segunda-feira, outubro 29, 2007

Porque temos filhos?

Lembro-me de ser criança e de ouvir o meu pai comentar o quanto a vida era difícil. Eu ria-me e insistia com o meu pai que não era, não... Era até bem fácil ! Claro que sim...e assim deve ser sempre nos olhos e no coração de uma criança.
A vida começou por ser mais exigente a partir do dia em que acabei o curso e comecei a trabalhar. Depois, mais difícil ainda, quando saí de casa para me casar. Complicou muito mais quando engravidei, mas depois de ter nascido o JP senti toda uma responsabilidade acrescida.
Nem me refiro agora a nada relacionada com os seus particulares problemas.

Refiro-me apenas e só a ser mãe. Ou ser pai.
Se ser um pouco irresponsável ainda me era permitido, agora não me ocorre.
Dar condições, comida, escola, roupa e casa arrumada. Cumprir horários. Pensar no bem estar no nosso piolhinho. Abdiquei de parte de uma personalidade mais rebelde. Poderei a voltar a tê-la se me sair o Euro-milhões, mas até lá, só quero garantir que nada falta ao meu filho. Sou agora um pouco mais prisioneira da sociedade. Sou uma abelhinha, que só quer fazer o seu mel.
E dou comigo a questionar-me porque gostamos nós de ter filhos ? Porque equacionamos ter ainda mais filhos e complicar tudo ainda mais? Sem dúvida que vale mesmo a pena para se hipotecar tanto da nossa individualidade e da nossa vida.

O prazer de gerar e educar um ser é uma forma de viver uma vida cheia de afectos e emoções. Os filhos são as nossas maiores fontes de alegrias, de preocupações, de tristezas e de vontade de viver. E depois de um dia stressante e esgotante, quem não se desarma com "aquele sorriso" ao nos vislumbrar atrás da porta da salinha ? Passou tudo !
O meu filho nasceu e mudou o nosso mundo. Ele terá sempre um pouco dos dois, mãe e pai, que tanto o amam. É o espelho de um grande amor.

Nunca gostará de mim metade do que gosto dele, certamente, mas este sentimento é muito menos egoísta que qualquer outro que já tenha sentido.
Havendo saúde e amor, tudo o resto compõe-se...com calma, por mais difícil que a vida seja...É maravilhosa com a ajuda dos nossos filhos.
P.S: A propósito de um comentário: São reflexões minhas naqueles momentos de pensamentos profundos.
Mas o estado de espirito com que o escrevi é óptimo e nem um pouco triste ! Muito pelo contrário...
Grande sorte morar nesta grande terra !

13 comentários:

Cristina disse...

É assim que temos que pensar. Gostei muito do teu comentário no meu blog. E concordo inteiramente. Sempre disse que a família para mim vem em primeiro lugar. Depois, o trabalho. Não quero fazer carreira. Até porque já desisti devido às circunstâncias da vida...
O problema é penso demais!
E os filhos são a nossa herança mais preciosa, o nosso contributo para o mundo!
O que às vezes me irrita é ser tão fácil ser mãe em alguns países e no nosso ser um factor de discriminação e sexismo!

Bjos

Cristina

mother_24 disse...

Na minha tenrra adolescencia tb pensava assim, que a vida é facil as pessoas é que complicam... até ser mãe... e perceber que "afinal eles tinham razão"

se dantes uma pessoa podia-se "desleixar" um pouco com a vida , podiamos arriscar em procurar outro trabalho, comprar um bruta carro, ou fazer uma viagem, hoje penso milhentas vezes antes de me meter nessas coisas

primeiro está o canininho, depois o canininho, a seguir o canininho e só depois... o canininho :)

jocas grilinha de estimação

Sofia CORESPERFEITAS disse...

Muita força minha querida.
Desculpa a ausência...


Kiss
Mama Sofia

sorrisos da minha alma disse...

A vida não teria o mesmo sentido sem estas dificuldades...
Um beijo grande em ti.

Vanessa disse...

Mais uma vez concordo com tudo o que dizes.
A verdade é que sempre pensei que as coisas fossem mais fáceis e hoje em dia dou muito valor a tudo o que a minha mãe dizia.
Os nossos filhos fazem-nos "crescer", impõem-nos ser verdadeiros adultos com todas as responsabilidades que isso acarreta.
Mas mesmo assim, continua a valer a pena. Porque os nossos filhos são a melhor coisa nos mundo e são eles que muitas vezes nos dão força para continuar nos momentos difíceis.
Beijoca grande

Grilinha disse...

Vanessa...nem mais !
bjs

Maria disse...

Tens razão: ter filhos é fantástico! Beijinhos para a tua equipa e um bom feriado no privilégio dessa relação de afecto ÚNICA!

Dinha disse...

Minha admiração por ti cresce a cada visita que faço aqui e sempre me deparo com palavras que reunem tanto amor, serenidade, sabedoria.
Deus abençoe sempre a ti e a teu filho lindo, amiga! Um enorme beijo!

Margarida disse...

Só um beijo grande para vós!!
Acho que o JP anda a ler o que escrevo sobre ele....sempre que me vê chegar, faz aquele sorriso charmoso que encanta toda a gente.

Anita disse...

Minha querida:
Muitas saudades de vós, muitas saudades de te ler, mas hoje entrei aqui e não consegui sair, sem ler tudinho, tantas novidades, tantas coisas boas.

Um Aniversario, que me passou despercebido, mas aproveito para te desejar tudo de bom.

Tenho saudades do sorriso do teu menino , temos que combinar mesmo encontramo-nos.

Em relação a este post, porque temos filhos?
Porque ninguem, nenhum outro realacionamento nos enriquece tanto, este é oa amor mais puro, aquele que damos sem esperar nada em troca, algo que só quem é mãe sabe entender.
Tudo é compensado num sorriso e na alegria deles.

Um beijo muito grande para ti e pra o teu menino lindo.
Anita

docinho disse...

Amiga... desculpa a ausência... a falta de palavras...
Parabéns... pelos 34 anos... por continuares com tanto amor... com tanta garra na vida...
O JP está cada dia mais menino... mais rapazinho... adoro a foto no cavalo...
Tantas vezes esperito em silêncio... tantas que não sei o que dizer...
Gosto muito de vocês... e para mim... serão sempre um exemplo a seguir... por que o amor vence... até as contrariedades da vida!

Beijos sempre AQUI!

Rita disse...

Temos mesmo é que nos agarrar à vida, não é?

Vamos aproveitar tudo de bom do que ela contém... e tem tanta coisa boa!!!!

vera disse...

oi

também me lembro bem dessa frase lá por casa. eu não percebia, afinal não sabia as dificuldades da vida.
agora compreendo muita coisa que os meus pais diziam.

porque temos filhos? porque ... nem tem explicação o sentimento que temos por eles né?

jocas
vera e marianita