quarta-feira, março 19, 2008

Dia do Pai - Post politicamente incorrecto

Há cerca de 4 anos pensamos pela primeira vez a sério em mandar vir ao mundo um filho...e daí até conceber foi um instantinho. Tão simples quanto se possa imaginar.
Mas antes quis ter a certeza de que era igualmente desejado pelo meu companheiro.

Que o meu amor grande se sentia à altura, psicologicamente, de ser PAI.

Estava...sempre foi um companheiro fantástico. Um pai extremoso. Tranquilo. Terno.
Sempre que as minhas ansiedades batiam mais alto, ele estava inabalável que nem uma estaca...dizendo para ter calma...o nosso JP ia dar-nos muitas alegrias no seu tempo. E tinha toda a razão.

Sempre confiou em mim e nos meus instintos, interferindo pouco, mas ouvindo e apoiando. Silenciosamente, dando muita força, mantendo o bom humor e a forma positiva de encarar a vida.

Mas nunca senti que fosse ele a "puxar o barco"...

Muitas vezes penso que seria deles dois sem mim...seria o papá mais interventivo ? Interessar-se-ia mais? Seria mais desenrascado?

Não sei...mas tenho a sensação de que sou imprescindível.
Assim como sei que é o pai...mesmo assim, na sua maneira de estar.

A relação de um casal não é fácil, com ou sem crianças, mais ou menos difíceis.
Por tantas vezes sinto que sou eu que tenho de fazer os maiores sacrifícios, que sou eu que tenho de abdicar mais profissionalmente, mesmo sabendo que o meu ordenado é tão ou mais imprescindível.

O meu príncipe encantado nunca chegou...
O tal que olharia para a roupinha no estendal e que tomaria a iniciativa de passá-la de imediato. Aquele que tanto me ajudaria que me faria apetecer ter meia dúzia de filhos.

Mas tenho um marido ...e um Papá muito especial.
Não embarcamos nos espíritos consumistas...mas tudo faremos para proporcionar um feliz Dia do Pai ao Papá do JP. Um jantar a três, bom e diferente.

9 comentários:

Anónimo disse...

A figura paterna é sem duvida muito importante e quando existem avós a mistura tudo é mais facil
O JP tem muita sorte com certeza em ter o papa assim
Feliz dia do pai para voces
Beijos
Beta & Beatriz

GE disse...

Um Pai bastante carinhoso é sem duvida no meu ver bastante importante....

Feliz Dia do Pai!
Bjinhos

Cida Moraes disse...

pois é querida...eu também sou a que sinto abdicar mais do lado profissional, a que toco o barco...mas também tenho uma rocha no meio do oceano de incertezas: meu marido e o pai do arthur. somos felizes e tenho certeza de que ele, com seu jeito tranquilo e terno, faz a diferença em nossas vidas. feliz dia dos pais! bjos

ClaudiaMG disse...

Olá amiga

Nós mães somos sempre mais sacrificadas que os pais, conheço bem poucos casos que seja o contrário....bem mais isso é assunto para outra altura.

Venho aqui para vos desejar um Feliz dia do Pai, e que o vosso jantar a 3 seja efectivamente fantástico.

Um grande beijinhos

Cláudia, Madalena e Guilherme

ternura disse...

Um dia muito especial e feliz para o papá e avô do JP!

Beijinhos ternurentos

mother_24 disse...

Adorei o post, directa, sncera e apaixonada... eles não são perfeitos como os prince+pes encantados que idealizamos, mas são eles próprios e foi por serem assim que nos apaixonamos não é?

o meu homem não é escorpião, é peixes, escorpiona fui eu, e sim decidi-me logo á primeira, afinal o meu home é um gajo bom ora :D

jocas grilinha de estimação

Vera Raquel disse...

olá

pois esse princepe encantado hummm
porque será que quando os filhotes ficam doentes somos nós mães que temos de abedicar de tudo para ficar com eles?

eu também penso muitas vezes ... como seria se eu não pudesse fazer ou tivesse que me ausentar?
hummm...

olha o importante é estarem lá para nos apoiar né?

espero que tenham tido um optimo dia do pai.

boa páscoa!!

jcas
vera e marianita

Rosa Silvestre disse...

Olá Grilinha, uma ÓPTIMA PÁSCOA para ti, para o JP e restante família. Bjinhos da RS.

Vanessa disse...

Feliz Páscoa!
Divirtam-se muito!