terça-feira, novembro 08, 2011

Surpreendente

Há largos meses que o JP tem fixação por observar e escrever matrículas. Já o tinha escrito aqui.
Só a meio deste ano, percebi que muitas eram reais. Do pai, da mãe, do avô, etc.
Em Agosto começou a ditar-me as matrículas de todos os carros da nossa garagem (são 16 !) e neste momento está uma máquina. São os que estacionam aqui perto de casa, na escola, etc.
Pede-me diversas vezes para irmos passear, para ver ...matrículas.
Vê uma matrícula e quando vem para casa, mesmo que já tenham passado diversas horas, escreve-a. Como também fixo bem números, algumas consigo aferir (em pequeno número) que estão bem. Outras, só quando tenho ocasião de confirmar. Mas a verdade é que até hoje nunca detectei um erro. Mas o normal é eu esquecer-me...
Já ele , não.

A obcessão vai ao ponto de interromper as aulas para dizer matrículas. O que naturalmente não tem muita piada.

Uma necessidade que o JP criou,  para exercitar os neurónios ?
Um transtorno obcessivo ?
Não sei. Sei que apesar de saber o meu menino muito esperto, mais uma vez me surpreendeu...é uma capacidade de memorização - de matrículas- absolutamente incrível.
No entanto, se tem dificuldade em escrever determinada palavra com pouco significado para ele (por exemplo Rolha) não tem a mesma facilidade de a memorizar e a escrever correctamente.
Um cromo !!!
Mas é um cromo lindo. Isso é.

3 comentários:

Mãe ao quadrado disse...

Olha quizera eu ter essa memória!! ah ganda JP

jokas grilinha de estimação

Mina disse...

Uma forma até de aprender os numerais...
Boa memória...
Essa fixação faz lembrar o Bruno , mas ele era as marcas dos carros.
bjinhos

Helena Barreta disse...

Engraçado, também sei ainda as matrículas dos carros que o meu pai teve e do primeiro carro dele, fui eu que o espatifei quase há 30anos.

Beijinhos