domingo, maio 02, 2010

Ser mãe

Não é o que esperava !
Ser mãe é amar profunda e incondicionalmente como só a um filho se pode amar !
Há um ano estava em Cuba a comemorar...só eu e o JP.
Hoje estivemos de família reunida. O JP de coração cheio.
Abracei-o vezes sem conta.
Neste dia também penso na mãe que já não tenho....há 19 anos que partiu. E as saudades cada vez são maiores. Bem sei a falta que me faz.
Na altura não sabia dar valor ao ser mãe. Era adolescente.
Hoje sei que uma mãe é a pessoa em quem mais podemos confiar. É o amor incondicional e mais puro que existe.
Educar não é nada fácil...e nem sempre fazemos o que nos apetece, mas sim o que tem de ser feito. É bem mais difícil do que imaginei, porque um pequeno ser tem um enorme poder sobre nós...

Tivemos um excelente dia da mãe.

6 comentários:

Mina disse...

Ser, mãe não bem no manual de instruções kkk
E cada filho é um ser especial, e tens toda a razão o valor das nossas mães aumenta quando nós próprias o somos.
Eu sempre percebi o quanto a minha mãe gostava de mim, não terei retríbuido o suficiente, não sei mesmo, acho que é sempre pouco o que dou.
A minha já está a fazer companhia à tua.
Graças a Deus pude te-la mais tempo,(Para quem pensava que já não me criava, ainda a tive 42 anos)e ela ainda está sempre presente, mãe é eterna...
bjocas

Anónimo disse...

O Amor dos nossos pais é o maior e o incondicional.Lembro-me sempre do Papa João Paulo II, que quando perdeu a sua Mãe passou a falar com Nossa Senhora, a sua Mãe, com cada vez mais intimidade e ela ouvia-o. Entregou mesmo a sua vida a Ela, pedindo que o protege-se.
Falava com Ela como se estivesse a conversar e Ela sempre o ouviu.Mas ao mesmo tempo, julgo que há comunicação através da oração com aqueles que Amamos e que partiram. Lembrei-me de ti ontem, sim. Só que tenho vindo pouco aqui, porque estou a estudar para um teste de recrutamento.beijinhos Joana.

Mãe(q.b.) disse...

Beijocas grilinha de estimação... és uma mãe grila á maneira :D

jocas

Helena Barreta disse...

É bem verdade que todas ouvimos quando eramos adolescentes, a frase típica das nossas mães e avós: "só vais compreender quando fores mãe". É mesmo. Há um mundo novo para cada uma de nós depois de sermos mãe.

Um beijinho para si e para o seu filho.

Helena

armanda ramos disse...

Ola mãe grilinha! Eu tb sinto muito a falta da minha avó, foi ela que desde sempre esteve ao meu lado, foi ela que me criou e educou, à 4 anos partiu, sinto tanto a falta dela mas sei que donde está me protege e protege o meu bebé.

Beijinhos para ti e para o JP

Anónimo disse...

Eu não posso dizer que fui uma criança feliz.Mas posso dizer que os meus filhos o são!Tive medo de passar o dia da mãe no Hospital,a melhor das prendas foi receber os beijinhos ainda na minha cama!Parece que não,mas este dia é muito importante para mim!E foi passado na nossa casinha!Bem merecemos um dia assim,que seja festejado...Parabéns para nós:)Dulce Bregas