quinta-feira, janeiro 07, 2010

As primeiras palavras escritas pelo JP


(imagem digitalizada).

Foram estas. Hoje na UTTAC.

Babei-me de orgulho.

O processo "transição de escola" vai estar para durar. Apesar das vossas palavras de encorajamento, sei que isto é uma lotaria. Assim uma daquelas questões de sortes e azares.
O meu JP este ano anda super-feliz porque a sua educadora é 5 estrelas. Aprendeu o SPC, procura histórias adaptadas. Ensinou o SPC aos colegas do JP...e ele sente-se como um peixinho na água. Quem não sentiria ?
Não é fácil. Quando temos um BMW que funciona bem, não queremos um carrito de gama inferior possivelmente cheio de surpresas...(nunca tive nenhum BMW, mas imagino)
Mas vamos continuar a trilhar caminho. Ainda está tudo em cima da mesa por esta altura. Vai ser impossível "esquecer" e fingir que nada se passa. As lágrimas caem-me quando penso que o meu JP pode estagnar na sua evolução. Caem quando penso que a actual escolinha é como uma extensão do carinho que tem em casa....e custar cortar estes laços. Custa mesmo muito....

Voltando à conquista e para que conste dos registos: em 7-01-2010 o JP escreveu sozinho através do computador estas palavrinhas !!! PATO, GATO, RATO, LOBO E FOCA !!! Grande miúdo !!!

PS: Como já me perguntaram diversas vezes qual a cadeira do carro que o JP ganhou, (PANDA da R82) aqui fica o link (a do JP é preta). Tem uma característica fantástica é : para além de ter base rotativa, puxa-se para fora da porta, dando grande comodidade nas entradas e saídas do automóvel.

19 comentários:

Joni disse...

Boa JP!!!!!

Beijoquinhas
Maria João e Bruno

Dulce Bregas disse...

Espetáculo!Parabéns!Quanto a grandes decisões,por aqui tb se fizeram,andei sem dormir,tinha que desistir de uma terapia,que por ser muito inconstante(muitas trocas e falhas da terapeuta)o Francisco sofria imenso,então dpois de um mês e tal sem essa terapia,ele já não chorava;tinha "esquecido",recomeçou a terapia e o meu feeling mandava-me repensar,mas claro desistir de uma terapia é uma grande decisão,mas teve que ser,sem confiança,nem ritmo...era prejudicial à estabilidade dele.Foi um alivio,dormi que nem 1 bebé!Por isso,o segredo é irmos pelo nosso instinto,nunca falha.Força!A nova escolinha vai ser boa vão ver!Beijos.

Leoinha disse...

Olá!

Parabéns ao JP pelas palavrinhas!
Quanto à escola percebo a tua angustia, eu tb estaria a pensar o mesmo que tu, tantas dúvidas, neste caso nem sequer é uma questão de profissionalismo na escola mas uma questão de afecto! Ou seja não sabes se o JP será tão acarinhado na nova escola como actualmente é e depois ainda existe a questão de mudar de escola, educadoras, coleguitas ... Custa um pouco, a minha filhota passou pelo mesmo qd entrou o ano passado no cantinho e até entrar estava muito angustiada com a mudança, mas passado duas semanas as coisas já estavam bem, a questão aqui é que os meninos da turma dela já se conheciam e puseram-na um pouco de lado, mas no inicio é sempre complicado!

__Isabel__ disse...

Bom trabalho JP!

Bom Ano 2010 para todos... que seja um ano de muitos progressos!

Um beijinho.
Isabel

Cláudia disse...

É sempre um orgulho enorme qualquer evolução dos nossos filhos...
Quanto à escola, eu acredito que o destino lhe reserva pessoas carinhosas e atentas à sua evolução, temos bons profissionais no terreno.

Eu costumo dizer... nem todas as escolhas que fazemos para os nossos pequenos são vitalicias... Fazemos o que achamos melhor... se nos enganarmos ou se não corresponder às espectativas, muda-se... ou volta-se para onde se estava.

Vai correr bem... Eu própria também me estou a mentalizar da escolha que fiz (ou seja, acho que é a melhor, claro!), a minha filha vai entrar no 1º ciclo.

BJS

Anónimo disse...

Parabéns JP!

Acredite que o seu menino vai cativar toda a gente. Há bons profissionais, competentes, carinhosos e afectuosos. Porque é que acha que na escola não pode haver esse bom ambiente que há no colégio? E porque é que não há-de haver?

Encarar a mudança como algo terrível é que pode ser mau.

Beijinhos

Helena

Grilinha disse...

Helena, quer queiramos quer não há sempre bons profissionais e maus profissionais...
Há gente mais virada para apostar em meninos diferentes e há sempre quem não tem paciência e não se quer dar ao trabalho porque NÃO GOSTA. É uma dura realidade. Eu acredito que ele cative, mas tb acredito que há gente que não se deixa impressionar....que faça por "enxotá-lo" para a unidade de multi-deficiência para não "ter trabalho". Porque é um trabalho gratificante para uns e difícil e penoso para outros...é assim mesmo.
Longe de mim, dizer que os profissionais que estão naquela escola são assim.
Não sei como são... é só essa a angústia...
Vou tentar saber (essa é a parte mais difícil) e depois fazer uma escolha fundamentada. Porque quero minimizar os riscos de cometer um erro.
Percebo quando dizes que estar de pé a trás não é um bom porto de partida. Mas é difícil, sabendo que na educação há bons e maus profissionais na área da inclusão...
Tudo o que quero é que lhe dêem muitas condições de prosperar no seu desenvolvimento. Um menino que não comunica, não interage, pára no desenvolvimento cognitivo.

Ele não fala, mas actualmente comunica lindamente. Sente-se apoiado, quer falar, quer interagir...e fá-lo. No dia que o deixar de fazer , nunca mais o seu desenvolvimento cognitivo será como até agora. E isso...é o que não queremos. E vamos tentar evitar.

Mas na verdade, o que se passará hoje e sempre é que terei de estar MUITO ATENTA. Se chegar à conclusão que fiz uma má escolha...terei de o mudar. Até ficar como desejamos, ou perto disso..

Neste caso específico, era bom que não tivéssemos de mudar. Porque ele está muito bem...mas algum dia teria de ser, claro.

Beijoca

Ana - www.nascerprematuro.org disse...

JP,
Parabéns, muito parabéns!!! YUPY!!!
A tua próxima redacção vai ser certamente:
JEPP
JOÃO
CORRIDA
vai lá dizer à tua mãe, desde já tens o meu apoio
;-))))))))

Rita disse...

Parabéns JP :)

Não te deixes desanimar... Pensa positivo. Quem sabe vamos ter uma agradável surpresa.

Bjinhos

Rita

Cláudia disse...

E ficar no Colégio privado até ao
4º ano (uma vez que têm essa valencia), não dava mesmo?

Imagino que o dinheiro que gastariam daria para fazer outras terapias, certo?

Mas se sabem que ele está bem, mudar é sempre dificil... Compreendo muito bem essa angustia do tentar outro sitio que será uma incognita...

Decisão dificil, sim sra.

Para mim, vendo de fora, a minha opinião é o seguinte:
Se o dinheiro que gastas no colégio é muito bem empregue e vês bons resultados, deveria ficar.

Por outro lado, Se vês que no outro lado tb pode ser bom e não tens de pagar (tanto)acho que deves tentar... E dar uns meses para ver.. Senão... muda novamente.

Tenta informar-te o mais possivel sobre a nova escola e de pais com as mesmas situações.

Desculpa a ousadia da opinião. escrevi na tentativa de ajudar alguma coisa, mas realmente é uma decisão dificil...

Deixa o instinto decidir.

Coloco outra questão: Não dava para o JP ir lá uns dias ainda este ano lectivo para ver como reage?
Se calhar é uma utopia da minha parte...

ClaudiaMG disse...

Bem brilhante minha amiga, a partir de agora é só escrever....escrever....escrever.
Fantastico mesmo!!!

Beijinhos grandes

Grilinha disse...

Cláudia

Sabes que os colégios particulares podem aceitar crianças assim, mas acaba por não ser bom nem para o colégio nem para os pais.

nº 1: têm de fazer uma turma reduzida de apenas 20 alunos
nº2: têm de garantir uma auxilar a tempo inteiro
nº3: a ºprofessora na sala de aula tinha muito maior dificuldade em dar apoio do que se estiver uma professora do ensino especial por ali, só para o efeito...

No público tem todas as terapias gratuitas: terapia da fala, ocupacional, psicomotricidade, fisioterapia , natação e hipoterapia. além disso a escola pede todo o material que ele precise (software, computador, bancos sanitários, etc). No privado é tudo do bolso dos pais.

Eu não posso recusar tudo isto. De hoje para amanhã pode uma doença ou o desemprego bater à porta....

Que tem de ir para o público, este ano, no máximo no outro....isso sei que tem..

Mas temos de assegurar que será bem tratado, como até aqui....

Obrigado pela tua sugestão. Acredita que já pensei nisso também. Quanto ao experimentar....
hum.....não sei...isso ainda não sei...

Beijocas

Grilinha disse...

Ana: Acho que sim...

Deve ser já a seguir, lol

Anónimo disse...

Olá!

Muito bem JP! Quando chegares à escola já vais saber muitas palavras!
Muitos Parabéns!

Beijinhos
Joana

Vera Raquel disse...

ai que bom!!

fico muito contente pela conquista do JP!

jcas

Carolina disse...

Olá JP e família, como estão?
Tenho acompanhado o progresso do JP pelo site e fiquei muito contente em ver suas palavras! Ainda não tinha deixado nenhum recado, mas hoje teve que ser! Sou a Carolina, terapeuta do Dinis, outro grande herói!
Continuo acompanhando seus passos e torcendo por vc, JP!
Beijinhos grandes!
Carolina.

Grilinha disse...

Benvinda, Carolina !!! Beijinhos

stardust disse...

Esta é só mais uma decisão dificil que tens entre mãos. Compreendo todos os teus receios, mas tens de dar um voto de confiança e pensar no que vais poupar em todas as terapias e material didático para o JP.

Estar atenta é fundamental, mas isso sabes muito bem. E intervir sempre que seja necesário. Acredito que vai correr tudo bem, e que com esse dinheiro que poupm, talvez consigam levar novamente o JP a cuba... Quem sabe?!

Beijocas nossas

Nala disse...

Sabes porque não me surpreendes JP? Porque sempre acreditei na tua força de lutar por ti e pela luta que os teus pais travam contigo. Foste capaz de tanta coisa até agora. Tenho a certeza que serás muito mais capaz para fazeres um conjunto de coisas. Tudo a seu tempo. Não tenhas pressa, chegarás lá, meu querido.
Um beijinho doce da Mara