terça-feira, março 16, 2010

Estou como o meu filho. Não posso falar, então escrevo !

Acho que é desta que a minha voz vai à vida. Do "rouca-sexy" à quase afonia (actualmente). Só tenho consulta (e no particular a 16 de Abril). Ando preocupada até saber o que raio tenho nas cordas vocais...
Ontem fomos a fisioterapia como todas as segundas. Correu lindamente, à excepção do último exercício, que já na recta final, demorou 20 minutos a fazer um exercício que não costuma demorar mais de 3 minutos. Barafustava, não queria...parecia estar a fazer uma birra. Dei-lhe uma "bronca", mostrei-me desiludida e zangada. No fim ele estava visivelmente frustrado e triste (e eu arrependida). Obriguei-o a pedir desculpa à terapeuta Y. e seguimos para a Uttac.
Na Uttac, pedi que ele fizesse o trabalho de casa da escola- "escrever o nome dos oceanos", mas ele teimou e não quis. Teimou antes em escrever um recado para a mãe que obstinadamente construiu e imprimiu. "NÃO ESTAVA PRONTO PARA A Y..." . A frase é subjectiva. Sei que ele quis dizer que alguma coisa não estava bem e aquele exercício que sempre corre bem, ontem não lhe era agradável fazer. Ficou com aquela para me dizer. Imagino a frustração. Sei que tenho de ter mais calma, mas aquele limite entre a "birra" e "a justificação válida" não é fácil até para qualquer mãe...muito mais ainda para mim. Nem tudo foi mau. Pelo menos motivei-o a construir uma frase !!!
Mas à noite dei-lhe um abraço longo e terno e disse-lhe que sabia que ele era responsável e que confiava nele. Fez-me um sorriso aliviado e muito feliz.

5 comentários:

Avessa disse...

Tens um filho que revela muita maturidade e responsabilidade, senão não se teria esforçado tanto para justificar que havia uma razão para o seu comportamento anterior. É um querido. E nós mães às vezes sentimos que fomos injustas, mas isso é inevitável e faz parte da educação, senão éramos umas-marias-não-te-rales. E os nossos filhos sabem que nós estamos lá para eles, e isso é o mais importante.
Beijinhos
P.S. As melhoras em relação à rouquidão.

Vera Raquel disse...

eles têm dias.
a Mariana na fisioterapia tb é assim, há dias que faz tudo e ainda quer mais mas tem outros dias que n quer fazer nada de jeito :(

jcas

Anónimo disse...

grilinha,

Vais ver que isso da garganta não vai ser nada... Muitas vezes trata-se e pronto. Quanto ao teu JP devia estar cansado, todos nós temos dias assim.
Já liguei para aquele amigo de quem te falei, tudo ok. Mandei SMS.

Beijinhos
Joana

Sara e Martim disse...

Nós por vezes esquecemo-nos que têm vontade propria. O Martim na fisio também tem dias...
Melhoras para a rouquidão.

Beijinhos

Cristina disse...

São dias... As melhoras, querida