quarta-feira, outubro 03, 2012

Mentalidadezinhas II

Na segunda feira fiquei logo a saber que o JP tinha uma nova auxiliar. Assim que chegou a casa, o JP contou-me tudo.
A "nova" auxiliar (que estará só por alguns dias), ficou com medo de ter de dar o almoço ao JP.
Explicaram-lhe que não é comum o JP engasgar-se. Mastiga sólidos bastante bem. O equivalente a uma criança de 3 anos. Mas até come uma boa quantidade.


Mas consta que ela chorou por saber que o teria de fazer.

Assim, de repente, o JP deixou de ser uma criança adorável para ser "um bicho-papão"...

9 comentários:

Ovelha Flor Guerreira disse...

Não tenho mesmo comentário a fazer...sem comentários!

Maria disse...

Fiquei muda :(((

Realmente ainda á coisas que me surpreendem .....

Força e aja paciência!

Beijinhosssssssssssssssssssss

Mara disse...

A ignorância é muito triste!! Força amiga, não desanimes nem desistas, o teu menino merece a tua luta e o teu esforço. Os nossos meninos merecem o melhor, e temos que ser nós a lutar por consegui-lo.
Bjs

1gota disse...

Realmente... mentalidadezinhas de caca! :(
Dá vontade de abanar o mundo e dar meia dúzia de chapadas a quem apareça à frente.

beijinhos e muita força.

Mina disse...

O desconhecido assusta.
E quando não se tem formação ainda pior.
Mas essencialmente a falta de sensibilidade para lidar com pessoas diferentes que essa não se aprende em manuais.
O que vale é provisória;)
beijinhos

CláudiaMG disse...

Para muitos o desconhecimento é um bicho assustador e acho que neste caso é isso que se passa.
Mais uma acção de sensibilização que terás de fazer.
Enfim....

Beijinhos e esperemos que tudo mude em breve

Anónimo disse...

É a insegurança e falta de formação. O problema é não porem pessoas habilitadas.
Tudo se há-de resolver.

Um beijo
Joana (Poro)

A Senhora do Trevo disse...

Fiquei revoltada com isto. Tão revoltada que fui incapaz de deixar aqui um post mais cedo.
Tratar do JP é um previlégio não um tormento.
O que acontece é que além da falta de conhecimento das pessoas a maioria quer um emprego não um trabalho.
Força primos!
Beijinhos,
V.

Anónimo disse...

Sem palavras!! Que gente, enfim lamentável.