segunda-feira, outubro 05, 2015

Certas pessoas

 
Conheço algumas pessoas que lhes faria tão bem descer à terra...perceber o caminho difícil de ter uma criança especial e diferente.

Talvez aprendessem a dar valor a cada dia vivido. Talvez fossem até mais felizes e não se importariam com todas aquelas coisas supérfluas e fúteis que lhe acontecem e lhes tiram o bom humor.

Perceberiam finalmente "como é que aguento ?", porque talvez descobrissem o amor incondicional como eu também aprendi a conhecer.
Talvez deixassem de estacionar no local dos deficientes. Talvez deixassem de dizer coisas tão parvas.

Não é desejar o mal a ninguém. É desejar que alguns seres pudessem ser mais humanos, mais empáticos e aprender a ficar calados quando não há realmente nada para dizer.

Muitas vezes basta um abraço ou uma frase simples, "estou aqui para o que precisares". 
E estar mesmo. 


2 comentários:

Jéssica disse...

Olá,
Meu nome é Jéssica sou mãe de um gatinho de 3 anos com pc tetra e de uma gatinha de um ano, gostaria de algumas dicas ou até mesmo as imagens que vc usava para a comunicação do JP, como começar? meu filho tem um cognitivo bom, entende tudo... como inserir isso aos poucos?

Anónimo disse...

Mas não estão Mesmo!

é essa a pergunta que sempre quero fazer, quando leio ... etc.

mas há pouco diálogo, porque afinal quase todos nós temos medo de dizer, escrever ou enfrentar a verdade/realidade.

gosto muito do JP. è um miúdo adorável