quinta-feira, novembro 26, 2009

Falta de Civismo

Quem me conhece sabe que sou tolerante e não fervo em tão pouca água assim. Mas tenho dificuldades em tolerar gente mal formada.
A enfermeira que administrou a vacina da Gripe A ao JP avisou que seria bom ter ben-u-ron em casa não fosse o miúdo fazer um pouco de febre. A última vez que teve febre foi felizmente há tantos meses que vi logo que tinha de comprar uma nova embalagem. Assim passei pela Farmácia antes de ir para casa. Mas não consegui levar ninguém comigo e não me convém nada andar muito a pé por estar em pós-operatório. Como há um lugar de estacionamento para deficientes mesmo na frente da farmácia estava tranquila.
Só que por azar estava ocupado, por um carro sem dístico. Pois, fiquei calma e estacionei em segunda fila atrás desse carro. Com certeza a pessoa iria entender e rapidamente eu tiraria o carro quando fosse necessário. Só que como já esperava, a pessoa não era deficiente e a senhora que estava dentro do carro rapidamente se apressou a vir reclamar em alto e bom som comigo. Já com o JP ao colo pedi desculpa e perguntei: então o seu marido que está na Farmácia é o deficiente ?
Com o maior dos descaramentos disse-me: "Não. Nenhum de nós é deficiente."
"- Então, desculpe, mas esse lugar é meu. "- disse eu.
Entrei dentro do carro e retirei-o daquele lugar convencida que a senhora (que nem se deu ao trabalho de pedir desculpa) iria mudar o seu carro, ou então seria ela a ficar em segunda fila.
Nem um milímetro mexeu no carro. Voltei a estacionar atrás dela, trancando o carro e voltei a pegar no JP para ir à farmácia.
Pois havia de esperar !
Acabou por não esperar, pois na Farmácia conhecem-me bem e apesar de ter um sistema de senhas a dona mandou-me passar à frente por estar com o JP ao colo.
Incrível. Eu não gosto de ter direito de usar o lugar dos deficientes (era bom sinal não precisar ) mas infelizmente temos direito a ele. E ainda bem.
Mas a má educação de algumas pessoas deixa-me estupefacta.
Eu não sou fundamentalista. Era errado estar ali estacionado mas admito que as pessoas possam sentir-se tentadas. Não foi a primeira vez que me aconteceu. Mas as pessoas sempre educadamente se justificaram e corrigiram.
O que não entendo, nem quero entender é não ter a humildade de pedir desculpa e muito menos não corrigir o que está mal. É assim tão difícil e doloroso ?
Espero conseguir educar o JP para ser uma pessoa bem formada.

32 comentários:

O Astronauta disse...

Como sabes, minha querida (pois conheces bem o marido que tens), se essa situação tivesse ocorrido comigo, garanto-te que a essa senhora iam ficar-lhe a doer-lhe os ouvidos. Principalmente se ela tivesse o azar de me responder torto e com arrogância. Para além de que não retiraria o carro de 2ª fila antes de me despachar na farmácia. E ela e o maridinho que esperassem e nem se atrevissem a abrir a boca.
Mas, pronto, isso sou eu, que tenho mau feitio e sou de facto pouco tolerante...para pessoas intolerantes.

Bjs

Leoinha disse...

Olá,

Olha se soubesses a raiva que me dá esses lugares serem ocupados indiscriminadmente por quase toda a gente, principalmente nos centros comerciais, nem sabes ... O meu marido qd vê esses lugares ocupados quase sempre por carros sem distico (confesso que raramente vejo disticos nos carros lá estacionados) e as pessoas perfeitamente saudáveis começa a resmungar entre dentes que a deficiencia que têm é mental, e é algumas pessoas estão estritamente a "borrifar" para os outros! Não percebem que aqueles lugares por vezes são mais largos que outros para que uma pessoa que use uma cadeira tenho espaço para poder tira-la ...
Ainda há dias o meu marido foi ao continente, e levava o bebé pôs-se naquela fila dos prioritários, das 5 pessoas que lá estavam ninguém se importou que ela chorasse desalmadamente, e ele nem costuma ir para lá, foi pq a miúda anda numa fase que chora de tudo ...
Infelizmente há muita gente mesquinha por aí, infelizmente até nem são poucos!
Mas na tua história o que acho mais incrivél é eles não terem de facto pedido desculpa!

Mae Frenética disse...

Eu ja chamei a policia. Acho um descaramento e fico logo furiosa. LOGO!!!!

Sara e Martim disse...

Infelizmente cada vez mais existem pessoas dessas...intolerantes, ignorantes...e mais outros adjectivos que não coloco aqui!

Mina disse...

Falta de educação e também formação...
É por essas e por outras que num dos supermercados da zona os lugares reservados tinham "estanque", para os deficientes ainda terem de pedir a chave para destrancar e poder estacionar nos lugares que lhe são devidos... Vê se pode?! kkk
Felizmente devem ter raciocinado e lá tiraram as "trancas"
Errar é humano, um pedido de desculpas não iliba, mas atenua a culpa que ás vezes à pessoas que só falta enfiar a viatura dentro dos establecimentos...
Bjocas

Grilinha disse...

Caro maridocas !!!

Pensei que te tinha contado isto...
Pelos vistos ando esclerosada, lol
Tu és um escorpião mais lixado do que eu. Eu sou tramada, mas não gosto de zangas, nem grandes guerras, como sabes. Apesar da grande falta de formação da senhora, tudo ficaria melhor se ela tivesse sido humilde. Não foi. Fiquei simples lixada com um F ...bem grande...
Pois apesar de achar que eles mereciam, não ia perder o meu tempo a fazer turra e ficar ali a empatar e arranjar conflitos. Tenho outras prioridades e onde empregar o meu precioso tempo....
I know me, baby !
Mas se estivesses comigo, bem sei que tinhamos o caldo entornado...lol.
É por isso que gosto tanto de ti...

Grilinha disse...

Leoinha

Já vi coisas tão tristes em toda a minha vida !!!
Essa do supermercado é mesmo típica.
Mesmo antes de ter o JP, revoltava-me com tanto que via.

Há que ter bom senso...talvez tenhamos de ser tolerantes até certo ponto...Vou dar um exemplo: um dia estava a desmaiar no autocarro, pedi lugar a uma tipa com a minha idade (na casa dos 20) porque estava muito mal disposta....será que me podia ceder o lugar até eu melhorar ?
A tipa (não tem outro nome) perguntou-me: Está grávida ? Eu respondi que não, só prestes a desmaiar. Ela também não estava, ou se estava não se notava nada.

Ela respondeu: então não dou !

Desmaiei...

Gente amorosa, não ?

É por isso que não sou totalmente inflexível. A senhora até podia estar com um problema grave ou até ter sido operada...sei lá....mas dava uma justificação para estar ali...a ocupar um lugar que supostamente NÃO É DELA.

Tal como eu não estava grávida e não tinha direito ao lugar, mas precisava dele....por isso, dou sempre o benefício da dúvida. Eles tinham sempre a alternativa de tirar o carro e pronto !

Mas aparentemente não vi nenhuma justificação para ocupar um lugar que não lhe pertencia e ainda foi rude. Pior, não soube emendar nem pedir desculpa !
É como digo. Oxalá consiga passar valores mais correctos ao Pedro de modo que ele não olhe apenas para o umbiguinho dele...como tanta e tanta gente que por aí anda...

Grilinha disse...

Mãe Frenética


E que esperar de ti ?

És uma mulher do Norte, carago !!! E eu vou fazer juz aos anos que passei na invicta a estudar e vou passar a ser mais como tu...ah, se vou !!!

Grilinha disse...

Sara

Resmas de adjectivos...paletes deles !!!

Grilinha disse...

Mina: Podes crer. Falta de educação e de formação...
E falta de VERGONHA NA CARA.
Se por distração tivesse feito algo assim, eu teria muita vergonha...desfazia-me em desculpas....emendava e voltava a pedir desculpa mais uma vez ! Porque ia ter vergonha na cara até dizer chega !

Paula disse...

Lamentável e vergonhoso, de facto...

o que está escrito nos outros comentários também reflecte a minha opinião...

é triste... muito triste...

Mrs_Noris disse...

Não vale a pena esperar mais dessas pessoas, são vazias DE TUDO. Pobres alminhas.
Beijinhos

Vânia e Mariana disse...

é inadmissivel!!!!!!!!!!

beijinhos,

Maria João disse...

Olá amiga,

Quanto a este post, só posso dizer; LAMEntavel.

Quanto ao e-mail em q te respondi ao e-mail recebido, já percebi que estou fora, já foste operada e o JP tomou vacina.

Como correu a tua operação, para quando os resultados.

Beijos amiga

Grilinha disse...

Noris: são pobres alminhas,mas atrapalham a nossa vida. Não gosto de rebaixar o nível, mas o tipo de atitudes deles prejudicam não só a mim própria como outros deficientes, Por isso temos de ir fazendo tudo para que ganhem vergonha na cara. Infelizmente não sei se as pobres alminhas aprendem...nem sei se algum dia sentirão vergonha na cara. Isso é o mais preocupante. O seu umbigo é demasiado importante !!!

Grilinha disse...

João: Estou a torcer tanto por ti e pelo bebé prestes a vir ao mundo...Não te preocupes comigo...
Concentra-te no vosso momento !!! E que seja um momentinho bem pequenino ( mas grande em felicidade).
Feliz de saber tudo bem convosco. Beijinhos

Grilinha disse...

Paula e Vânia: Ainda bem que pensam assim... beijocas

Cindy disse...

Realmente a estupidez humana não tem tamanho.
Beijos bons e bom fim-de-semana!

Dulce Bregas disse...

Minha amiga,comigo essa "SRA" estava mal...ouvia muitas e sei lá que mais eu fazia.Eu posso dizer que NUNCA estacionei num lugar de deficientes,já o marido ás vezes tenta e eu ralho logo: Que é isso?atão?vá vá,muda o carrito daqui.E ele dá-me razão logo.Que coisa,que pessoas mal formadas,arrogantes,Deus queira que nunca precisem desses lugares.Eu sou muito terra a terra , tinha-me passado..

Anónimo disse...

Linda...já aconteceu com o meu marido...
Como tinha de ir ao Forum Montijo de urgência por causa dos óculos e como não tinha o carrinho do Rodrigo pensou em estacionar no lugar para deficientes (porque apesar termos direito a eles nós evitamos porque existem outras pessoas que precisam mais. Nesse dia o Rodrigo tinha de ir ao colo e como é muito espastico e já pesa 13 kg, torna-se dificil transportá-lo ao colo.
Então decidiu colocar o carro a trancar uma viatura sem dístico, mas chamou o segurança e disse ao segurança que ia fazer. Conivente com a situação o segurança...disse faz bem, e se ouvir no centro a chamar a matrícula da viatura, não se preocupe faça o que tiver a fazer.
E assim fez...a matrícula foi audível no centro comercial e o indivíduo teve que esperar. Deve ter ficado com pouca vontade de colocar a viatura num lugar que não lhe é destinado.
Não conseguimos mudar o mundo, mas talvez algumas mentes...
Beiijinhos
Patrícia e Rodrigo

Grilinha disse...

Patricia

Por acaso és como eu...também evito estacionar se não for estritamente necessário porque há casos sempre piores.
Gostei desse relato. Há alguém que dificilmente quererá passar por outra. Tiro-te o chapéu....

Ainda temos de combinar o lachinho jantarinho ou o que for. Tenho saudades da carinha laroca do Rodrigo !

Grilinha disse...

Cindy...felizmente não são todos...mas de alguns espécimes....

Grilinha disse...

Ah...Dulce...
E eu a louvar as mulheres do Norte...tu és do Sul e não ficas atrás ! Viva as refilonas ....
Beijocas

Anónimo disse...

Pois, vou contar-lhe o seguinte episódio:

No verão, o meu marido ia de viagem, e parou numa estação de serviço,reparou então que o lugar de deficiente estava ocupado por uma pessoa não deficiente. Chegou perto dessa pessoa e disse que tinha um filho deficiente e que muitas vezes o lugar de estacionamento estava ocupado por não deficientes o que não era correcto.
Pois esse indivíduo foi extremamente incorrecto e além de lhe ter chamado nomes ainda lhe disse se ele tinha um filho deficiente a culpa era dele...
Pessoas dessas vamos sempre encontrar pela vida fora.
Um beijo para si e para o JP.
Graça

Grilinha disse...

Graça

Essa situação é arrepiante.

Dá-me uma volta no estomâgo.

Sim...acho que vou mesmo de ter de me preparar para ir ouvindo e percebendo que há gente como diz a mrs Noris: VAZIA DE TUDO...

Pena...

É como eu digo. Eu vou tentar fazer o meu trabalho. Educar o meu filho para não ser uma dessas pessoas nunca. terei um desgosto se ele for assim...

Alguém infelizmente falhou redondamente na educação que deu aos filhos. Pena. Muita pena.

Dulce Bregas disse...

Ei???Eu vivi 17 anos em Viseu!!!!Sou meia nortenha meia como dizer sulenha???hehe nem sei se existe tal palavra!Sou muuuito refilona,já o marido,não é nada...injustiças comigo não,mas já paguei caro por isso.Todos juntos,vamos conseguir diminuir estas situações!Beijos.

Avessa disse...

Realmente cada vez fico mais triste com esta nossa sociedade. Pessoas tão egoístas e arrogantes. Será que são felizes?

ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS E PAIS DA CRIANÇA COM DOENÇA CRÓNICA disse...

Pena não teres bloqueado a saída do carro,do estacionamento que te era devido e teres chamado a Policia,mas nós somos mesmo assim "moles e coração de mel".
Mas não o deveríamos ser, somos de outra "galáxia"onde só existe AMOR dentro de nós e onde pensamos que não existe maldade e todas as
pessoas são educadas,formadas e respeitadoras dos seus direitos e deveres cívicos, um DESCULPE ficava bem!!!!!

"Espero conseguir educar o JP para ser uma pessoa bem formada."

Helena,esta é a tua razão de o ser e o que dizes é uma grande verdade.
Espero também conseguir educar o Vítor e o Martim a serem (como o são,muitas pessoas que visitam o teu blogue o sabem)pessoas bem formadas.

Vítor Algarvio

Ana - www.nascerprematuro.org disse...

Ainda conseguiria entender uma " ops...desculpe...aí,...era só um minuto... qualquer coisa do género...seria humano!!!! Agora, ARROGÂNCIA????!!!! FALTAS DE EDUCAÇÃO???!!!! Nãããããaããaa...Eu teria uma terapia de choque para esse ser, a sério grili...eu tinha um tratamento...e mto eficaz!!!!
10 segundos e a "coisa" ficava resolvida, sem dar trabalho nenhum....eh!eh!eh! e sem me aborrecer!!!!

eh!eh!eh!
;-)
bjs

Ana

Grilinha disse...

Ana- 10 segundos ?
Dizias uma asneira ?
Que fazias ? Deixaste-me super-curiosa. Beijocas

Ana - www.nascerprematuro.org disse...

asneira???? NÃO!!! Nunca...;-) um simples palito,um pipo... mais do que uma roda....uma festa para o resto da noite e não seria para mim....eh!eh!eh!
bjs de saudades!!!!!

Grilinha disse...

Ui....estou a ver sim senhora !!! Sempre a surpreender-me, mulher !

Sem dúvida, altamente eficaz. Não contesto....

Vou passar a andar com palitos no carro ;-)

rsrsrsrsrs !!!