quarta-feira, outubro 17, 2007

Novidades do Início da semana

A semana começou com a apresentação do projecto educativo para a sala do meu JP. A arte Musical. Fiquei radiante visto que a música está presente em força na nossa casa e o JP adora provavelmente desde os tempos que estava naquele Jacuzzi chamado "barriga da mãe". Os pais também contribuem e intervêem nestes projectos escolares. Vai ser fantástico.

Reuni também com as terapeutas que acompanham o JP na Calouste Gulbenkian (Comunicação Aumentativa) e discutimos estratégias para o futuro. Foi muito importante. Orientaram-me e resolvi investigar outros caminhos possíveis. Odeio mudanças, mas às vezes elas são necessárias, porque podem ser para melhor.

Disseram-me que agora ele verbaliza muito mais e falaram-me também em arranjar não um carrinho de bebé apropriado para PC, mas sim uma cadeira onde o JP possa ter autonomia. Sempre tive medo de ver o JP numa cadeira de rodas e ainda tenho, apesar de saber que essa hipótese poderá ser um dos cenários possíveis...

Amedronta-me mesmo muito.

Mas elas fizeram-me ver que do ponto de vista psicológico seria um passo muito importante para ele, sem prejuízo da aquisição da marcha em qualquer altura. Tenho a certeza que têm razão. E vou pensar nisso. Sei que vou decidir seguir os conselhos, mas primeiro tenho de digerir...

Encontrei lá informação sobre Encontros de Sábado e apesar de fora da data aceitaram a minha inscrição. Acho de grande utilidade a troca de informações entre pais/ profissionais e até mesmo de pessoas com paralisia cerebral. Tenho a certeza que aprenderei algo que me possa guiar nesta caminhada. Da equipa organizadora fazem parte psicólogos, médicos e mesmo pais. Embora que já conheça alguma coisa deste caminho e que já não me sinta tão ansiosa , é sempre uma mais valia estar o mais informada possível.

15 comentários:

Tixa disse...

Minha querida estás no bom caminho.
Entendo os teus medos... quem não os tem? Mas eu tb acredito que um dia o JP vai ser autonomo, pode demorar, mas ele é um menino com tanta força... e com o vosso apoio maravilhoso ele vai conseguir, disso não duvido.
Um bj enorme

Ana Paula disse...

Muita força é o que é preciso ter.
Os medos andam sempre atrás de nós e nunca nos largam.
Mas o JP vai mostrar que é um valentão.
MIL beijos

Carla & Repolha disse...

Vai lá arranjar a cadeira. Vais vê-lo tão contente :) E com o gosto pela autonomia a aumentar, a vontade em conquistar a marcha também irá crescer.

Beijos grandes para ti e para o teu rapazolas indomável ;)

GE disse...

Daqui a pouco o teu rapaz vai estar a andar, mas enquanto isso a cadeira é uma alternativa bastante boa. No entanto compreendo essa tua angustia, mas tu és uma mulherona e vais digerir rápido rápido!!

Bjinhos

Smas disse...

Todas as mães, por um motivo ou outro têm medos em relação aos filhos e dúvidas, muitas dúvidas sobre o que é melhor para eles.
Temos receio de se tivessemos escolhido outro caminho pudesse ter sido tudo diferente mas há alturas em que temos de arriscar e apostar naquilo que por vezes os que estão de fora conseguem ver de um modo imparcial.
Boa sorte para o doce e meigo JP e um grande beijinho para ele e para a mamã!

sil disse...

Pelo que percebi, a cadeira vai fazer com que o JP se sinta melhor, apesar de não querer dizer que não venha a andar...é só mais uma fase...e tu já passaste por tantas e venceste-as...

Bjos
Sil

Margarida disse...

Acredito que esta evolução para o JP vai fazer "magia"!!
Vai ganhar confiança e isso só trás beneficios...
Espero que estas novas experiências para vós e para ele sejam muito benéficas!
Um beijo
Adorei a carinha dele, ontem quando nos cruzamos, ia tão feliz!!!

Cristina disse...

O importante é a autonomia dele.
O tema da sala é muito fixe. A Leonor também gosta muito de música.
E a Gulbenkian deve ser um auxílio precioso!
Se o JP sair a ti, força não lhe falta para alcançar estes objectivos todos!

Bjos

Cristina

Grilinha disse...

Minhas amigas/os...até sou forte, mas as vossas palavrinhas de encorajamento são TÃO preciosas !!!

Obrigado por nos apoiarem e por terem coragem de comentar assuntos tão "delicados", dando a vossa sincera opinião.

BEIIIJOOOOOS PARA VOCÊS !

Vanessa disse...

Também concordo que a cadeira pode ser uma boa alternativa temporária. Pelo menos o JP vai-se sentir mais feliz e mais crescido por conseguir chegar onde quer sem ter que ter a ajuda da mãe. Na verdade éo que as outras crianças fazem...querem explorar tudo sózinhas. Acredita que lhe vai fazer bem. Mas atenção... não o deixes habituar-se.
Beijoca grande

GuerreiradaLuz disse...

Olá amiga!!!
O teu menino está a crescer e para ele deve ser realmente uma maneira de se sentir mais autónomo e confiante. Quem sabe essa mudança de cadeira não he vai fazer bem e ele desenvolve a marcha mais depressa. Pensamento positivo! Ele vai conseguir e tu também!!!
Beijos grandes

Cristina disse...

Olha para a cadeira como mais um instrumento para ajudar o JP a alcançar os seus objectivos e não como uma fatalidade irreversível. O JP é um menino lutador e tem uma mãe com M grande por isso vai continuar a lutar pelos seus primeiros passinhos.

Beijinhos aos dois

Cláudia Rocha disse...

Olá minha amiga

Que semana tão repleta de novidades, primeiro os amiguinhos do, a seguir o tema da música, a Calouste Gulbenkian e a cadeira.

Efectivamente olha para a cadeira como algo q o JP vai utilizar e disfrutar e não ao contrário. Jamais penses que irá atrasar o seu desenvolvimento motor, pensa sim numa gande ferramenta para atingir os objectivos do JP e vais ver a felicidade estampada no rosto do JP qd ele começar a percorrer tudo e mais alguma coisa.

Beijinhos dos amigos

Cláudia, Madalena e Guilherme

P.S.: Já agora ontem fomos fazer uma aula experimental com a Ana Rita. Foi excelente, o Guilherme adorou e eu também....fiquei fã mesmo.....obrigada amiga pela tua disponibilidade....a partir de agora lá estaremos às 10h ao Domingo

paidopedro disse...

já falámos sobre a questão das cadeiras. encara isso como uma fase temporária. tenho a certeza de que a força de vontade do j.p. vai fazer com que ele atinja a autonomia logo que o corpo dele esteja preparado...

Sofia CORESPERFEITAS disse...

Coragem é resitência ao medo, é o dominio do medo, e não ausência do mesmo ;o)) - com medo, sim... mas sempre com muita coragem!

Kiss,
mamã Sofia