quarta-feira, novembro 17, 2010

Crescimento/Aceitação

Ainda ontem em conversa com uma velha amiga, falávamos sobre a aceitação da nossas realidades.
Não há a fórmula mágica, nem a regra fixa. Cada um tem a sua maneira de interiorizar o desmonorar do filho sonhado. Há quem ache que aceitei muito bem.
Infelizmente não. Simplesmente consigo esquecer tudo o que planeei e passei a desfrutar de cada dia, sem pensar muito no seguinte. E consigo.
O amor que tenho por o menino JP faz-me acreditar que é este o meu menino, nunca foi outro...
Ele é neste momento uma criança muito feliz, interessada pelo mundo que o rodeia e com muita sede de aprendizagem. E o meu projecto é que ele continue cheio de força e auto-estima. E tudo faremos para que alcance o máximo potencial em todas as áreas.
Tentamos que experimente o mesmo que todos os meninos experimentam. Fazemos questão que tenha uma infância mágica, como qualquer criança tem. E aprendemos a confiar que o futuro nos sorrirá.

p.s: Esta é a cadelinha do JP, mas mora na quinta do avô. Mas ele adora ser "dono" e adora brincar com ela.

8 comentários:

olharbiju disse...

Olá, boa tarde.
Há muito tempo que não vinha a este cantinho, mas não me esqueço, lembro-me muitas vezes do JP.
Fiquei contente com o que escreveu.É necessária muita força e está a conseguir ter.
Desejo de coração que tudo se encaminhe sempre para melhor.
Bjnhos para si e o seu tesouro.
alice

Helena Barreta disse...

O vosso esforço e a vossa luta, o empenho, a vontade e a garra do JP darão, com toda a certeza, muitos frutos. O futuro só pode ser favorável.

Parece-me sempre mais sensato e menos doloroso valorizarmos o que a vida nos deu e nos dá, do que passarmos a vida a lamuriarmo-nos com aquilo que não temos.

Que criança não gostaria de ter uma cadelinha destas?

Beijinhos

Dina disse...

Olá, olá

Pois tens razão... e como escreveste o amor, o imenso amor que sentimos por eles, os nossos meninos, infelizmente não muda a condição deles mas, e eu que tenho mais dois filhos, sei que o que desejamos para eles é que sejam, essencialmente, felizes e os nossos meninos podem ter ou vir a ter limitações motoras significativas mas, nós, hoje, já temos uma certeza é que eles são MUITO FELIZES e VIVEM REALMENTE UMA INFÂNCIA MÁGICA!!!!

Muitos beijinhos e um muiiiiito especial, colorido com todas as cores do arco-iris para o meu menino, dos lindos olhos castanhos

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Dulce Bregas disse...

Olá família de grilinhos!Então esta é a Bianca,parece uma fofura,e tem o tamanhinho certo para estar ao colinho do J.P.!Beijinhos!

Juca disse...

Olá,

Acompanho este cantinho há já algum tempo... tive conhecimento do mesmo através de uma amiga (Vanda do Cantinho) e fiquei apixonada por este elo tão forte que exite entre mãe e filho!

Há coisas que não se explicam... PARABÉNS!

ClaudiaMG disse...

Olá Helena

Como dizem o amor ultrapassa tudo e o mais importante do mundo é que eles sejam muito, mas muito felizes.
Esse é o desejo de todas as mães, das nossas mães para nós e de nós para os nossos filhos independentemente das limitações que possam vir a ter ou não.

Um beijinho muito grande

Cláudia disse...

Já há algum tempo que não comentava... mas volta e meia dou uma olhadela nas novidades do JP, e fico sempe emocionada.
Vejo-te como uma grande mulher, uma lutadora.
Não te conheço, mas pelo que escreves, assim o parece.

Infelizmente, não podemos mudar a sociedade, nem os problemas dela, mas estás a contornar os obstáculos que esta trás, da melhor forma e nunca deixes de o fazer...

Por ti, pela tua familia... em especial pelo JP, que te ficará eternamente grato por sentir que tem uma infancia feliz...

:)