.

Sabes, deparo-me frequentemente com esta questão...por mais que conheça (e adore) os meus meninos da escola, não os conheço com aqueles olhos com que olho para a Flor. Com a Flor ajo por intuição, por coração, quase por tentativa e erro. Com os meus bebés, ajo pela razão.

Por isso, Grilinha, continua o que estás fazendo com o JP. Aos poucos verás frutos desse trabalho. O tempo dirá...

Néa e Arthur disse...

Tbm concordo com vc.Estou sempre atenta e procurando novos métodos pra cuidar do meu Arthur.Agora o mais importante é conhecer os nossos filhos,saber os seus limites,observá-los e ver o que é bom.Ninguém melhor do que as mães para conhecer os seus filhos!Todo trabalho bem feito dá frutos perfeitos!

Beijos amiga

GE disse...

O teu trabalho com ele é simplesmente espetacular, admiro muito!

Seja qual for o método, feito com o teu amor de mãe, de certeza que dará os seus frutos.

Bjinhos

GuerreiradaLuz disse...

Acho que estás a fazer um trabalho excelente. É essencial que o JP te veja antes de tudo como a mãe que o entende e o compreende. Depois como aquela ajuda indespensável para o ajudar a ultrapassar todas as barreiras. Um beijinho muito grande e desculpa pela ausência

sorrisos da minha alma disse...

És uma lutadora que breve colherá frutos deliciosos.
Beijo grande

Pensamentos Felizes disse...

Querida Grilinha
Estás a fazer um trabalho excelente, seguir a tua intuição de mãe adaptando as coisas ao teu filho e a ti e ao que precisam é a melhor coisa que podes fazer.
Bem hajas
beijinhos
Cris

Monika disse...

Oi minha linda. Sou mesmo eu que escrevo o meu blog. Por vezes escolho é poemas, mas que tenham a ver comigo ou com o meu estado de espírito na altura. Mas sou eu que desabafo lá, como por exemplo quando fui ao Hospital de Toledo (Espanha) devido à minha situação.
Quanto ao teu blog, nomeei-o pois é um dos blogs que me faz pensar muito...tanto no teu menino como em ti. Revejo-te como a minha mãe, dedicada, sempre a querer aprender...enfim vocês são tudo para nós! Gosto muito de ti.

Beijinho grande para ti e para o querido JP

Mãe Frenética disse...

Oh Grilinha... tu tens uma vida cheia. Tem tanta sorte o teu JP de te ter como mãe...

Um beijinho mto grande!

Dario&Alexandra disse...

quando uma criança não está pronta para a interacção "sai de baixo" :) muito bem grilinha, brilhante como sempre:)

paidopedro disse...

gosto de quando expões essa sabedoria prática. às vezes acho que não temos sido muito sistemáticos com o nosso pedro... mas isso sou eu que acho sempre que se podia fazer mais.
1 beijo

Maria disse...

Parabéns, Grilinha, pelo depoimentos no Estou no Mundo à PC. Também por este post. Na educação de qualquer criança, sobretudo em casos que necessitem de cuidados mais específicos, esse equilíbrio que contas, entre disciplina e bom senso, será provavelmente a chave. É muito bom ler a tua segurança e sentir o vosso afecto e empenho de equipa.

MC disse...

A tua sensatez e capacidade são admiráveis. O teu filho é uma criança de sorte!

Bjs Grandes!

Mocas

PS: muitos dos teus posts (e comentários), são conselhos para mim. Obrigada!

DIV de divertida disse...

Sinto claramente que estás no bom caminho.
Continua!!

YAMI disse...

Linda

Quando se faz tudo por amor ..é sempre diferente :)

Parabens !!

beijocas
yami

Noz Moscada disse...

podias procurar um terapeuta de shiatsu, pode ajudar e yoga...Já há em portugal instrutores de yoga apra ciranças......