quinta-feira, maio 04, 2006

A razão do Blog

Estive esta tarde com uma amiga muito querida, um anjo. Fez-me bem porque hoje era um daqueles dias NÃO (sabem como são esses dias?)...e nada como estar com os amigos para nos pôr para cima. Depois expliquei-lhe que comecei a escrever no blog sobre as terapias do JP. E sobre a nossa vida. E porquê? Porque a nossa vida é diferente e muito bonita. É uma historia de amor - Pais-filho iguais a milhões ou biliões...mas na maioria dos casos ninguém quer contar histórias menos "perfeitas". Pois eu acho que não é menos bonita. O meu filho fez-me renascer e é o maior desafio da minha vida. É a minha maior alegria e deu um sentido diferente à razão do meu ser.
Quando soube do problema dele, tornei-me a mais àvida leitora de artigos sobre paralisia cerebral, reabilitação, o que fazer...(a melhor maneira de derrotar o inimigo é conhecendo-o bem, não é? ) mas histórias , blogs de pais de meninos com problemas motores...quase nada. Gostava de ter tido acesso a algo assim que me pudesse orientar, saber o caminho...porque os médicos...esses nem a fisioterapia sugeriram. Tudo foi minha iniciativa e do papá depois de muita busca e pesquisa.

15 comentários:

Anónimo disse...

E eu só espero que o teu blog possa servir de ajuda e orientação a quem se encontrar numa situação similar à vossa! Acho que fazes muito bem em partilhar o conhecimento que adquiriste!
Para mim a tua história é tão perfeita coma a minha ou outra qualquer, leio-a e saboreio-a com satisfação!Apenas se trata de uma história ligeiramente diferente, mas o principal está lá: o amor!
Muitos beijos para ti e para o J.P.!

Patrícia disse...

Voltou a não aparecer o meu nome no comentário anterior...tenho que descobrir porque é que isto acontece...

Filipa disse...

Considero que és das mães com mais razão para ter um blog...pela tua vida, pelo JP, pela maneira como escreves, pela vontade em partilhar...
Deve ser por isso que passo a vida a vir aqui espreitar!

mulher elástica disse...

As histórias mais bonitas nem sempre são as de pessoas "perfeitas", aqui está uma prova disso. Não há história de amor maior do que a de uma mãe pelo filho, mais ainda se esse filho é diferente.
Gostei muito de conhecer o teu cantinho, vai dar uma espreitada no meu:
www.familiaincrivel.blogspot.com

Mãe Frenética disse...

:)

Um beijinho

Ck in UK disse...

Ola Grilinha. A Mae frenetica e uma das minhas melhores amigas, e ca cheguei atraves do blog dela. A tua energia positiva tocou-me. Vou voltar.

beijo pro JP

Licas disse...

Admiro-vos muito! Pela coragem, pela força, pelo amor que transmitem.
1 bjx grande, licas

Carla & Repolha disse...

:) e acho que tens muito para actualizar... são 17 (ou 26) meses da tua vida para passar para blog. Sobre informações sobre parilisia cerebral há de facto um forte défice. Se precisares de uma ajuda para essas pesquisas estou mais que disponível (e não é oferta da tanga). Aliás, gostava de um dia destes escrever sobre inúmeros obstáculos que se colocam a uma infância enquadrada nos tempos previstos pelos boletins de saúde. Falo contigo depois se precisar de alguma coisa, ok?
Beijinhos e espero que o dia hoje já seja SIM ;)

Grilinha disse...

Magnífico Carlinha. Na verdade a minha vida era muito normal. Sempre pertenci às maiorias. Agora insiro-me numa minoria e com todas as dificuldades que isso acarreta. Falta de informação, etc. Estou a ser uma autêntica auto-didacta e sobre intervenção precoce já sei muito mais do que pensei algum dia vir a saber...mas continuo a procurar e vou pedir-te informação de certeza...Hoje é um dia SIIIIIIMMMMM!!! Até porque vou buscar o meu borracho e vou namorar com ele e com o papá todo o fds !! Beijos

vania disse...

apesar do teu menino ser diferente, não deixa de ser um ser humano de carne e osso e com sentimentos. Tu o que tens a fazer é lutar sempre para o seu bem estar e continuar a ama-lo.
bom fim de semana
beijinhos

docinho disse...

Entrei no teu cantinho e a razão de ser deste blog, deitou por terra muitas lamentações da vida...
A força e amor com que escreves deixou-me leve, animada e com um pensamento... temos de amar quem nos faz feliz!

É isso que levo daqui... e podes não acreditar, mas hoje estava a precisar! Obrigada pela força das tuas palavras e vou voltar!

beijinhos doces

alexandrachumbo disse...

muito obrigada por este blog. tenho dito.
:) e.... um excelente dia da mãe!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ternura disse...

Olá Grilinha, desculpe esta "invasão" mas só hoje ganhei coragem para comentar o seu cantinho...eu sigo-o já há algum tempo e acho-o espectacular...principalmente a sua força...dedicação...e empenho para o bem-estar do JP.
Parabéns pela excelente mãe que é!

Posso linkar?
Beijinhos da ternura e ternurinha

Liliana disse...

Visite-nos empre no nosso blog www.paiseficientes.blogspot.com. O propósito do blog é precisamente a troca de testemunhos e ideias entre pais, familiares e amigos de pessoas com deficiência. Esperamos pelo seu testemunho!!!

Grilinha disse...

Obrigado pelo convite. Vou participar sim.