quinta-feira, janeiro 06, 2011

Vénia

Normalmente tento ser prudente, tanto antes de dizer bem, como antes de dizer mal.
Mas está na altura de reconhecer que o JP teve mais uma vez "aquela" sorte.
Ou talvez o tenham destinado a esta pessoa porque sabiam que ela faria um bom trabalho.
A educadora que está com ele tem sido até agora uma pessoa empenhada e muito dinâmica.
Uma pessoa que não se resigna e esforça-se por fazer um trabalho de excelência.
O JP gosta imenso dela e em tudo sinto a sua admiração e respeito. E o mesmo com a auxiliar (uma pessoa meiga e incansável que me faz lembrar as que ele já teve!).


Hoje tivemos uma reunião para definir a rotina do JP e a partir de agora ficou definido que será feita uma reunião mensal.
A sequência do dia de trabalho é semelhante à que era feita no colégio, já que a educadora segue bastante o "movimento escola moderna". Assim, depois da recepção, conta-se no tapete as novidades. Neste momento o JP usa o computador para o fazer ao invés do caderno de comunicação. O computador emite uma voz (fala) e os meninos não precisam de saber ler para o entender. Depois definem-se as actividades de cada um de acordo com as escolhas e as disponibilidades (nem todos podem estar no mesmo espaço). O JP está completamente familiarizado com esta rotina porque é a mesma do Cantinho.
Gosta de escolher a "Casinha" que é o faz de conta que adora e onde interage imenso com os outros. Só depois vem a expressão plástica e o computador. E também não vejo mais nenhuma actividade apropriada para ele fazer, honestamente.
Para mim é importante toda a componente comportamental e de socialização, já que em tudo o resto (actividade de literacia e matemática) ele está fantástico. Na socialização também está bem, mas pela falta de capacidades motoras e de expressão, é muito importante realizar um trabalho constante ao nível das interacções e a escola é um local previlegiado.
Depois do almoço fica na unidade 1 hora, enquanto faz standing, pinta , faz terapia da fala ou participa nas actividades da unidade, que tentar-se-á que não sejam repetidas com as das salas.
O grupo da unidade é carinhoso, tanto os meninos como os profissionais e ele gosta muito de lá estar. Fico contente por isso e é o seu porto seguro, com certeza.
Honestamente, o que mais quero é que ele se adapte à realidade da sala convencional, onde não há tanta atenção só para ele, mas que é de certa forma o que o espera no futuro. E que seja isso que prefira. Mas compreendo a sua óbvia preferência.
E com tudo isto, estou optimista e é continuar trabalhar para que o restante ano seja um sucesso.

4 comentários:

Helena Barreta disse...

Que boas notícias, que bom, fico tão contente.

Eu acredito que o esforço, empenho, dedicação e trabalho do JP e de todos os envolvidos, que pelo que nos diz estão tão empenhados e são excelentes, vão continuar a dar bons frutos.

Desejo-vos a continuação de bom trabalho, muitas felicidades e saúde.

Beijinhos

Marylight disse...

Olá minha querida! Que bom que tudo está a correr bem com o JP na nova escolinha e na Unidade.
Claro que a realidade da sala de aula é diferente, mas ele tb tem de se sentir confortável. Com o meu Tiago agora as coisas também já estão a entrar nos eixos. Tb ele inserido numa Unidade e confesso que foi a melhor escolha que fiz, sinto maior conforto e sei que ele está sempre com algum apoio extra. Na sala de aula tb está mto bem integrado.

desejo que tudo continue a correr lindamente! Beijos grandes para vocês!

Anónimo disse...

Olá!

Gosto muito de saber das novidades. Quando todos se empenham os resultados são de grande qualidade. E sempre, bem acompanhado, o JP será um miúdo feliz e seguro de si.
Um beijinho
Joana (Porto)

ClaudiaMG disse...

Oláaaa

Que boas e excelentes novidades, fico muito feliz por o JP ter mais uma vez pessoas ao lado dele que o estimam e que o estimulam em todas as áreas necessárias.
Espero que este ano seja um grande ano para o JP.

Um enorme beijinhos e Feliz Ano Novo