sexta-feira, maio 14, 2010

Reunião com o Critic

Mais uma avaliação a que o JP vai ser submetido. Hoje, a reunião foi só para conhecerem a mãe (também me devem ter avaliado). Apesar de na opinião da Nuttac, o JP ter competências para frequentar um 1º ciclo, acho-o demasiado imaturo de uma forma global. E tem razões para isso.
Só tem 5 anos. Emocionalmente ainda é muito vulnerável.
Prefiro mantê-lo mais um ano em contexto não formal. Continuar a frequentar a Gulbenkian, comunicar através da escrita mais eficientemente, fazer as terapias mais à-vontade e preocupar-se com as aprendizagens e tpc's apenas no fim do ano que virá.
As técnicas do critic concordaram comigo. Dizem que muitos condicionais acabam por ir frequentar a educação especial. Não todos, mas muitos.
Acredito que o JP será um menino mais confiante e estável perto dos 7 anos.
Nunca é tarde para aprender quando se tem motivação! Dar tempo ao tempo...
Está crescido, sim... mas ainda não é tão crescido...
Quer dizer.......acho eu ... (dúvidas de mãe, ai,ai)

9 comentários:

Mãe(q.b.) disse...

Ai grilinha grilinha, deixa-me ir ai "comer umas couves" contigo para ver se este stress todo com o vai-não-vai-vai-não-vai nos passa!!!!

Tou tão baralhadinha da minha cabeça :p

jocas grilinha de estimação

Mina disse...

De nada adianta apressar o passo, segue a tua intuição...
Com tempo pode ficar mais maduro.
bjocas

Cláudia disse...

No meu entender estás a pensar correctamente, a tua intuição de mãe conta muito, embora também tenhamos que confiar nos profissionais, claro...

Pr'o ano vai muito a tempo... e vão todos mais confiantes,essencialmente.

Como em tudo na vida, a partir do momento que fica decidido, não há volta a dar e não vale a pena colocar "ses"...
Eu própria penso muita vez nas decisões que tomo se serão as mais correctas.
E penso: "Se é o que sinto agora, é assim que vou fazer..." E pronto... a partir do momento que fica decidido tento não pensar mais no assunto...mas é complicado, eu sei...

Principalmente quando nos sentimos "responsáveis" pelo futuros dos nossos filhotes.

Bom domingo

ClaudiaMG disse...

Olá amiga

Deves continuar a fazer como tens feito até aqui, confia no teu coração e na tua intuição de mãe e vais ver que não te vais arrepender.

Beijocas gordas

Vera Raquel disse...

coração de mãe acerta sempre, se é isso que pensas então em frente sem olhar para trás!

jcas

Anónimo disse...

Siga a sua intuição. Coração de mãe não se engana, ninguém conhece melhor o seu filho.

Muitos beijinhos

Helena

Ana Figueiredo disse...

Grilinha...
"Devagar se vai ao longe"!
Acredito que tomaste a decisão acertada!!!
Nada é mais importante que o bem-estar dos nossos filhos e se entendes que em termos emocionais não está preparado, julgo que não restam dúvidas!
Não tenhas pressa em chegar ao fim. Caminha com segurança e constância, porque te chegará na hora exacta e mais oportuna.
Os frutos amadurecidos à força não são tão saborosos quanto os que amadurecem naturalmente.

Beijinhos
Ana

Isilda disse...

Olá! cá estou eu de novo. Não sei se poderei deixar algum comentário, porque não sou nem nunca fui mãe. Mas penso que o instinto de mãe saberá dizer quando estiverem os dois preparados para essa etapa nova que surgir no vosso caminho. Desculpe Grilinha se como "árvore que nunca deu fruto" estarei errada ou a dizer alguma coisa mal. Beijinhos aos dois da IP.

ana disse...

Fiz a mesma opção relativamente à minha filha. Um ano de adiamento contra todas as opiniões. Valeu a pena.

um abraço