quinta-feira, maio 17, 2012

Conversas

Rafael com 8 meses...
Pouco depois de me saber grávida do Rafael, senti necessidade de falar e lhe explicar o mundo para onde ele vinha. Ninguém sabe se os fetos ouvem tão cedo e muito menos se percebem, mas instintivamente eu gostava de o fazer. Às vezes sozinha em casa falava-lhe dos meus sentimentos. Falava do pai, do mano, de mim...
Quando precisava de descansar, dizia "precisamos de descansar". Outras vezes, absorvida pelas rotinas do mano, até me esquecia da gravidez. E abusava um bocadinho...
Por isso, quando podia, dava-lhe a máxima atenção e mimava-o com descanso, tranquilidade e sensações boas.
O JP todas as noites se enroscava na minha barriga e conversava muito para ele. Vejo agora que se criou um elo especial entre os dois.
Quando o Rafael nasceu, e logo depois daquele choro delicioso que qualquer pai e mãe deseja ouvir, calou-se ao ouvir a minha voz. E eu falava só para o ver tranquilo.
Quando o JP fala com ele, todo o Rafael é gargalhadas.

Tem sido um bebé fantástico, como nunca esperei. Se se exalta, para o acalmar, só preciso de conversar e explicar-lhe o que se passa. Ele não entende, claro, mas de alguma forma, percebe. Percebe, sim.
Encaixou-se lindamente na nossa rotina. Tornou-a mais bonita e colorida. E ele parece adorar este mundo. 

Acho que pelo menos, ele já sabia o que ia encontrar...

As conversas com o JP são igualmente estimulantes. Aproveito por vezes as notícias para lhe chamar a atenção e reflectir e ele dá imensa atenção e desenvolve conversa. 
Por vezes até me esqueço que apesar das suas limitações comunicativas, ele transmite tudo e depressa.
Esta semana deu as notícias à professora ainda antes de eu ter tempo para o fazer. Disse-lhes que ia passar a faltar uma manhã por semana à escola, para ir fazer treino do acesso  ao computador por olhar. 
Eu ainda ia saber a opinião delas...
Mas ele não perdeu tempo.


Para o ano, prevejo um ano lectivo, como ambicionei. Em breve teremos o computador em nossa casa. Ele acede com o olhar e será muito mais rápido nas tarefas da escola e nas conversas...
Não é o modo de comunicar que sonhei, mas comunica e diz-nos coisas lindas. 



7 comentários:

Maria João disse...

Olá minha querida amiga,

Ainda há quem ache que conversar com as crianças, seja dizer "gugu, dádá".

Em todas as relações, são as conversas que as mantêm e fazem crescer, é através delas que trocamos afectos, sentimentos e ideias.
Nós somos a prova disso .
Sempre falei com os meus filhos como falo com adultos, escolhendo as palavras é verdade, mas sempre conversámos imenso e acredito que o crescimento intelectual é influenciado pela forma como lhes são expostas as coisas.

Quanto ao meu querido amigo JP, ele é fantástico e garantidamente que a comunicação entre ele e o Rafael será das coisas mais maravilhosas de ser ver.
É impressionante a cumplicidade criada entre um bebé e o irmão mais velho.

Beijos grandes para vocês,
MJ

Flor Guerreira disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Mina disse...

Maravilhoas descrição das conversas.
O Rafeal é uma benção numa familía abençoada.
Concordo que um irmão é sempre um estimulo para qe tem mais necessidades e que vai tentar imitar o outro.
Beijinhos

Flor Guerreira disse...

Sempre irradiando ternura e felicidade as suas palavras! Fazem-me bem! Obrigada! Fico contente por tudo correr em harmonia! Beijos!

Ecomarazul disse...

Amei ver esta barriguinha linda. As imagens dos manos também estão lindíssimas.
Amo receber notícias vossas.

MUITO OBRIGADA por estarem sempre a partilhar connosco, esses momentos lindos de imensa FELICIDADE e os outros menos "lindos" (das vossas angústias) também, porque é para isso que servem os AMIGOS, para nos alegrarmos connvosco e vos darmos o nosso ombro amigo, quando dele mais precisarem.
Amei abrir o mail e ver estas lindas imagens.
MUITAS BEIJOCAS E IMENSAAAAASSSSSS
FELICIDADES!
Lú Vic.

Grilinha disse...

Obg, minhas queridas amigas...

Helena Barreta disse...

Que grande ternura tenho pelo JP, pelo Rafael e por si.

O JP tem um coração enorme, bonito e cheio de sentimentos bons, não há dúvida que vai continuar a espalhar, aos que lhe são queridos, mensagens lindas, pois ele não sabe ser de outra forma.

O Rafael é um privilegiado, é o que é, por ter um mano mais velho que é um tesouro.

Felicidades a todos