quarta-feira, outubro 14, 2009

Reflexões sobre a blogesfera, a exposição e os laços que se criam

Já por aqui ando há 3 anos e meio.
Há três anos que registo e sigo algumas vidas que me interessam. Gosto de vidas normais, ou não, mas sempre escrito com emoção. Nestes anos já assisti a rumos de vida que mudam...mais filhos, separações, sofrimentos e alegrias partilhadas tudo por via de um ecrã.
Cada vez com menos tempo para seguir outros, mas num minuto reflicto e escrevo (muitas vezes mal devido à pressa).
Daqui retirei bastante amizades que ser tornaram muito reais. Daqui retirei principalmente coisas boas.
Há pessoas que deixaram de escrever nos seus blogues. Ainda tenho esses links e vamos mantendo o contacto. Outras porque tive uma avaria no computador e perdi todos os mails, deixei de contactar com pena minha (estou a falar da mãe frenética).
Mas daqui tenho tido um registo de amizade profunda. Também acredito que não desperte a inveja de ninguém...talvez por isso. Seja como for, nunca fui 100 % transparente, porque a blogoesfera tem limites para mim, como a vida real. Há que se ter algum cuidado e reserva. Mesmo assim, partilho muito.
O blogue iniciou-se porque achei que partilhar as lutas de uma mãe de um menino diferente e especial podia também ser bonito e não tão triste como se possa pensar à partida.
Claro que fico infeliz muitas vezes quando observo as limitações do JP. Mas penso sempre em tentar superá-las. E que alegria que é quando faz algo de novo !!! É uma vibração
Creio que as mães que me lêem e que também estão na mesma situação, sentem-se menos sós.
Creio que algumas encontram pistas e dicas do que fazer com os seus meninos atípicos.
Mas tenho de falar de duas mamãs Brasileiras que me tocaram de uma forma especial. A Nea e a Rosâgela.
A Nea começou a falar comigo pelo Skipe e depois MSN e encontrava em mim força positiva. Começou a fazer terapias com o seu menino e ele agora é outra criança. Como todas as Brasileiras é muito dada e de amizade muito fácil e diz que nos ama...(desculpa Nea, aqui em Portugal, usamos essas palavras com muito maior dificuldade, mas também vos amo!). Agora é ela que me fala de métodos e pesquisas que fez. Coisas que vai experimentar. Ela despertou e diz que por causa de mim (claro que foi tudo devido a ela...só posso ter dado o empurrão)
A Rosângela é exactamente o inverso. Ela dá-me tantas dicas. E eu procuro nela tantas outras. Ela ajuda-me e dá-me esperança como ninguém. É uma fonte de optimismo e de bem estar com a vida. São vibrações positivas. E um dia nos iremos conhecer- as três e os nossos filhos e maridos. Com certeza.
Estas são as realmente virtuais (apesar da web cam).. Muitas amizades são de carne e osso. Muitas deixam a sua mensagem de carinho e eu nem retribuo, porque o tempo anda cada vez mais escasso. Tantas e tantos têm lutado ao nosso lado. A gratidão é imensa. Não há como agradecer....

16 comentários:

Cindy disse...

É verdade que quando encontramos pessoas na mesma "onda" que nós torna-se tudo mais fácil... no dia-a-dia não temos muito tempo para desabafos com as amigas e muito menos para falar com quem tem os mesmos problemas, por isso a blogosfera, quando honesta é uma fonte de "riqueza".

Não custa deixar um abraço de força, um beijo de esperança e isso, para quem deixa de boa vontade, não precisa de agradecimentos!

Beijocas grandes

stardust disse...

Um mundo curioso este, de facto!

Beijocas nossas

Luz de Estrelas disse...

E eu aqui espreito a toda a hora para vos saber bem. Fechei a casa, mas vou reabri-la assim que der. Beijo grande, a ti e às tuas amigas.

*Se precisares digo à Fren para vir cá dar o mail.

Margarida disse...

Lena, mesmo não sentindo na carne as tuas e vossas limitações, nutro por vós um carinho imenso, acho que sabes disso.
Acompanho-vos desde há 4 anos?? no colégio. A Rita teve a sorte de acompanhar 2 anos um menino fabuloso com o teu JP e eu de receber aqueles beijinhos dele, tão melosos e cheios de baba e bolacha.
Sei que o vais pôr na pública no próximo ano e confesso que me deixa "tristinha" pois vou deixar de ver todos os dias, aquele sorriso lindo e iluminado.
Este teu post parece um post de despedida, pelo menos daqui....
Sabes que tudo o que estiver ao alcance das minhas possibilidades, farei, como já fiz noutras alturas.
Vamos organizar outro pedido no Cantinho! Acredito que voltará a haver generosidade.
Não sou de grande exposição e de falar muito, como já reparaste, mas vocês têm um cantinho muito, muito especial no meu coração e será para sempre.
Um beijo enorme para vocês.
Obrigada pelo telefonema de há pouco. Há um ditado que a minha mãe dizia "Quem meus filhos beija, minha boca adoça". Tenho 2 filhas fantásticas, mas tu tens um filho Maravilhoso! Tenho muito orgulho em conhecer-vos

Cristina disse...

:) Gosto muito de te ler. Sabes disso. E dos teus comentários lúcidos. Ainda temos que nos conhecer, não achas, H.?

Bjos

Nea e Arthur disse...

Olá minha grande AMIGA!Todos os elogios que dedico a vc são sinceros e é o que realmente sinto!Quando digo que os AMO tbm é muito verdadeiro...nesse momento enquanto escrevo me emociono e acho incrível esses sentimentos pois nunca nos vimos e como podemos sentir algo tão forte?Sonho sempre com vcs e quando isso acontece é muito real e não quero acordar,sinto que tenho uma parte de mim aí em Portugal,sinto tua família como se fosse parte da minha,me emociono com as Vitórias do JP e desejo que ele consiga sempre mais!Realmente vc me fez ver a vida de uma forma muito diferente e foi no momento em que estava perdida e VC me fez ver a luz brilhar novamente,me fez acordar e lutar pelo meu filho,me fez amá-lo cada vez mais...por isso sempre vou ter por vcs esse sentimento mágico que é o AMOR!!!!!!!Tbm tenho certeza que nos conheceremos e Deus permita que seja em breve.
Beijos e que vc continue iluminando a vida de muitas Mães!!!!!!

Grilinha disse...

Ai, céus...deixaram-me todass com as lágrimas nos olhos...
Nea, tu és única.
Margarida: O cantinho já nos ajudou muito. Acho que consigo ir por outros lados agora. é cansativo e há que dar lugar a outros.
Bjs

maria disse...

Grilinha

Como sabes , eu sigo vocês nesse tempo todo.
Você é uma mãe exemplo para muitas mães que se sentem sós , tristes e perdidas no mundo, porque tiveram filhos diferentes.
Por causa de vc, comecei a olhar para o meu filho com outros olhos, a ver o que podia fazer por melhorar a sua condição de vida e até mesmo o passei a admirar e amar com mais força.
Nunca deixe de escrever, de mostrar seu optimismo e de lutar. Pois foi com vc que aprendi a lutar e não desistir de ir atrás de nossos sonhos.
Pode estar grata a imensas pessoas, mas muitas mais pessoas estarão gratas a vc. Acredite.
Esteja orgulhosa de si mesma de ter desbravado um caminho.
Bjs

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Olá Mãe Grilinha
Nos entramos aqui, lemos e percebemos e sentimos por vezes como mães o que a Grilinha passa.
Eu falo por mim não venho aqui com intensão de que a Mãe Grilinha me vá retribuir o comentário, porque percebi desde o inicio que é quase impossivel, o seu tempo é pouco para tudo.
Portanto eu venho aqui de coração, ler e tentar peeceber como é que uma mãe ultrapassa certos problemas e ao mesmo tempo deixar uma palavrinha de conforto.
Bjs enormes
Ana

Grilinha disse...

Cristina: Acho que sim. Acredito que nos vamos conhecer...quem sabe numa actividade da Gulbenkian...ou outras tantas que tão bem sabes recomendar. Faremos por isso.
Bjs

Mina disse...

Grilinha

Tornaste um exemplo de vida, para quem por aqui passa, e acho que tens uma grande abertura de sentimentos, pelos quais tenho uma grande afinidade, e na blogosfera como na vida criassem laços, até relações de proximidade com quem sentimos maior empatia.

E venho aqui acompanhar esta mãe, que mesmo não se abrindo 100% rsss, brota emoções, sejam positivas ou negativas são sentidas e isso é que importa...
Quem sabe ainda não farei parte das conhecidas rsss

Bjos

Sandra Morato disse...

Olá amiga,
Depois destes testemunhos todos pouco mais há a dizer. Nós pouco conversamos e só nos conhecemos por foto no facebook, mas volto a dizer-te com toda a energia positiva, toda a Força, toda a fé e todo o amor: Mesmo o Outono levando as verdejantes folhas da Primavera que passou, depois do arduo inverno,que se aproxima, a nova Primavera trará folhas ainda mais verdejantes e fortes que enriquecerão e consolidarão o teu tronco. Mesmo com pouco tempo, há sempre um momentinho para o Amor verdadeiro e sincero, aquele que trocamos por breves, mas sentidas palavras, aquele que trocamos nas dicas, partilha e espírito de interajuda.As mulheres, as mães são (ou deviam ser, pois há algumas que nem deviam ter esse estatuto - Mãe) como as Arvores: SEMPRE DE PÉ! Força, Fé e Amor. Beijinho grande ao JP e à sua fada - a Mãe!

Tita disse...

As amizades não se agradecem, cultivam-se! És uma mãe/mulher especial!
Beijos enormes

Nala disse...

Os amigos vivem, não só em harmonia e sintonia, mas vivem em melodia.
Os meus amigos é que fazem uma parte da história da minha vida. Das mais variadas maneiras. Uns porque são como um porto de abrigo, outros porque vou buscar serenidade na ajuda e apoio que lhes dou, outros transformaram as minhas limitações em autênticos privilégios.

Um beijinho enorme

Anónimo disse...

Queria muito ter mais tempo pra sempre deixar um recado...
mas , como sabe que nosso tempo de mãe é curto, deixo um beijao pro vc e pro JP. Lucas fez dois anos no dia 16 de outubro e qualquer dia mando uma foto pro seu email...

Lilian e Lucas
liliandesa1@hotmail.com (msn)
Campos dos Goytacazes
RJ - Brasil

lobitas disse...

Grilinha minha linda, é fantástico poder contar contigo e receber esse carinho que só tu sabes dar, tu realmente és uma pessoa e uma Mãe *****, nunca dúvides disto, foi graças a ti que entrei na blogosfera, tu sabes e tem sido uma partilha e aprendizagem muito boa, sinto que como se tivesse crescido mais um bocadinho ao teu lado.... por isso minha linda muito obrigada por seres como és.
Beijinhos grandes das lobitas