domingo, janeiro 07, 2007

A minha companhia

Um passeio na baixa de Lisboa no Sábado de manhã. Sentado no carrinho e aproveitando para treinar o seu equilibrio, o JP é uma excelente companhia nos meus afazeres, e eu depois retribuo sendo boa companhia para ele também, vendo os patinhos no lago ou espreitando umas corridinhas de Karts que fazem as suas delicias...
Adoro estar com ele. É o meu filho, meu companheiro...passamos tempos encantadores juntos. É nele que encontro a magia das pequeninhas coisas que julgava perdidas para sempre. Reencontro a felicidade infantil, o prazer de brincar de faz-de-conta...de contar histórias...de me perder em carinhos e meiguices. Nunca pensei que viria a abraçar a maternidade de uma forma tão intensa.
Ser mãe não era uma prioridade. Tinha falta de jeito para crianças e às vezes até falta de paciência. Como mudei...
Adoro um abraço a três, eu, papá e filho...aproveito cada dia, pois sei que não se repetem...

30 comentários:

paidopedro disse...

a maternidade e a paternidade transforman-nos realmente. dão à vida um significado até então desconhecido e insuspeitado... beijinhos e boas ternuras a três.

NÉA e ARTHUR disse...

Lindo tudo que você escreveu.
Beijoss.

Quicas disse...

Fiquei comovida...sabes, por mais que não seja uma prioridade, por mais que haja falta de jeito, quando pegamos pela primeira vez no NOSSO filho, tudo o resto desaparece, deixa de existir. Ele passa a ser uma prioridade, e a falta de jeito transforma-se num colo carinhoso ao nosso bebé.
Também vejo a Flor como uma companheira...de passeios, de brincadeiras, de cumplicidade. E nós mães, mais que ninguém, compreendêmo-los e conhecemos cada gesto, cada olhar.
Por isso aproveita cada momento com o JP...é único, tal como ele.

beijocas

Silvia disse...

é mm um amor maior q nem sei como nos cabe no peito...

Anónimo disse...

aproveita amiga, tira o melhor proveito destes momentos, poiss o tempo passa mas as recordaçoes e as conquistam ficam para sempre...
brinca muito liberta-te, vive todos os detalhes pois eles sao unicos esao eles q constoem a nossa felicidade....
adoro a tua escrita, adoro o teu blog..enfim continua a viver esse amor...
jookas

Sorrisos da minha Alma disse...

Um amor grande e tão sentido o que me transmites. A três a felicidade faz todo o sentido.
Um beijo grande em vós

vera disse...

fazes muiot bem em passear com ele. eu não abdico da marianita nos meus passeios / compras

jocas
vera

mother_24 disse...

Podes crer amiga, eles são sem duvida os nosso compinchas :) eu tb adoro passear com o meu canininho, brincar no parque, fazer corridas, jogar á bola, conseguimo-nos abstrair de tudo o que é podre no mundo. Eu tb pensava que não teria jeito nenhum para crianças, nem pensava nada em ser mãe, mas hoje sei que foi a coisa mais bela do mundo, sem o meu canininho eu não sou ninguém, com apenas 2 anos ele fez-me ver a vida duma forma tão diferente , pena os pais não verem assim tb, acho que a maternidade bate muito mais fundo que a paternidade, enfim :)

ainda bem que te encontras feliz, passeia muito amiga, aproveita cada minuto dele :)

beijos grilinha de estimação

SaraA disse...

Já algum tempo que visito o teu blog, mas acho que nunca comentei. A tua história comoveu-me muito, talvez porque podia-me ter acontecido a mim ou a qualquer outra mulher. És uma mãe fantástica! Admiro-te muito. Beijinhos

Cláudia Rocha disse...

Olá amiga

Só para te deixar um beijinho e dizer-te que tenho cá andado a espreitar.....

....para qd um encontro????...

Beijinhos

Cláudia, Madalena e Guilherme

http://confiencial.blogs.sapo.pt/ disse...

Sem duvida os nossos filhos são tudo para nós.
Beijinhos e boa semana

lobitas disse...

È mesmo fantastica esta experiencia de ser mãe, alteranos a visda completamente mas tambem tem muitos bons momentos principalmente estes momentos deliciosos em que nos derretemos todas, e tambem penso que por darmos tanto amor ás nossas causas tambem temos outro relacionamento muito mais intenso com os nosssos bebés (estou sempre a chamar-lhes bebés, um dia destes eles chateiam-se, hihihihhihi)e isso é mesmo muito bom, não é???
Tudo de bom para voces e muitos passeios

lobitas disse...

È mesmo fantastica esta experiencia de ser mãe, alteranos a visda completamente mas tambem tem muitos bons momentos principalmente estes momentos deliciosos em que nos derretemos todas, e tambem penso que por darmos tanto amor ás nossas causas tambem temos outro relacionamento muito mais intenso com os nosssos bebés (estou sempre a chamar-lhes bebés, um dia destes eles chateiam-se, hihihihhihi)e isso é mesmo muito bom, não é???
Tudo de bom para voces e muitos passeios

Mãe Frenética disse...

Grilinha, o q dizes no fim é o meu espelho, eu tb nunca tive jeito para crianças.
Hoje é totalmente diferente
Mas tb prefiro a companhia do meu filho a qq outra!!! :))

Anónimo disse...

Olá...tenho andado desaparecida, mas vou voltar a ser uma leitora assidua do teu blog. É verdade...ser mãe é fantástico e tenho vindo a descobrir as maravilhas de ter um filho e do amor incondicional.

Beijos
Patrícia e Rodrigo

DIV de divertida disse...

Concordo.
Apesar de separados, eu e o pai da Kika ainda lhe damos beijos tipo sandwich. Ela adora!!!!
ehehe

docinho disse...

Cada abraço faz-nos ter a paciência que nos faltava...

Beijos abraçados

Amores Perfeitos disse...

esses momentos prenchem nos por completo!!

um beijo p voces os 3

carla m. disse...

Um filho acaba sempre por ser tudo para a mãe, ne?
Eu estou a amar ser mãe, a curtir bue a princesa, é fantastico.
Beijos grandes

Anónimo disse...

Uma agradavel surpresa sabe tão bem ...!

A descoberta de ser mãe trouxe-te ainda mais felicidade ...!

Fico feliz por ti!

Bjks da Matilde e Cª para grilinhos ...!

Mãezana disse...

que bom amiga..aproveita tudinho!!!!

grande beijoca!

Anónimo disse...

consegui até sentir este momento... tão simples e tão intenso. é impressionante como filho realmente faz de nós seres mais sábios e felizes. Parabéns! Cada dia que passa te vejo como exemplo de mãe cada vez mais...
ceila, do desabafo de mãe

Anónimo disse...

Não gosto nada do provérbio do "... cadilhos", porque concordo plenamente que os filhos são nossos companheiros.

viviana disse...

a gente faz ás vezes cada figurinha por eles nao é?
jokas fofas

Anónimo disse...

e há mesmo que aproveitar cada momento :)
beijinhos
Cris

Maria disse...

Bonito... vieram passear a Lisboa e não visitaram os amigos! E o abraço que quero dar ao JP pelos progressos? :o) Beijinhos aos dois.

rutebruno disse...

E como sabe bem esse abraço...
um verdadeiro momento de felicidade!
um beijão

Sandra disse...

Olá, Grilinha! Muito obrigada pelo comentário em nosso blog. Faço parte de um grupo de pesquisa no Brasil sobre socialização de pessoas com necessidades especiais e de seus parentes a partir de blogs. Acompanhe o andamento de nossa pesquisa pelo blog. Se te interessares, podemos enviar-te os artigos da pesquisa. Abraço, Sandra, Marcos e Liliana

Anita disse...

Tu és muito especial, minha amiga e sei o quanto cada palavra que escreves é sentida.
És a mãe do JP, e que boa escolha ele podia ter feito.
Adorei, alias como adoro sempre as tuas palavras.
Beijinhos
Anita

Sorrisos da minha Alma disse...

... espero que esteja tudo bem convosco...
Beijos grandes