quarta-feira, setembro 10, 2008

Copinho meio cheio

(A propósito de um comentário que me fizeram recentemente)
Mais um ano começado. Um ano diferente. Mas com excelentes perspectivas.
Há quem pense que tenho força e alegria para dar e vender.
Há quem pense que tenho uma vida triste porque o meu filho não é uma criança como todas as outras. Nem uns tem razão, nem os outros.
Como já muitas vezes disse, encaro os desafios com garra.
Este é o maior, mais degastante...mais forte. O que menos controlo.
Mas que acredito (e cada vez tenho mais razão para acreditar) que o iremos vencendo em cada dia.
Por vezes atinjo grande cansaço.
Talvez não maior do que muitas outras pessoas, mas não tenho uma vida pacata.
Tenho por vezes tempo para não fazer nada, pois o JP dorme todos os Sábados na casa da avó.
Pelas circunstâncias dos locais onde vou trabalhando (hospitais, etc) vejo demasiadas situações complicadas da vida de cada um e cada vez mais aprecio cada dia nosso simplesmente normal.
Cada dia tem de ser saboreado.
Quero celebrar cada um, de cada vez, com o meu filho e com o meu amor grande também, porque não sei quando o deixaremos de o fazer. A vida é mesmo uma caixinha de surpresas.
O JP tem Paralisia Cerebral, mas à parte disso tem sido saudável, graças a Deus.
Frequenta piscinas desde os 4 meses e nunca teve otites. O ano passado não se constipou sequer(vou ali bater na madeira, já, já !!!).
Por isso, tenho de me concentrar na sua reabilitação e olhar para o copo que está meio-cheio e não meio-vazio ! Não, não sou super-mulher, nem super-bem-disposta, mas vou fazendo por isso.
Muito curiosa de ver comentários...

16 comentários:

GE disse...

Tb sou a favor do copo meio cheio, temos que ver as partes boas da nossa vida, e o JP é sem duvida uma benção, com os seus problemas, limitações, feitio :)) como todos os meninos... é assim mesmo e com optimismo e boa disposição vamos pra frente!!

Bjinhos

Vera Raquel disse...

eu admiro a tua força, ó se admiro!!!!

jocas e tudo a correr bem

vera

stardust disse...

És é um copinho cheiinho de amor pelos teus!

Quando ouço e vejo tantas vezes as pessoas que se queixam a propósito de tudo e de nada, penso em ti, em como encaras todas as coisas menos boas com uma enorme boa disposição.

Sem dúvida uma super mãe!

Beijocas

Grilinha disse...

Querida Stardust, não é bem encarar sempre com boa disposição...que nem sempre acontece.

É tentar não ir abaixo...e encontrar o positivo que há nas coisas. Beijinho

Magnólia disse...

A minha mãe conta-me que um dia estava em casa de uma tia, e que estava no jardim, muito séria.
Essa tia disse-lhe, X, se sorrires ajuda. Ela nunca mais se esqueceu disso.
O meu voto vai para o copo 50-50
Beijo

Joana

Mãe Sisa disse...

Apesar do JP ser saudável (e que assim continue por toda a vida!!!), acredito que por vezes seja difícil- até porque tens um ritmo do quotidiano que tem de ser mais "acelerado". O facto de encarares os desafios com essa tua garra e optimismo são motivos para te felicitarem e admirarem!
Parabéns por isso e parabéns ao JP que corresponde inteiramente às expectativas, superando-as até algumas vezes! Que continuem com a mesma perseverança e com a mesma capacidade de sorrir (mesmo apesar do cansaço).
Abraço muito forte!

Cristina disse...

O JP tem sorte em ter uma mãe e um pai que não desistem. Dão-lhe oportunidade de ir mais longe, de acreditar que não há limitações terrenas para a sua felicidade completa. Deve ser extenuante mas tem as suas recompensas!
Encarar a vida de forma positiva e tentar nas adversidades ver o menos mau é um bom lema de vida.
É o que tento incutir nas miúdas. Também lhes quero dar asas para voar...

Bjos grandes

Cristina

Dokas disse...

Olá!
às vezes sabe Deus o esforço que fazemos, para sorrir...
Que a garra nunca te falte
Beijinhos
Beta

lobitas disse...

Acabo de ler e fico com um sorriso, com muita alegria de te conhecer e de ser tua amiga, conheço cada palavra, sinto cada virgula, conheço a tua linguagem, rio e choro com ela, estamos no mesmo barco, saboreamos da mesma brisa.
Neste momento conseguiste emocionar-me, ..... não vou dizer mais nada só queria dar-te um abracinho pessoalmente.
Gosto muito de ti, és uma amiguinha do coração.
Beijinhos ao JP.
As lobitas

Ana disse...

Tenho a dizer o seguinte:
sim, sim és uma super-mulher, super-bem-disposta, super-vais-fazendo-por-isso, por vezes, com super-grande-cansaço...mas super-acreditas, com super-consciência,super-dedicação e super-garra, que o super-JP, é e será um super-vencedor!
um super-bj para vcs, que para mim, são uma super-família, super-cinco-estrelas,
Ana

Grilinha disse...

Ai, agora é que fiquei sem palavrinhas e super-emocionada

sil disse...

Acredito vivamente que tens e tens todo o direito e sanidade para teres os teus dias maus...

Mas sempre que leio o teu blog fico com uma energia que tu nem calculas... Por vezes sinto-me cansada com o trabalho, com a casa e até com os filhos (de se notar que naõ fico cansada deles mas sim com eles)e depois leio o teu blog a tua luta constante, os obstáculos que para mim seriam enormes e que tu os descreves como sendo pequenas pedras no teu caminho, a maneira como descreves o teu filho que deve ser uma criança super adoravel... eu fico tão serena qwe já não me interessa os problemas do trabalho, nem a casa desarrumada e quero é ir brincar com os meus 2 pestinhas...
Por seres quem és, com toda a tua energia e as tuas fraquesas...Obrigada por esta lição de vida...
Bjos
Sil

Grilinha disse...

Bem Sil...
Nem sei que diga.

Deste-me força para continuar a ir escrevendo. Achei o comentário muito sincero e curioso. Obrigado.

Amiga Lobita: Mas nós vamos dar esse abracinho novamente pessoalmente e espero que não falte muito. Vamos chorar de rir mais uma vez na gare do Oriente com as tuas histórias doidas ?

Ge: Sim querida, eu tb acredito que é com optimismo que se vai lá. Se não se for, pelo menos andamos mais bem dispostos !

Vera: a Força vem tu sabes de onde...

Cristina: De facto percebes-me...

Magnólia e mãe sisa: Duas pessoas adoráveis que conheço. Vocês sabem como é...vocês sabem como sou. E sei que percebem.

Ana: Tu deixas-me a rir e emocionada ao mesmo tempo. Fazemos por ser Super, não é? Depois sai qq coisa que nem sabemos bem o que é ! Mas não é mau, acho eu !

Bjs

Grilinha disse...

Dokas: Sim, podes crer ! Bj

Maguy disse...

Olá Grilinha!!!!

Acho que o 50-50 é o melhor. Todos nós temos dias bons e dias maus. Sem dúvida que a chave está na forma como se encara os desafios. E tu nesse aspecto tens sempre o copo cheio. Parabéns por isso.

Beijinhos
Maguy
PS: O meu livro???? EStou anciosa por relê-lo.

Anónimo disse...

Olá Grilinha

O teu blog foi dos primeiros que encontrei depois da consulta dos dois meses do meu filho onde ouvi pela primeira vez a palavra paralisia cerebral. Na altura os prognósticos eram que ele tivesse grande limitações motoras (prognósticos esses que não se verificaram) nem sabes como gostei de ler o teu blog naquela altura, nem como ele me ajudou a ver o copo meio cheio do meu filho. Nenhuma de nós é super nem tem forças sobre humanas nem poderes especiais, mas há pessoas que tem uma atitude negativa com a vida, rendem-se a ter pena de si próprias e a baixar os braços, somam as desgraças e lamentam-se diariamente. E há outras pessoas, (desculpem-me os homens) quase sempre mulheres, que sabem viver devagar, aproveitar o que a vida tem de bom lutando pelo que acreditam. Este último tipo de pessoas também têm momentos de tristeza e desânimo mas sabem, sem dúvida, aproveitar o que têm de bom e lutar para melhorar o que têm de menos bom na sua vida.
Tu és deste último tipo de pessoas, ensinaste-me isso com o teu blog e por isso estou-te grata.

Cristina
http://blogs.clubedospais.pt/ccsantos