terça-feira, setembro 20, 2011

As pessoas não imaginam....

nem conseguirão imaginar tudo o que trabalhámos e ainda trabalhamos com o JP.
A nível motor, principalmente, porque esse é o seu grande "calcanhar de Aquiles".

Ainda ele era bebé e eu devorei tudo o que havia de informação, comprei livros, outros mandaram-me do estrangeiro, de muitos métodos diferentes..terapias...que deram resultado, aqui ou ali, nesta ou naquela parte do globo. Experimentámos.....trabalhámos sempre. Muito.
Foram e ainda são, muitas horas de fisioterapia. Entre os 2 anos e meio e os 5  anos, o JP, trabalhava mais de 20 horas por semana intensivamente (entre T.O e Fisio). Sem contar com a piscina e a hipoterapia e as actividades estimulantes (incluindo mais fisioterapia) aqui em casa.
Ganhou com isso e nada me arrependo. Mas não chegou onde que tanto queria. Infelizmente nem perto. Mas eu estou tão tranquila quanto é possível. Pelo menos sei que fiz o que precisava fazer.  E não há grandes arrependimentos. Tento continuar a dar o meu melhor mas nem sempre a motivação é tanta como antes. 

Mas fico muito frustrada (muito, muito, muito mesmo !!!), quando,  gente que mal sabe o que fizemos estes anos todos, diz que que com mais estimulação, se calhar o JP teria chegado mais longe na parte motora.

COMO ???

Sem palavras...


11 comentários:

Luz de Estrelas disse...

Isso deve doer, de tão injusto. As pessoas falam sempre da nossa vida como se soubessem o que somos e o que custou chegar ali. O melhor que tens a fazer é ignorar. Só quem não te conhece, Helena. Toda a gente que te conhece sabe que te deste de corpo inteiro a tornar o JP mais autónomo. E fizeste um excelente trabalho.

Grilinha disse...

:)
obrigado, minha querida. Beijinhos.

Mãe(q.b.) ao quadrado disse...

fogo como é possivel... tu sabes q isso é palavras de quem n vos conhece, sabes isso n sabes? n te deixes desmorecer com gente assim q fala sem saber... tu foste e és uma lutadora e o JP então nem se fala... por ele de certeza que teria muito mais autonomia mas infelizmente o corpo não lhe deixa... mas n é isso q o deixa de ser um menino especial como ele é!

jokas grande grilinha de estimação

Helena Barreta disse...

Eu só vos conheço do que leio aqui e isso basta-me para saber da sua luta diária em prol do bem estar do JP e para chegar a tudo o que ele precisa, das idas a Cuba e de tudo o que fazem para estimular e dar ao JP todos os alicerces possíveis. E essa luta deu frutos, o JP é, como já tantas vezes aqui realcei e porque não me canso de admirar, trabalhador, persistente, empenhado, com uma elevada auto-estima, educado, um bom colega e amigo. E se o JP é uma criança feliz é porque os pais fizeram um bom "trabalho".

A essas pessoas que falam sem conhecimento de causa dê-lhes desprezo. Há quem não mereça consideração e quem fala do que não sabe e nem viveu nada parecido, está dentro desta categoria.

Um abraço cheio de afecto e admiração pela Mãe que é.

Beijinho

Juca disse...

Grilinha,

A vida tem-me ensinado algumas coisas e a mais patente é o facto de que há gente sem vida e qeu como tal gosta de dar "bitaites" sobre a vida dos outros... sabes que mais... eles que arranjem uma vida dó para eles!

A sério, não entres nesse caminho de te questionares, pois isso é o que essa gente quer, tens dado tudo de ti e acima de tudo tens AMADO o JP, agarra tudo o que tens vivido e todas as batalhas ganhas e até as perdidas, pois são essas que vão construindo os degraus que te levam à vitória de outra grandes batalhas. Faz dessas vivencias e aprendizagens p teu castelo e desfruta de todo o amor nele existente.

Beijinhso grandes

Mina disse...

Grilinha
Tomaria-mos as dores deles, para nós se possível fosse e só quem não é mãe de alguém especial poderá alvitrar o que faria diferente ou melhor.

A consciência é de que damos sempre o nosso melhor e se o JP chegou onde chegou foi mérito e esforço conjunto.

Não te deixes intimidar ,porque quem não sabe.
Estás mais sensível naturalmente essas coisas doíem...

bjinhos

Anónimo disse...

Grilinha, como sabes, também tenho o problema do teu filho. Embora, como sabes, muito menos acentuado. Aos meus pais também disseram isso foi feito todo o possível. E pessoas já me chegaram insinuar que elas é que tem força de vontade. Eu muita piada acho a essas pessoas a quem a vida se calhar apesar das dificuldades, deu outras hipóteses. Olham-nos como se fossem os réis das vitórias e nós uns fracassados. Contam a sua vida toda por todo lado, vangloriando-se das suas excepcionais melhoras. Eles é que sim! Dão lições de moral como se conhecessem a vida debaixo das telhas de cada um.
Não te aflijas, deixa-os falar. Fizeste e fazes tudo o que podes e o JP ainda pode melhorar muito! Não te esqueças que ele ainda é muito novinho, a Medicina está a avançar. O meu tempo já passou. Eu sim, sou "burra velha".
Mas confesso, há pessoas que me cansam. Desculpa o desabafo.

Beijocas!:))
Joana (Porto)

Cristina disse...

Não tens que ficar frustrada com esse tipo de comentários pois como tu mesma disseste são pessoas que mal conheces e por isso não sabem que tens feito tudo o que está ao teu alcance para ajudar o teu menino.
Dizer palpites ou dizer que se podia ter feito isto ao aquilo é muito fácil, agora enfrentar a dura realidade que é ter filhos especiais num pais da treta como este que pouco ou nada ajuda quem tem filhos assim a conversa já é outra... eu tenho dois filhos com problemas que também precisaram e ainda precisam de terapias e sei bem a luta que temos travado para ajudá-los quase à nossa custa pois o estado pouca ajuda dá e se queremos ver resultados e não estar meses à espera de consultas de motricidade, terapia da fala etc... tivemos que recorrer ao privado, mas é uma alegria enorme ver cada evolução deles e termos a consciência que é pelo nosso esforço e luta que eles estão assim.
Não ligues pois tu sempre fizeste o que era melhor para o teu menino.
Beijinhos

Mocas disse...

só mesmo quem não vos conhece e não vos acompanha. ha anos que aqui venho a assisto aos vossos esforços conjuntos. até do próprio JP. a viagem a cuba, tudo. há pessoas que não sabem o que dizem, nem sabem do que falam. não te deixes afectar. continuem o vosso caminho juntos, unidos, felizes e com objectivos. opiniões de ignorantes valem o que valem, ou seja, nada. mil beijinhos! admiro-vos imenso.

Mãe Sisa disse...

Eu tenho duas respostas para isso. A primeira está sempre na ponta da língua, mas raramente a dou e não a vou escrever aqui pois pode causar melindre a alguém... A segunda é "oferecer" a troca de posições/saúde a ver se gostam!
O meu filho gosta mais da primeira!

Abraço forte

Grilinha disse...

Sisa: a primeira deve ter mais piada, por isso o JM gosta mais dela !!! Ainda para mais o teu humor costuma ser corrosivo, eheheh..por isso, eu tb votava na primeira !!! bjs